Adelaide Addison Pollard (1862-1934)

Obra e Biografia

29/06/2012

ADELAIDE ADDISON POLLARD (1862-1934) HPD Nº 194

Nasceu: 27 de novembro de 1862, Bloomfield, Iowa, USA. (nome de nascimento: Sarah Addison Pollard).

Faleceu: 20 de dezembro de 1934, Cidade de Nova Iorque, USA

Sepultada: Cemitério de Elmwood, Forte Madison, Iowa.

Adelaide Addison Pollard é autora de mais de 100 hinos e canções evangélicos. Ela foi educado em Dinamarca, Iowa,; em Valparaiso, Indiana; na Escola de Oratória em Boston; e no Moody Bible Institut em Chicago, Illinois. Ela ensinou em Chicago, e na Escola de Treinamento da Aliança Cristã e Missionária em Nova Iorque. Ela trabalhou durante algum tempo com o evangelista John Alexander Dowie, e também na África. Deixou a Escócia depois do início da Primeira Guerra Mundial. Ela voltou mais tarde para Nova Iorque.

Com setenta e dois anos de idade a Senhorita Adelaide queria viajar da sua casa em Nova Iorque City para uma cidade de Nova Jersey durante os Feriados de Natal em 1934, onde ela devia celebrar algumas reuniões religiosas. Ela ficou extremamente doente na estação do trem na cidade de Nova Iorque. Apressada ela foi a uma casa da Y.W.C.A (Associação Cristã de Moças) que estava nas proximidades. Ali ela morreu pouco depois de chegar. A morte é atribuída a ruptura do apêndice.

Adelaide A. Pollard é autora (em 1907) da letra do HPD nº 194 Como tu queres, Senhor, sou teu. Tu és oleiro, barro sou eu. Quebra e transforma até que enfim tua vontade se cumpra em mim (baseado em Isaías 64,8). A melodia é de George C. Stebbins.

Adelaide A. Pollard acreditou que Deus a quis na África como missionária, mas ela não pôde reunir fundos para ir. Num estado de incerteza ela assistiu a uma reunião de oração, onde ela ouviu uma mulher idosa rezar: E´ certo, Deus. Não importa o que Você faz com nossas vidas, guia-nos apenas conforme sua própria vontade. Adelaide sentiu-se muito encorajada com esta oração. Em casa, naquela noite de 1907, ela escreveu este hino, que no original tem quatro estrofes.

Have Thine own way, Lord! Have Thine own way!
Thou art the Potter, I am the clay.
Mold me and make me after Thy will,
While I am waiting, yielded and still.

Have Thine own way, Lord! Have Thine own way!
Search me and try me, Master, today!
Whiter than snow, Lord, wash me just now,
As in Thy presence humbly I bow.

Have Thine own way, Lord! Have Thine own way!
Wounded and weary, help me, I pray!
Power, all power, surely is Thine!
Touch me and heal me, Savior divine.

Have Thine own way, Lord! Have Thine own way!
Hold o’er my being absolute sway!
Fill with Thy Spirit ’till all shall see
Christ only, always, living in me.
Fonte: www.cyberhymnal.org/

Seja feita a Tua vontade, Senhor!

Tu és o Oleiro, eu sou o barro.

Molde-me e me faça seguir a tua vontade

Enquanto eu estou esperando, obediente e calma.


Seja feita a Tua vontade, Senhor!
Procure-me e prova-me hoje, Senhor!
Mais branco que neve, Deus, lave-me agora ,
Em Tua presença humilde me curvo.

Seja feita a Tua vontade, Senhor!
Estou ferida e cansada, eu peço: me ajude!
Tu tens poder, com certeza, todo o poder!
Toque-me e me cure, Salvador divino.

Seja feita a tua vontade, Senhor!
Segure-me, seja meu dono absoluto!
Encha-me de Teu Espírito até que todos vejam:
Cristo somente, sempre vive em mim.


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Hino: 194. Como tu queres, Senhor
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15637
REDE DE RECURSOS
+
Cantarei de alegria quando tocar hinos a ti, cantarei com todas as minhas forças porque tu me salvaste.
Salmo 71.23
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br