O rio das minhas lembranças

20/09/2009

O rio das minhas lembranças
Silvio Meincke e Astor Jair Dalferth

1. O rio que corre nas minhas lembranças.
Faceiro povoa ova le de dádivas.
Dá vida a peixes e flores e pássaros.
O rio que corre nas minhas lembranças.

2. Agora arrasta tristonho sua morte.
Os peixes morreram, as flores, os pássaros.
Por isso a raiva me aperta a garganta.
E grito bem alto a dor do meu peito.

3. Devolvam ao rio a beleza de outrora.
O rio que corre nas minhas lembranças.
Devolvam ao rio a beleza de outrora.
Faceiro povoa o vale de dádivas.
 


Autor(a): Silvio Meincke e Astor Jair Dalferth
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Canção
ID: 26118
REDE DE RECURSOS
+
Que todo o meu ser louve o Senhor e que eu não esqueça nenhuma de suas bênçãos!
Salmo 103.2
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br