Louis Bourgeois (1510-1561)

Obra e Biografia

29/06/2012

Louis Bourgeois (1510-1561) HPD nº 212

Nasceu por volta de 1510 em Paris, França Faleceu em 1561 em Paris, França

Louis Bourgeois era compositor francês e teorista de música do Renascimento. É  famoso como um dos compiladores principais de melodias de hinos calvinistas na metade do século 16.

Quase nada é conhecido sobre os primeiros anos de sua vida. A primeira publicação dele, uma canção secular, data de 1539, em Lyon. Baseado em registros civis, antes de 1545 ele tinha seguido João Calvino para Genebra, na Suíça, onde trabalhou como professor de música. E em 1545 tornou-se o sucessor de Guillaume Franc1 como chantre na igreja St. Pierre em Genebra. Em 1547 lhe foi concedido a cidadania em Genebra, e naquele mesmo ano ele publicou também os seus primeiros salmos a quatro vozes.

Em 1549 e 1550 ele trabalhou em uma coleção de melodias de Salmos, a maioria delas foram adaptações de melodias de Clemente Marot (1495-1644) e de Théodore Bèze (1519-1605). Não era claro até que ponto ele era o compositor, coordenador ou compilador das melodias, até que uma cópia - por muito tempo perdida – da edição do novo Saltério de Genebra de 1551 veio à biblioteca da Universidade de Rutgers e era sucessivamente dada a impressão. Em uma nota para os leitores o próprio Bourgeois especificou exatamente o que os antecessores dele tinham feito, o que ele tinha mudado e quais eram as próprias contribuições dele. Ele é definitivamente um dos três compositores principais das melodias de hinos do Saltério de Genebra.

Infelizmente, ele entrou em conflito com autoridades musicais locais, que o enviaram a prisão, no dia 3 de dezembro de 1551, por mudar demasiadamente sem uma autorização as melodias de alguns salmos conhecidos. Ele foi libertado por intervenção pessoal de João Calvino. Mas a controvérsia continuou: esses, que já tinham aprendido as melodias, tiveram nenhum desejo para aprender versões novas, e o conselho de cidade ordenou que se queimassem as instruções de Bourgeois aos cantores, julgando que elas estavam muito confusas. Logo após este incidente, Bourgeois partiu de Genebra para nunca mais voltar.

Ele se instalou 1552 em Lyon, e mais tarde sua esposa o seguira para lá. Enquanto em Lyon, Bourgeois escreveu um artigo feroz contra os editores de Genebra. Antes de 1560 ele se mudou para Paris. Curiosamente, a filha dele foi batizada na Igreja Católica. E em 1560 um editor em Paris produziu um volume de canções seculares feitos pelo compositor - uma forma que ele tinha condenado como dissoluto durante os anos em Genebra. Nenhum registro da vida dele se encontra depois de 1560, e uma fonte dá a data de sua morte como 1559.

Louis Bourgeois é um dos responsáveis pelas melodias no Saltério de Genebra, a fonte para os hinos tanto da Igreja Reformada na Inglaterra, quanto dos Peregrinos na América. Nas versões originais de Bourgeois, a música é monofônica, conforme as ordens de João Calvino, que não só desaprovou o contraponto, mas qualquer parte múltipla. Bourgeois, entretanto, também escreveu harmonizações a quatro vozes, mas elas estavam reservadas para cantar e tocar em casa. Muitas das colocações a quatro vozes são silábicos e harmônicos, um estilo que sobreviveu em muitos hinos de igrejas protestantes até os dias atuais.

Das melodias no Saltério de Genebra, algumas lembram canções seculares, outros são emprestadas diretamente do Saltério de Estrasburgo. Ainda outras foram compostas por Guillaume Franc, Louis Bourgeois e Pierre Davantès. Sem dúvida a mais famosa das melodias de Bourgeois é a melodia conhecida como Old 100th (Velho 100º); veja no HPD nº 259 e HPD nº 270.

Outras Melodias de Louis Bourgeois são:
1. Bourgeois
2. Commandments
3. Genevan Psalm CX
4. Genevan Psalm CXVIII
5. Genevan Psalm XII
6. Le Cantique de Siméon
7. L’Omnipotent
8. O Esca Viatorum
9. Old 100th
10. Old 107th
11. Old 122nd
12. Rendez à Dieu
13. St. Michael


No nosso hinário Louis Bourgeois é indicado como autor da melodia (feita em 1547) do HPD nº 212 Se na maior angústia e cruz, cuja letra é de Paul Eber (1511-1569). Não há unanimidade a respeito da autoria desta melodia. No EKG nº 282 (Evangelisches Kirchengesangbuch, Edição para Baviera, Munique 1957) só constam Genebra, por volta de 1543/ Wittemberg 1567; no EG nº 366 (Evangelisches Gesangbuch, Ausgabe für Bayern und Thüringen, Munique, 1995) diz que o autor tenha sido: Johann Baptista Serranus2, em 1567. O EG nº 211 (Evangelisches Gesangbuch, Editora Sinodal, São Leopoldo) e hinários menos recentes da Alemanha, informam que a melodia teria sua origem em Lyon 1547, e alguns até explicam que a melodia se baseia num hino francês sobre os 10 Mandamentos, Lyon 1547. A informação no HPD provavelmente se orientou no Laudamus da FLM (Genebra, 4ª ed. 1970) nº 118, onde se lê, como autor Louis Bourgeois, 1547 / Wittenberg, 1567.


Nos hinos do HPD nº 259 e HPD nº 270 encontra-se a melodia Old 100th, sem indicar que é da autoria de Louis Bourgeois.
O músico Hermann Stern3 afirma que a melodia do HPD nº 93 também seria da autoria de Louis Bougeois, em 1547.

Fontes: www.cyberhymnal.org e Wikipedia, a enciclopédia grátis

Notas:

1 Guillaume Franc nasceu por volta de 1515 em Rouen (França). Depois de uma época como músico em Paris, encontra-se a partir de 1541 em Genebra como professor de música e chatre na igreja St. Pierre onde, por incumbência de João Calvino, elaborou as duas primeiras edições do Saltério de Genebra (em 1542 e 1543). A partir de 1545 encontra-se como chantre em Lausanne, onde faleceu em 1570.
2 Johan Baptista Serranus (Seeger), nasceu 1540 em Lehrberg, próximo de Ansbach (Francóvia) , estudou com Paul Eber em Wittenberg, tornou-se cantor em Ansbach, e mais tarde, pastor em Vincenzenbronn, próximo de Fürth, onde faleceu em 1600.
3 Hermann Stern em Gott ruft dich heut (canioneiro para juventude feminina em Württemberg), Stuttgart, 1956, pág. 4
 


 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Melodia
ID: 15710
REDE DE RECURSOS
+
Quanto mais a gente de embrenha na Criação, maiores os milagres que se descobre.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br