Porque na mão do Senhor há um cálice

Meditação de Martim Lutero

01/01/1983

Leia em sua Bíblia: Salmo 75

Porque na mão do Senhor há um cálice, cujo vinho espuma, cheio de mistura; dele, dá a beber; sorvem-nos até as escórias, todos os ímpios da terra”. (v. 8)



Deus jamais abandona os seus a ponto de não lhes mostrar nesta vida como ele se comisera deles. Assim, Davi foi expulso de seu reino e, novamente, empossado. O rei Ezequias adoeceu mortalmente e, depois, recobrou a saúde. O povo judeu, disperso entre os povos pagãos, retornará a sua pátria. Mas nesse ponto também tem seu lugar a fé que espera por socorro. Pois a ajuda não está sempre à mão quando dela necessitamos ou a desejamos. É verdade, nada mais maravilhoso haveria no céu e na terra do que a palavra sem a cruz. No entanto, esse gozo não duraria muito, visto que a natureza não suporta por muito tempo a alegria e o gozo. Assim, já diz o provérbio: “O homem suporta tudo, menos dias bons; hão que ser pernas fortes as que suportam dias bons”. Por essa razão, também apimentou um pouco esse doce e amável tesouro, e lhe deu um gostinho picante de vinagre e mirra, para que não enjoemos dele. Pois, “azedo dá apetite”, diz o adágio. Do mesmo modo, os incômodos da vida fazem com que o coração seja tanto mais alegre e radiante e tenha cada vez mais sede desse tesouro. Pois seu poder se sente e se reconhece na medida em que se busca consolar o coração em Deus. Assim, diz um salmo: a palavra é um vinho puro que embriaga a alma; no entanto, ainda vem misturado com sofrimento, para conservar o apetite.
 

Veja também:

Assunto Passagem Bíblica
Tema: Ansiosidade e Confiança em Deus
Porque na mão do Senhor há um cálice Salmo 75
Ansiosidade e confiança em Deus Mateus 6.24-34
Livres de preocupações 1 Coríntios 7.32-35
Deus dá e o homem apenas encontra Salmo 145.13b-21
Confiem seus cuidados ao Senhor Salmo 55.1-8, 22-23
Deus se esconde Salmo 10.1-12
Os incompreensíveis caminhos de Deus Salmo 32.1-11
Deus não abandona seu povo Romanos 5.1-5

Voltando ao Castelo Forte - 1983


Autor(a): Martim Lutero
Âmbito: IECLB
Testamento: Antigo / Livro: Salmos / Capitulo: 75
Título da publicação: Castelo Forte / Editora: Concordia Ltda/Editora Sinodal / Ano: 1983 / Volume: 1
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 22529
REDE DE RECURSOS
+
Um coração puro é aquele que observa e pondera o que Deus diz e substitui os seus próprios pensamentos pela Palavra de Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2017 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br