Entre Jericó e Jerusalém, olha a via da compaixão

HPD 168

19/05/1966

 

1. Entre Jericó e Jerusalém,
olha a via da compaixão:
É mui íngreme e incômoda,
esta via da compaixão.
Um bando de vis ladrões
atacou alguém na estrada;
deixou-o maltratado,
deixou-o ferido e só.
Seu grito ouvi,
lá na via da compaixão!

2. Vede o sacerdote a caminhar, 
lá na via da compaixão. 
E vede, depois, um levita passar, 
lá na via da compaixão. 
Eis que eles não ajudaram, 
não sentiram pena do pobre. 
O povo no templo esperava, 
e o templo ficava distante. 
Tempo não há, 
lá na via da compaixão.

3. O socorro agora bem perto está, 
lá na via da compaixão; 
pois já veio alguém que se apiedou,
lá na via da compaixão. 
Embora os outros rissem, 
porque era samaritano, 
a ele não importava; 
em misericórdia agiu.
Presente ele está, 
lá na via da compaixão. 

4. Entre início e fim desta vida 
há uma via da compaixão. 
É preciso ter mãos que ajudem já, 
nesta via da compaixão. 
Ou queres também passar, 
deixando teu próximo só? 
Por que não vês a miséria? 
Por que não te pões a ajudar?
Prontos estai —
lá, na via da compaixão!


Autor da letra e melodia: Martin Gotthard Schneider
    


 


Autor(a): Martin Gotthard Schneider
Âmbito: IECLB
Área: Missão / Nível: Missão - Diaconia
Hino: 168. Entre Jericó e Jerusalém
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Hino
ID: 28963
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Um coração repleto de alegria vê tudo claro, mas, para um coração triste, tudo parece tenebroso.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br