Dietrich Bonhoeffer (1906-1945)

Obra e Biografia

29/06/2012

Dietrich Bonhoeffer (1906-1945) - HPD 314

Em 1937 Dietrich Bonhoeffer escreveu no seu livro “Nachfolge” (Discipulado): “Deus convoca, e sem intermediação alguma segue a ação daquele que foi convocado. A resposta do discípulo não é uma confissão falada de fé em Jesus, e sim, a ação obediente.”

Na opinião de Bonhoeffer ser discípulo de Jesus, na época do governo nazista, significava bem concretamente: oposição ativa. Ele escreveu: “Discipulado é compromisso com o Cristo sofredor. Por isso os sofrimentos dos cristãos não são nada estranho. Pelo contrário, é pura graça e alegria.” Como professor docente na Universidade de Berlim ele participou do protesto contra tirania, perseguição de judeus e o princípio autoritário na Igreja.

Fonte: Fotocópias em língua alemã, sem indicação de autor e origem

Dietrich Bonhoeffer nasceu aos 04 de fevereiro de 1906 em Breslau (Silésia) como filho do professor em psiquiatria Carl Boenhoeffer. Estudou em Tübingen e Berlim. Fez estágio em Barcelona. Formou-se em 1930 em teologia sistemática. Lecionou 1930/31 como docente de teologia sistemática em Nova York. Depois tornou-se pastor para estudantes em Berlim e secretário da juventude da União Mundial para Serviço Voluntário das Igrejas. Em 1933 pastor em Londres, e a partir de 1934 conselheiro teológico do Conselho Ecumênico de Igrejas. Em 1935 assumiu a direção do seminário de pregadores da Igreja Confessante em Finkenwalde.

Em 1936 perdeu o direito de “venia legendi”. Em 1937 o seminário foi dissolvido e em 1938 Bonhoeffer foi obrigado a deixar a cidade de Berlim. Em 1940 foi lhe retirada a liberdade de falar em público, e em 1941 também a liberdade de publicar seus artigos. No entanto, ele continuou suas pesquisas científicas e o aconselhamento dos irmãos da fé, e iniciou sua resistência ativa contra o regime nazista. Por isso, em abril de 1943, foi preso. E nos últimos dias da Segunda Guerra Mundial, junto com outros líderes da resistência, foi executado no campo de concentração em Flossenbürg, no dia 09 de abril de 1945. – Seus livros tornaram se orientadores na teologia da segunda metade do século XX.

 Dietrich Bonhoeffer é autor do texto do hino de nº 314: “De bons poderes fiel e em paz cercado...” („Von guten Mächten treu und still umgeben, behütet und getröstet wunderbar,”). Esta poesia ele havia mandado em 19 de dezembro de 1944 a seus familiares e a sua noiva como saudação natalina. Por ser um texto de conforto e consolo em situação difícil, logo se tornou amplamente conhecido.

Fontes: “Kleines Nachschlagewerk zum Evangelischen Gesangbuch” Ausgabe für Beyern und Thüringen, pág.33;
Artigo “Bonhoeffer” em “Die Religion in Geschichte und Gegenwart”, Tübingen, 1957³, Volume I, Coluna 1353.
 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 18053
REDE DE RECURSOS
+
Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês.
1Coríntios 3.16
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br