História do povo evangélico luterano


ID: 2927

Pastor Rudolph Osvald Hesse

01/08/1987

 

Pastor Rudolph Osvald Hesse

O P. Rudolpf Oswald Hesse nasceu na Alemanha, na localidade de Reinswalde, junto a Sorau, no dia 11 de agosto de 1820. Concluídos seus estudos, assumiu os trabalhos pastorais na Comunidade de Wreschen, no Grão Ducado de Posen.

Nesta época em que desempenhava seu ministério pastoral na Alemanha, o Dr. Hermann Otto Blumenau se preocupava em conseguir junto ao Governo- Imperial Brasileiro a permissão para trazer à Colônia de Blumenau um pastor para atender as famílias evangélicas ali residentes. Em 17 de abril de 1855 tal acordo pôde ser firmado, inclusive com o comprometimento do Governo Imperial em pagar os ordenados ao pastor que atendesse ao chamado. Desta forma, através de contatos mantidos por um sobrinho do Dr. Blumenau especialmente enviado à Alemanha, o P. Hesse atendeu ao chamado e veio ao Brasil, chegando a Blumenau em julho de 1857. No dia 9 de agosto de 1857 oficiou seu primeiro culto no barracão dos imigrantes, data esta que marca a fundação da Comunidade Evangélica de Blumenau.

O P. Hesse desempenhou seu ministério pastoral até o dia de seu falecimento em 25 de novembro de 1879.

Para se ter uma idéia sobre o que o P. Hesse significou para a formação e consolidação de nossa Igreja nesta região brasileira, temos que ter em mente o mapa do Estado de Santa Catarina em seu setor leste.

Pois seu trabalho não se restringiu apenas a Blumenau a arredores mais próximos. O aumento da população levou-o a percorrer uma vasta área. Deve-se a ele a fundação e o atendimento a Comunidade Evangélica em Itoupava, Badenfurt, Pomerode, Warnow, Indaial, Timbó e Bendito. Além disto, por ser pago pelo Governo Imperial, teve que atender também a Colônia de Brusque até 1.864, e por diversas vezes precisou se deslocar a cavalo até às Comunidades de Santa Isabel e Teresópolis.

Não eram apenas as distâncias a serem vencidas a cavalos, mas também um grande acúmulo de afazeres que pesavam sobre este pastor. Conforme livros de Registros Eclesiásticos, apenas no ano de 1.879 ele realizou 439 batizados, 236 confirmações, 82 casamentos e 81 sepultamentos.

Mas não apenas os números mostram sua enorme dedicação ao ministério pastoral. Logo em um dos seus primeiros cultos em Blumenau insistiu para que os membros trouxessem seus hinários — que eram os mais variados — dos quais seriam escolhidos os mais idênticos para os cânticos de louvor. No culto realizado no dia 9 de agosto de 1857 insiste que a Bíblia não se encontrasse apenas sobre o altar, mas que fosse usada constantemente por cada membro.

Talvez em decorrência disto uma escola pública de Blumenau tinha como livro base para a leitura tanto a Bíblia em português como em alemão, impressas em Nova Iorque. Já muito cedo iniciou entre os membros com aulas de Ensino Confirmatório para as crianças com 11 anos completos até 14 anos. Mantinha também uma escola particular, na qual eram lecionadas as matérias: Geografia, História, Matemática, Latim e Francês.

Sem dúvida alguma, seus 22 anos e 4 meses de ministério junto à Colônia de Blumenau e arredores não só marcaram o início de atividades pastorais nesta região, mas são as raízes que sustentaram e alimentaram a continuidade da pregação do Evangelho até nossos dias.


 Voltar para o índice O Caminho Agosto 1987


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A fé não pode aderir ou agarrar-se a qualquer coisa que tem valor nesta vida, mas rompe os seus limites e se agarra ao que se encontra acima e fora desta vida, ao próprio Deus.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Meu Deus e meu Rei, eu anunciarei a tua grandeza e sempre serei grato a ti. Todos os dias, te darei graças e sempre te louvarei.
Salmo 145.1-2
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br