Conflito entre agricultores e grupo indígena Kaiowá, em MS

Palavra pastoral da Presidência da IECLB

21/12/2011

Ao longo de 2011, a IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, através das suas comunidades, refletiu o tema Paz na criação de Deus – esperança e compromisso. Nesse tema nos inspiramos para estar a serviço de Deus na Sua Missão. De Sul a Norte, de Leste a Oeste, por todo o Brasil, refletimos, nos animamos, cantamos e delineamos ações que ajudem a promover paz – shalom – na bela e bendita criação de Deus. Nossa esperança e nosso compromisso estão, nesse sentido, reabastecidos para adentrarmos 2012.

Porque somos pessoas pecadoras, ainda que por Deus justificadas, não conseguimos iniciar um novo ano sem termos de carregar conosco tantas ações, atitudes, realidades que revelam nossa dificuldade de deixar que a paz de Deus floresça. Exemplo disso é o que ocorre neste momento no Estado do Mato Grosso do Sul, envolvendo pessoas que são, todas elas, parte da bela e bendita criação de Deus. O indicativo da eclosão de ações violentas estava dado há mais tempo. E mais uma vida acabou ceifada. Desta vez foi o líder indígena, irmão em Cristo, Nísio Gomes.

Diante da situação dada, que não deveria ser novidade para ninguém, a IECLB conclama indígenas, famílias de produtores rurais, autoridades em todos os níveis, Igrejas, lideranças em geral a:

- abrir mão do uso da violência: as armas que derramam o sangue o Senhor mesmo transformará em utensílios para semear, regar, colher, temperar, comer, promover vida (palavra do profeta Isaías). Por isso, apelamos para que se ponha fim ao uso da violência. Já basta de violência!

- procurar entender as razões – históricas, legais ou mesmo ilegais – que contribuíram para a instalação do conflito que confronta criaturas humanas, brasileiros e brasileiras, todas elas imagem de Deus;

- trilhar caminhos que, pela ação firme e correta do Estado, promovam o diálogo, o reconhecimento de erros, a busca conjunta de soluções, a justiça e o direito.

Ao mesmo tempo em que a IECLB assim conclama as partes envolvidas nesse conflito, de modo particular para que o Estado assuma seu papel, ela se dispõe a, através dos seus Ministros e Ministras e outras lideranças suas, contribuir na busca de soluções pacíficas.

Neste tempo de Advento e diante da celebração do Natal, renovamos nossa esperança de que também essa situação de conflito no Mato Grosso do Sul pode receber outro tratamento que a lógica da força e da violência. O nascimento de um frágil menino, sua mensagem profética do Reino de Deus que já começou, sua paixão e morte, superada por sua ressurreição, nos animam a esperar que novos tempos de justiça e de paz são possíveis de ser construídos.

Com o poeta entoamos, unindo-nos ao coro dos anjos que cantaram aos pastores nos arredores de Belém: O meu Natal seria uma prece, se eu pudesse em alegria todo pranto transformar. Só de Deus vem a paz, é só ele quem traz felicidade para todos nós (J. A. Santana).

Nestor Paulo Friedrich
Pastor Presidente da IECLB


Porto Alegre - 21 de dezembro de 2011
 


Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Presidência / Organismo: Conselho de Missão entre Povos Indígenas - COMIN
Natureza do Texto: Manifestação
Perfil do Texto: Manifestação oficial
ID: 12050
REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
Ninguém deve fazer tudo o que tem direito a fazer. Cada qual deve olhar para o que é útil e o que é benéfico para o seu irmão, para a sua irmã.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br