Elevo a Deus a minha voz

Meditação de Martim Lutero

01/01/1983

Leia em sua Bíblia: Salmo 77

“Elevo a Deus a minha voz, e clamo, elevo a Deus a minha voz, para que me atenda”. (v. 1)




Se quer um exemplo para este versículo, leia a conversão de Santo Agostinho, no oitavo livro de suas Confissões. Aí encontra a expressa e mais clara comprovação desse salmo. Veja como Santo Agostinho está comovido, mas, mesmo assim, não fala; antes, medita e reflete em pensamentos divinos sobre a salvação dos homens, tal como está descrito aí. Quem, todavia, não tem experiência em tais tentações e pensamentos não terá uma palavra sequer para explicar esse salmo. Por isso tenho dificuldade para falar na tentação porquanto não me encontro em tentação. Pois ninguém é capaz de dizer e ouvir corretamente uma palavra escrita se não se parece com ela nos sentimentos íntimos, para que sinta por dentro o que ouve e fala de fora, e assim diga: É isso mesmo!
 

Veja também:

Assunto Passagem Bíblica
Tema: O Filho do Homem veio para servir
Elevo a Deus a minha voz Salmo 77
O Filho do homem veio para servir João 13.1-5
Ele - nosso servo Mateus 20.20-28
Nosso Salvador tem de ser Deus e Homem Filipenses 2.5-11
A servidão do Pecado Gálatas 1.1-5
Ele expiou nossos pecados Colossenses 1.13-20
A imagem da Graça Números 21.4-9
Seguir a Cristo João 15.18-27

Voltando ao Castelo Forte - 1983


Autor(a): Martim Lutero
Âmbito: IECLB
Testamento: Antigo / Livro: Salmos / Capitulo: 77
Título da publicação: Castelo Forte / Editora: Concordia Ltda/Editora Sinodal / Ano: 1983 / Volume: 1
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 20198
REDE DE RECURSOS
+
Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem uns aos outros.
Colossenses 3.13
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br