Paróquia de Conventos

Sínodo Vale do Taquari



Rua Pedro Teobaldo Breitenbach , 2481 Conventos
CEP 95906-760 - Lajeado /RS - Brasil
Telefone(s): (51) 3748-9724
ID: 460

Comunidade Evangélica de Sampainho, celebra um século de história

26/02/2012

Rosane Sprandel, representando a Paróquia, Entregando a placa à presidente da Comunidade, Dalila Seidel
Alunos e professor Hammester ao lado da primeira escola
ASER Sampainho, local da festa dos 100 anos
Comunidade com P. Oscar Miguel Lehmann e Diácona Telma Merinha Kramer
Comunidade diante da igreja 10 de novembro de 1912
Comunidade em 1981,na inaguração da nova igreja
Fabiano Immich, Rosane Sprandel, Canísio Feiden, Diácona Telma Merinha Kramer, P. Oscar Miguel Lehmann, Nazário Jommertz, Dalila Seidel e Marcelo Immich
Festa de lançamento da pedra fundamental em 1912
Grupo de jovens de Sampainho
Nazário Jommertz no acendimento das velas dos 100 anos
1 | 1
Ampliar

Gratidão, emoção, empolgação são palavras que contemplam um pouco daquilo que a Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Sampainho, da Paróquia de Conventos, município de Santa Clara do Sul, viveu no dia 26 de fevereiro 2012, ocasião em que celebrou seus 100 anos de fundação, sob o tema “até aqui nos trouxe Deus (1 Sm 7.12).

Fundação:
A comunidade Evangélica de Sampainho, conforme o primeiro livro de atas, foi fundada em 23 de fevereiro de 1912. Constam os seguintes fundadores: Samuel Marmet, Heinrich Immich, Peter Fleck, João Kollet, Heinrich Hammes, Peter Kölln, Luiz Grenzel, Johann Kölln Sobrinho, Heinrich Georg Hammes, August Christmann, Peter Christmann, August Kamphorst e Heinrich Müller. Assinam a ata Heinrich Hammes e Peter Köhln, integrantes da comissão de construção da primeira igreja.

Primeira diretoria:
A ata de 10 de maio menciona as seguintes lideranças, como presbitério: Heinrich Immich Filho, João Köhln Sobrinho, Heinrich Georg Hammes. A diretoria permaneceu no cargo até 12 de março de 1914 (colocar imagem). Heinrich Immich é mencionado na diretoria até janeiro 1925.

A compra da terra:
Na segunda e terceira ata e na ata de 16 de maio é mencionada a compra de 5,08 hectares de terra onde seria construída a sede da comunidade.
Em 28 de julho de 1912 foi lançada a pedra fundamental da primeira igreja que, segundo consta na ata, tinha o tamanho de 20x32 pés (equivalente a aproximadamente 70 m2.

Conforme o site www.ieclbhistoria.org.br “O informativo Der Deutsche Ansiedler de janeiro de 1913 menciona a inauguração de um pequeno templo no alto de um morro, na localidade Neu Berlin de Sampainho. O templo foi inaugurado no dia 10 de novembro de 1912, pelo Pastor Kreutzer”. Segundo consta, a comunidade de São Leopoldo presenteou a comunidade de Sampainho com o altar da sua antiga igreja. As mulheres da Comunidade de Lajeado (OASE) doaram uma toalha de altar branca.

A escola:
No princípio, a Comunidade Evangélica preocupou-se com a educação. Em 1912, já havia uma escola orientada pelo prof. I. Hammester. Em 1937 exerceu a atividade docente a 1. Professora Olga Renner. Posteriormente, a escola foi desativada pelo pequeno número de alunos e o grupo ainda matriculado, a partir de acordo entre as duas comunidades, passou a frequentar a escola católica da professora Romana Simm. Mais tarde, foi transformada em uma escola municipal, inaugurada em 27 setembro de 1942 com o nome de Escola Municipal Pedro Américo, atual Escola Municipal de Ensino Fundamental Gustavo Seidel, ampliada e reformada e reinaugurada no dia da festa dos 100 anos da Comunidade.

Atendimento pastoral:
Até 1899, o pastor da Paróquia de Conventos atendia a região toda, inclusive a comunidade de Lajeado. Em 1900, a Comunidade de Lajeado tornou-se Paróquia e passou a atender a comunidade de Sampaio e, a partir desta, eram atendidos os moradores evangélicos de Sampainho. Em 1921, a Comunidade de Sampaio transformou-se em Paróquia, assumindo o atendimento à comunidade de Sampainho. Em 1977, a Paróquia de Sampaio foi extinta, passando as comunidades que a formavam a integrar a Paróquia de Venâncio Aires e Lajeado e Sampainho passou a ser atendida pela Paróquia de Conventos até os dias de hoje.

Nova igreja:
Em 1980, foi construída uma nova igreja. A construção foi feita em regime de mutirão. Cada membro contribuiu com 5 dias de trabalho e, no mínimo, Cr$ 2.000,000.

Posteriormente, foi construído, ao lado da igreja, um galpão para realização de reuniões e festas, aproveitando material da antiga igreja demolida, a inauguração de ambos aconteceu dia 21.09.1981. No antigo galpão começaram tratativas em primeiras reuniões para a fundação de uma Associação esportiva.

Por volta de 1990, ocorreu a doação da área de terras para a construção de uma sede social esportiva, atual ASER Sampainho, e respectivo campo de futebol, local da festa do centenário.

Em 1996, o pavilhão comunitário foi demolido, o material vendido a particulares e as louças, móveis e utensílios foram doados à sociedade esportiva, já existente, ASER Sampainho, onde atualmente a Comunidade realiza suas atividades sociais.

Atuação das mulheres: Apesar de não serem mencionadas como fundadoras na primeira ata, as mulheres marcaram presença na Comunidade. A primeira mulher membro da comunidade, que se tem conhecimento, foi Renita Renner, que por muitos anos fazia o serviço de zeladoria a arrumação da igreja. Atualmente, a Comunidade tem na presidência, pela primeira vez em sua história, uma mulher, Dalila Seidel.

Toda a programação foi muito significativa, mas teve dois momentos muito marcantes. O primeiro foi o culto, onde ocorreram alguns atos simbólicos que lembraram o 100º aniversário, como o acendimento das velas e a entrega de uma placa, pela Paróquia de Conventos, em homenagem à Comunidade.

Outro momento muito marcante foi a exibição de um filme, editado pelo P. Oscar Miguel Lehmann, contando a história da Comunidade. Momento em que algumas pessoas, descendentes dos fundadores, deram importantes depoimentos.
A tarde seguiu muito animada com a reunião dançante. O grupo de jovens local empenhou-se muito na organização da festa, inclusive servindo o almoço nas mesas.

A Festa contou com a presença de pessoas das diversas comunidades vizinhas e lideranças da Comunidade de Sampaio, pelos vínculos históricos que as duas comunidades tem. Familiares descendentes dos fundadores da Comunidade de diferentes lugares partes do Rio Grande do Sul, do Brasil, inclusive da Alemanha, se fizeram presentes, como é o caso da família Kölln. Além do P. Herbert Wille, que serviu por vários anos na Comunidade, estiveram presentes também os pastores Lair Hessel e Ivário Fries da Paróquia de Venâncio Aires.

Atualmente, a Comunidade tem novos desafios. O canto está sendo incentivado através de um grupo coral. Também as crianças tem envolvimento significativo na comunidade, além da boa participação comunitária nos cultos.
 


Âmbito: IECLB / Sinodo: Vale do Taquari / Paróquia: Conventos (Lajeado-RS)
Natureza do Evento: Vivência Comunitária Social
Perfil do Evento: Comemoração
ID: 12935

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Assim, outros carregam o meu fardo, a força deles é a minha. A fé da minha Igreja socorre-me na perturbação. A oração alheia preocupa-se comigo.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Em tudo, dai graças, porque está é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.
1Tessalonicenses 5.18
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br