José Acácio Santana (1939-2011)

Obra e Biografia

29/06/2012

 

José Acácio Santana (1939 - 2011)
HPD nº 311, 312, 400, 402, 419, 466

Era catarinense, nascido aos 10 de outubro de 1939, em São Pedro de Alcântara, maestro, compositor, poeta e professor. Dedicou sua vida inteira a serviço do som e da palavra, cujo início se deu aos sete anos de idade. Mais de três mil obras constituem o saldo da vida artística deste músico e poeta de intensa e extensa capacidade produtiva. Consagrado internacionalmente, não foge ao compromisso de servir, com sua arte, aos pequenos grupos artísticos e às comunidades. Pioneiro no Brasil nas composições litúrgicas pós Concílio Vaticano II, possui a invejável unidade musical e literária em suas composições, onde convivem harmoniosamente o poeta e o músico, de maneira plena. É nesta unidade, alimentada por uma profunda fé, que se encontra o segredo do sucesso e da aceitação incondicional de suas obras. Conhecido como o Missionário da Música, Acácio transformava seus talentos em frutos acessíveis a todos. Ele alcançou renome internacional, pela extensão e variedade da sua obra musical e poética, que abrange desde a canção infantil até a ópera e os oratórios eruditos. Sua atuação na área cultural mereceu-lhe grandes homenagens, entre elas a “Medalha do Mérito Coral Brasileiro”, “Mérito Cultural da Universidade Federal de Santa Catarina”, “Medalha do Mérito Anita Garibaldi”, “Batuta de Ouro”, “Cidadão Honorário” de mais de 30 municípios brasileiros. – Faleceu em Florianópolis aos 11-07-2011, sendo sepultado dia 12/07 em sua terra natal: São Pedro de Alcântara, SC.

Atendeu a mais de 1500 corais brasileiros e vários de outros países. Só em Santa Catarina mais de 1000 grupos se beneficiam do seu trabalho. José Acácio Santana maestro e compositor, com especialização em regência e música sacra, foi diretor e regente do Coral Acorde Coração, de Florianópolis, Santa Catarina, formado por 150 integrantes. Gravou doze CDs pela Paulinas/COMEP. Especialista em Canto Coral Sacro José Acácio Santana era graduado em regência e composição em Colônia, na Alemanha. José Acácio conta com seis cursos superiores em música. Desde 1962 José Acácio trabalhou no incentivo do canto coletivo, e acessível ao público. Conhecido por suas turnês pela Europa José Acácio foi regente do Coral da Universidade Federal de Santa Catarina UFSC, de 1964 até 1996, o qual obteve elogiosas referências da imprensa internacional e da crítica especializada. .

Fontes: http://www.letras.com.br/biografia/jose-acacio-santana
“Hinos do Povo de Deus 2” Arranjos para Trombones, Blumenau, 2009

Do seu vasto repertório ele cedeu para nosso hinário HPD as seguintes canções:
HPD nº 311 – baseado em Lucas 2,7: “Quando completou-se o tempo
HPD nº 312 – outro hino para Natal: “Natal é vida que nasce...”
HPD nº 400 – Bem-aventuramças de Mat.5: “Bem-aventurados são os probres de espírito”
HPD nº 402 – Oração nas refeições: “A mesa posta é dádiva de Deus...”
HPD nº 419 – Na mesa do Senhor: “Eu quero a nuvem na encosta da serra...”
HPD nº 466 – As maravilhas do Senhor: “Anunciar as maravilhas do Senhor...”


Outros hinos:

Abre tua porta

É Natal tempo de esperança

O Senhor vem ao nosso encontro


Notas de falecimento

Perdemos o músico, arranjador, compositor, poeta, professor e maestro José Acácio Santana. Sua morte ocorreu na manhã de ontem (11/07/2011), às 10h, no Hospital de Caridade, em Florianópolis. O maestro estava internado na instituição há 78 dias com câncer. Não suportou o tratamento e veio a falecer pelo agravamento da doença, sobretudo no pulmão.

O corpo está sendo velado na Casa Mortuária de São Pedro de Alcântara, sua terra natal, a 30 km de Florianópolis. O enterro será hoje (12 de julho de 2011), após a missa de corpo presente, que será realizada na Igreja Matriz da Paróquia de São Pedro de Alcântara.

José Acácio Santana foi maestro, compositor, poeta e professor catarinense que dedicou a sua vida a serviço do som e da palavra. Ministério que deu início aos sete anos de idade. Mais de três mil obras constituem o saldo da vida artística deste músico e poeta de intensa e extensa capacidade produtiva.

Consagrado internacionalmente, não fugia ao compromisso de servir com sua arte aos pequenos grupos artísticos e às comunidades. Pioneiro no Brasil nas composições litúrgicas pós Concílio Vaticano II, possuía invejável unidade musical e literária em suas composições, onde convivem harmoniosamente o poeta e o músico, de maneira plena.

É nesta unidade, alimentada por uma profunda fé, que se encontra o segredo do sucesso e da aceitação incondicional de suas obras. Conhecido como o Missionário da Música, Acácio transformava seus talentos em frutos acessíveis a todos. Ele alcançou renome internacional, pela extensão e variedade da sua obra musical e poética, que abrange desde a canção infantil até a ópera e os oratórios eruditos.

Sua atuação na área cultural mereceu-lhe grandes homenagens, entre elas Medalha do Mérito Coral Brasileiro, Mérito Cultural da Universidade Federal de Santa Catarina, Medalha do Mérito Anita Garibaldi, Batuta de Ouro, Cidadão Honorário de mais de 30 municípios brasileiros. Atendeu a mais de 1500 corais brasileiros e vários de outros países. Só em Santa Catarina mais de 1000 grupos se beneficiam do seu trabalho. Grande parte de sua obra está gravada pela Paulinas/Comep, com quem gravou 12 CDs.

Especialista em Canto Coral Sacro José Acácio Santana era graduado em regência e composição em Colônia, na Alemanha. Desde 1962 Acácio trabalhou no incentivo do canto coletivo e acessível ao público. José Acácio contava com seis cursos superiores em música, 900 obras ensaiadas, 10 discos produzidos, criação de mais de 200 corais, 3.000 concertos.

Fonte: http://clovishl.blogspot.com/

José Acácio Santana era conhecido como Missionário da Música, e alcançou renome internacional pela extensão e variedade da sua obra musical e poética, que vai da canção infantil até a ópera e os oratórios eruditos. A partir de 1962, trabalhou para que o canto coletivo fosse mais acessível ao público e sua data de nascimento, 19 de outubro, foi aprovada pela Assembleia Legislativa como o Dia do Coralista de Santa Catarina.
O maestro Santana começou os estudos de canto e órgão aos 7 anos de idade, na cidade onde nasceu, São Pedro de Alcântara. Foi autor do hino oficial de dezenas de municípios e instituições. Como pesquisador, estudou e publicou as principais raízes musicais açorianas, italianas e alemães em Santa Catarina. Suas pesquisas adentraram ainda a evolução do Canto Coral em Santa Catarina e o folclore musical brasileiro.
Sob sua regência, o Coral da UFSC atuou como piloto dentre mais de 40 corais do Estado. Gravou diversos LPs e CDs, tanto com o Coral da UFSC quanto com outros grupos musicais. Dizia que “coral é a arte de crescer junto”. Ao final dos seus rigorosos e prazerosos ensaios na Igrejinha da UFSC, depois de eventuais broncas didáticas, entre sonoros acordes ao piano e músicas do repertório, sempre tinha uma palavra-canção de incentivo aos coralistas.
Fonte: http://www.adjorisc.com.br/jornais/obarrigaverde/atualidade/morre-o-maestro-catarinense-acacio-jose-santana-1.498859
                                                                                    


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 18321
REDE DE RECURSOS
+
O santo povo cristão é reconhecido exteriormente por meio da salvação da santa cruz.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br