Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia - CAPA no Portal Luteranos



ID: 2533

Aprendendo sobre compostagem

Comida Boa na Rádio

08/03/2019

 

Aprendendo sobre compostagem

[Escute na Midiateca (logo abaixo) e/ou descarregue o arquivo do programa.]

O programa Comida boa na mesa traz dicas técnicas e o faça você mesmo, promovendo a agroecologia e um mundo melhor e sustentável. É produzido pelo Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia, o CAPA, integrado à Fundação Luterana de Diaconia e vinculado à Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil.

Muitas pessoas perguntam sobre a forma da produção da compostagem. É um processo biológico natural de decomposição de resíduos orgânicos, a partir da mistura de restos de alimentos, frutos, folhas, estercos e palhadas.

As transformações dos resíduos ocorrem principalmente através da ação de micro-organismos, que pode ser dividida em duas etapas: uma física e outra química. Durante o processo, há desprendimento de gás carbônico, energia e água (na forma de vapor).

Como resultado, o material que está sendo compostado se aquece, atinge uma temperatura elevada, resfria e atinge o estado de maturação. Após a maturação, o adubo orgânico, também conhecido como composto orgânico ou húmus, estará pronto.

Entendido isso, vamos à produção do composto. Em pequenas quantidades, é produzido em composteiras e, em grandes quantidades, é produzido no pátio, o material ajuntado em montes. Nas duas situações, deve-se intercalar materiais para fermentação, como esterco, terra de mata e restos vegetais – sempre 1 parte por 3.

No início do processo de compostagem, recomenda-se revolver o material diariamente. Depois de sete a 15 dias, revolver uma vez por semana ou sempre que notar mau cheiro.

O ideal é ter duas composteiras ou uma composteira com dois ou mais compartimentos.

Conforme vai se preenchendo o recipiente com material fresco, vai se cobrindo com um pouco de composto em plena fermentação. Este material rico em micro-organismos garantirá o bom desenvolvimento do composto, diminuindo o mau cheiro.

As composteiras apresentam uma estrutura simples e de fácil construção. São basicamente uma caixa, podendo ser construídas de bambu, madeira, grade de arame ou alvenaria, montadas sobre chão de terra ou piso cimentado. Para a construção, priorize os materiais disponíveis no local.

O composto pode ser utilizado em qualquer cultura e em jardins, proporcionando uma melhoria nas propriedades físicas, químicas e biológicas do solo.

É importante lembrar que quando se trabalha compostagem, não se utiliza minhocas, pois o aquecimento provoca a sua morte.

Para saber mais sobre o CAPA, acesse www.capa.org.br


Todos os programas

 

 


 

MÍDIATECA
Antes de vocês pedirem, o Pai de vocês já sabe o que vocês precisam.
Mateus 6.8
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br