Nikolaus Hermann (1500-1561)

Obra e Biografia

29/06/2012

Nikolaus Hermann (ca.1500-1561) HPD nº 14, 62, 70, 265, 279, 304

Nasceu: por volta de 1500 em Altdorf, próximo de Nuremberg, Alemanha.
Faleceu: 15 de maio de 1561 em St. Joachimsthal, Boêmia.

Nikolaus Hermann nasceu após 1480 em Altdorf, próximo de Nürnberg (Alemanha). No ano de 1518 encontramos Hermann em St.Joachimstal (uma cidade recém-fundada numa região com minas de prata, na Boêmia), onde assumiu o cargo de professor e de “chantre” (orientador de música na igreja, organista, dirigente de coral). Na mesma época vivia Martin Lutero em Wittenberg, onde havia descoberto as verdades evangélicas: “Pela graça sois salvos, mediante a fé” (Ef.2,8). - Lutero havia escrito alguns livros para ajudar a seu povo a conhecer melhor o caminho da salvação.

Certa noite no fim do verão de 1524 Nikolaus Hermann estava no seu quarto, atrás da igreja, lendo um dos livros de Lutero, que ele tinha recebido nos últimos dias. A cabeça esquentou e o coração bateu mais rápido, ao ler estas palavras: “Por isso as autoridades não devem permitir que os jovens cresçam como o gado no pasto, mas devem cuidar para que sejam instruídos e educados. Pois isto é o melhor e o mais rico crescimento de uma cidade, quando ela tem muitos cidadãos instruídos, honestos e bem educados; ou seja: pessoas que aceitem, conservem e usem tudo que é bom. Atualmente Deus nos tem ricamente agraciado e nos tem dado pessoas capazes de ensinar e educar os jovens. Por isso importa que não negligenciemos essa graça de Deus... Meus compatriotas, comprem, enquanto a feira está diante das portas! Façam a colheita, enquanto o tempo é favorável! Usem a Palavra e a Graça de Deus, enquanto está presente! Pois saibam: A Palavra e a Graça de Deus são como uma chuva passageira, que não volta para o lugar onde já tem passado.”

A leitura desse livro mexeu muito com nosso jovem professor. Agora ele compreendeu a importância de sua profissão, e a grande responsabilidade que ele tem diante de Deus. Agora reconheceu: neglicenciar os jovens é um pecado de omissão. Ensinar os jovens e educá-los no respeito a Deus é serviço divino (Gottesdienst). A divulgação do evangelho depende em grande parte dos professores e dirigentes de música nas escolas e igrejas. Nikolaus Hermann, então, tomou o firme propósito: Eu quero ser um professor e chantre assim como Deus o deseja. Quero, na minha profissão, servir a Deus e ajudar a divulgar as verdades evangélicas!

Porém, por causa desta convicção, Nikolaus Hermann logo encontrou resistência. Aí ele se dirigiu ao reformador Martim Lutero e pediu o conselho dele. Lutero lhe respondeu em 06-11-1524 e o animou para agüentar firme. Anos mais tarde ele encontrou alguém que se tornou um forte apoio e um amigo. Era Johannes Mathesius (1504-1665), o novo reitor da escola. Já no seu discurso de instalação em 1532 Mathesius declarou que concordava com a palavra do apóstolo Paulo (Ef.3,19): “Conhecer o amor de Cristo é melhor do que toda a sabedoria.” Logo o chantre e o reitor se tornaram irmãos em Cristo que trabalharam unidos na mesma missão. Essa amizade também não mudou, quando oito anos mais tarde Johannes Mathesius se tornou o pastor da comunidade evangélica em St. Joachimsthal.

Nikolaus Hermann amava a mocidade e se empenhou a mostrar-lhe o caminho da salvação em Cristo. Ele sabia que hinos e canções são o meio ideal para gravar o Evangelho nos corações dos jovens. E já que não encontrava versos apropriados para crianças, ele pessoalmente se pôs a fazer versos e criar melodias que crianças pudessem cantar. A maioria de seus hinos (HPD nº 14; 70; 265; 279; 304) são de estrofes curtas, de somente 4 versos, e fáceis de decorar; e tem melodias alegres e fáceis de cantar. Ao todo são conhecidos 176 hinos e canções de Nikolaus Hermann.

Após quase 40 anos de serviços prestados como professor e dirigente de música, a saúde abalada o obrigou a se aposentar. No Dia de São João de 1557, na capela da escola, ele se despediu do serviço escolar. Mas não deixou de cantar e fazer música para a glória de Deus. Em 1560 editou uma coleção de seus hinos. Esta tinha o título significativo “Os Evangelhos dos Domingos do Ano Eclesiástico compostos para as crianças e para pais cristãos”. Seus hinos originalmente não foram feitos para os cultos da comunidade, mas, sim, para serem cantados nos lares dos cristãos.

No dia 15 de maio de 1561 Nikolaus Hermann faleceu em Joachimsthal, com cerca de 80 anos de idade, na certeza que foi expressa na 5ª estrofe do hino HPD 304: ...”Em paz deixai-me adormecer. Jesus, Senhor, há de acolher minha alma em sua glória.” (Esta estrofe um outro autor acrescentou ao hino original, pouco tempo após o falecimento de Hermann).

Fontes: Jörg Erb em “Dichter und Sänger des Kirchenliedes” Vol. I, pág. 59-64. Lahr-Dinglingen, 1981²).
www.cyberhymnal.org/

Hinos da autoria de Nikolaus Hermann: HPD nº 14, 62, 70, 265, 279, 304

►HPD Nº 14: “Cantai, cristãos, a Deus louvai (Lobt Gott ihr Christen alle, EG nº 13).

Hino de Natal, convida para louvar a Deus pelo milagre da vinda de Jesus como Salvador . Nikolaus Hermann usa o motivo de Lutero sobre “a troca singular: na 2ª estr.: “Trocou a glória por desdém”, na 4ª estr.: “Jesus é servo, eu sou senhor”, e termina com a alegre certeza “O paraíso já se abriu ao povo do Senhor, pois os perdidos redimiu o seu excelso amor.”

HPD Nº 62 Agradecemos-te, ó Jesus (Wir danken dir, Herr Jesu Christ, EG nº 60)
A primeira estrofe e a melodia são de Nikolaus Hermann. A segunda estrofe é da autoria de Thomas Hartmann (por volta de 1604).

HPD Nº 66 Bem cedo, quando nasce a luz

►HPD nº 70 “Glorioso o dia já raiou...” (Erschienen ist der herrlich Tag, EG nº 59) canta a vitória pascoal de Jesus sobre “noite, morte e dor” e “inferno, pecado, trevas e temor”. O Cristo vive e faz viver. A terra e toda a criação são convidados a se alegrarem e jubilar com “aleluias”.

Com os hinos de HPD nº 265 e 279 Nikolaus Hermann nos deu hinos para o uso diário: “Nasceu o sol a fulgurar” (Die helle Sonn leucht jetzt herfür, EG nº 262) e “Declina o sol com seu fulgor, a noite irrompe com vigor” (Hinunter ist der Sonne Schein, EG nº 276). De manhã ao acordar, como também a noite ao deitar, oramos e cantamos, entregando nossa vida aos cuidados do todo-poderoso Deus.

HPD Nº 304 “Ó Cristo, não me deixes só quando soar minh’hora.” (Wenn mein Stündlein vorhanden ist, EG nº 308). Em vista da última hora da vida terrena Nikolaus Hermann expressa a sua e a nossa fé e confiança no Senhor que pagou por nosso pecado com sua morte na cruz (2ª estr.) e que como Bom Pastor conduz suas ovelhas (3ª estr.) e que com sua ressurreição venceu o inimigo e nos deu a esperança da vida eterna (4ª estr.), Por isso podemos adormecer em paz com a certeza “Jesus, Senhor, há de acolher minha alma em sua glória.”

Fonte: Rudolf Keller em “Feste-Burg-Kalender”


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15578
REDE DE RECURSOS
+
O amor só é verdadeiro quando também a fé é verdadeira. É o amor que não busca o seu bem, mas o bem do próximo.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br