''CREIO NA REMISSÃO DOS PECADOS''. QUE DIFERENÇA FAZ ESTA CONFISSÃO EM MINHA/SUA VIDA?

22/08/2018

Há pessoas que dizem: “Pecado não existe. Existem erros, falhas, deslizes...” Mas como errar é humano, então, não tenho do que me arrepender, já que todo mundo erra! A solução consiste em não continuar no erro!

Há também diversas opiniões sobre pecado, como: Jogar comida fora, quando há tantas pessoas passando fome! Maltratar um animal de estimação! Pecado é mentir ou enganar alguém! Pecado é matar uma pessoa ou cometer suicídio. E tantos outros conceitos de pecado.

A origem da palavra “pecado” provêm da palavra grega hamartía e tem o significado de errar o alvo. E o alvo de Deus para a vida humana é a salvação eterna. Como está escrito em I Timóteo 2.4: “Deus deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”. Portanto, viver em pecado é viver afastado de Deus e estar errando o alvo, que é a Vida Eterna. A origem do pecado está na desobediência à vontade de Deus. Com a desobediência de Adão e Eva, todos os seres humanos foram “contaminados”, por isso todo ser humano nasce em pecado. Na carta aos Romanos 3.10, lemos: “Não há justo, nenhum sequer”, e mais adiante, em Romanos 5.12, lemos: “Portanto, assim como por meio de um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram”. Por isso, todo ser humano, para ser salvo da morte eterna, precisa do perdão dos seus pecados. E este perdão, Deus já concedeu através do sangue derramado com Cristo na cruz do Gólgota. Portanto, afirmar ou confessar: “Creio na remissão dos pecados”, significa declarar-se culpado diante de Deus e reconhecer com humildade, a necessidade do perdão de Deus. Quando confesso: “Creio na remissão dos pecados”, estou dizendo que minha dívida com Deus já foi paga pelo sangue de Cristo, derramado na cruz, sem que eu pudesse ou precisasse fazer algo. O perdão eu recebo de Deus, crendo em Jesus Cristo que tudo já fez para minha libertação e salvação. Isto é graça, presente imerecido de Deus! Esta graça também está sinalizada e evidenciada no batismo e na ceia do Senhor. Basta aceitar e receber!

A pergunta chave é: se eu creio na remissão dos pecados, estou também disposto a perdoar o meu próximo?

Receber perdão e perdoar o nosso próximo faz toda diferença no nosso convívio familiar, comunitário e social. A remissão dos pecados nos possibilita um “RECOMEÇAR”!

Um jovem de 21 anos de idade se envolveu com uma gangue de drogados, e ameaçava matar a própria mãe, quando esta se negava a dar dinheiro para ele. Era membro da IECLB, e o pastor tentou conversar com ele, querendo ajuda-lo a sair deste mundo das drogas. Então ele falou para o pastor: “Eu já me entreguei para o diabo”. Uma semana depois, este jovem foi assassinado! Quê tragédia, imagine a tristeza dos pais, perdendo um filho desse jeito!

VOCÊ CRÊ NA REMISSÃO DOS PECADOS? Se a sua resposta for “SIM” então comece de novo!
 


Autor(a): Pastor Udo Schenkel
Âmbito: IECLB / Sinodo: Uruguai
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 48471
REDE DE RECURSOS
+
Tornai-vos, pois, praticantes da Palavra e não somente ouvintes.
Tiago 1.22
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br