Benjamin Schmolck (1672-1737)

Obra e Biografia

29/06/2012

Benjamin Schmolck (1672-1737)

HPD nº 37, 64, 83, 116, 134, 287

Benjamin Schmolck, teólogo, pastor evangélico e autor de 1.200 hinos.

Nasceu: 21 de dezembro de 1672, Brauchitschdorf, próximo de Liegnitz, Schlesien (Silésia).

Faleceu: 12 de fevereiro de 1737, Schweidnitz, Schlesien (no aniversário de casamento dele).

Benjamin era filho de um pastor. Freqüentou escola em Schmiedeberg, Steinau, Liegnitz e principalmente em Lauban (com o pietista Gottfried Hoffmann, 1658-1712). Estudou teologia em Leipzig. Já como estudante foi laureado como poeta. Com poesias ocasionais conseguiu ganhar seu sustento. Em 1697 tornou-se Adjunkt (ajudante de pregador) na paróquia do seu pai. Em 1701 recebeu a ordenação ao ministério pastoral.

Em 1702, Schmolck trabalhou como Diaconus (pastor auxiliar), e mais tarde pastor e inspetor escolar em Schweidnitz, Silesia, numa das três Friedenskirchen (igrejas protestantes) na Silésia católico. Ele ficou muito envolvido nas polêmicas lutas com a Contra-reforma, movida pela Igreja Católica Romana. Reflexos disso encontram-se em alguns dos seus hinos. Somente em 1707, com a Convenção de Altranstädt, foi permitido aos luteranos na Silésia a construção de seis Gnadenkirchen (Igrejas da Graça) sem torres e somente fora das cidades. Os caminhos até lá, muitas vezes, eram muito distantes, tanto para os membros, quanto para os pastores. Havia pessoas que tinham que viajar um dia inteiro para poderem participar dum culto. - Nos últimos anos da sua vida ele ficou cego e paralisado.

Schmolck ficou conhecido como escritor de literatura edificante e como prolífico poeta de hinos. As poesias de Schmolck mostram traços da suntuosidade do Barroco, além de fundamento bíblico, ortodoxia luterana e tenuidade pietista. Muitas vezes ele citava um hino de sua autoria logo após a prédica, e fez a comunidade reunida cantá-lo. Os hinos foram editados em 20 coleções.

De sua rica produção (de 1.200 hinos) ainda temos em nosso hinário:

HPD nº 37: No ano novo só Jesus seja o lema que nos guia. = EG nº 25 Jesus soll die Losung sein, (feito em 1726) um hino de confissão de fé, para o Ano Novo.

HPD nº 64: Bem-vindo, herói potente. = EG nº 66 Willkommen, Held im Streite, um hino de Páscoa em forma de diálogo com o Cristo ressuscitado .

HPD nº 83: Dia jubiloso, triunfal, ditoso, dia de fulgor; 3 estrofes traduzidos do hino (de 8 estrofes, em 1715) para Pentecostes, no EG nº 82 Schmückt das Fest mit Maien , que foi denominado de um pequena concordância sobre o Espírito Santo .

HPD nº 116: Vinde abrir-me a porta bela = EG nº 122 Tut mir auf die schöne Pforte (de 1734) um hino que fala da alegria de reunir-se em Cultos. Das 7 estrofes do original 5 foram traduzidas.

HPD nº 134: Nós estamos, Cristo, aqui a cumprir o teu ensino, um dos mais usados hinos de Batismo, traduzido do: Liebster Jesu, wir sind hier, deinem Worte nachzuleben (1704) [EG nº 130], que Scholk intitulou Bons pensamentos de padrinhos que viajam com uma criança para o batismo

HPD nº 287: Ó Deus onipotente, a tua mão clemente governe o nosso lar. 4 estrofes traduzidas das 11 do original (de 1714) no EG nº 301 Herr höre, Herr erhöre, que incluíram quase todos os assuntos das intercessões na oração final dos cultos: (1) igreja, pátria, lar, (2+3) pregação da Palavra, mestres, pastores, ouvintes, (4) governo, justiça e paz, (5+6) proteção contra enchentes, tempestades, fogo, guerra e tempos difíceis, (7) famintos, viúvas, órfãos, (8) família: pai, mãe, jovens, (9) doentes, idosos, os fracos na fé, (10) perseguidos, viajantes, moribundos (11) Amém.

Nas antigas edições do hinário EG ainda encontramos alguns hinos não traduzidos (que não foram mais incluídos na 18ª edição do EG de 1995):

1. Der beste Freund ist in den Himmel (EG 362) = No céu está nosso melhor amigo.
2. Der Sabbath ist vergangen (EG 286) = O sábado já passou.
3. Je grösser Kreuz, je näher Himmel (233) = Quanto maior a cruz, tanto mais próximo o céu.

Fontes: S. Fornaçon artigo Scholck em RGG³, Vol.V, Coluna 1461, Tübingen, 1961; e Kleines Nachschlagewerk zum Evangelischen Gesangbuch für Bayern und Thüringen, München, 1996 Sigrid Fillies-Reuter, artigo Schmolck em BBKL Volume IX (1995), Colunas 504-506 www.bautz.de/bbkl Johannes Rüger Benjamin Schmolk em Feste-Burg-Andachtsbuch 2007, Freimund-Verlag, Neuendettelsau.

Algumas obras de Benjamin Schmolck:

Der lustige Sabbath in der Stille zu Zion, mit heyligen Liedern gefeyert, Leipzig 1715;

Heilige Flammen der himmlisch gesinnten Seele. In andächtigen Gebet- und Liedern angezündet, Leipzig 1720;

Das Saiten-Spiel des Hertzens am Tage des Herrn. Oder Sonn- und Festtägliche Cantaten nebst einigen anderen Liedern, Breslau / Liegnitz 1720;

Eines Andächtigen Hertzens Schmuck und Asche, Oder Neue Sammlung zweyhundert Freud- und Trauerlieder, Breslau / Liegnitz 17203; 1728; 1737;

I.N.J. Freuden-Oel in Traurigkeit, Oder gesammelte Klag- und Trost-Lieder, Breslau / Liegnitz 1721;

Geistlicher Wanderstab des Sionitischen Pilgrims, oder Kurz-gefasste Gebeth- und Lieder-Andacht derer, so in die Kirche reisen, Leipzig 1726;

Schöne Kleider für den betrübten Geist; welche deen Traurigen zu Zion in gesammelten Liedern überreicht, Breslau / Liegnitz 1727;

Bochim und Elim, oder neue Sammlung von Trost- und Trauerliedern, Breslau / Liegnitz 1731;

Der geistliche Kirchengefährte, oder Gebet und Lieder vor diejenigen die in die Kirche reisen, Schweidnitz 1732;

Kleine Harffe von Zweymahl Zehn Saiten zu Täglichem Gebrauch Andächtiger Hertzen Gestimmet, Schweidnitz / Leipig 1732;

Mara und Manna, oder neue Sammlung von Creutz- Trost- Klag- und Freudenliedern, Breslau / Leipzig 1737.


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15664
REDE DE RECURSOS
+
Deus, ao atender uma oração, atende-a de modo maravilhoso e rico, assim que o coração humano é por demais apertado para poder compreendê-lo.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br