Sínodo Vale do Itajaí



Rua Amazonas , 131 2o. andar - Centro
CEP 89020-001 - Blumenau /SC - Brasil
Telefone(s): (47) 3322-1364
sinodovi@terra.com.br
ID: 21

União de Paróquias em Blumenau Discute Sustentabilidade das Comunidades em Retiro de Liderança

26/05/2018

IMG_1621
IMG_1628
IMG_1639
IMG_1648
IMG_1651
IMG_1652
IMG_1660
1 | 1
Ampliar

Nos dias 26 e 27 de maio, no Centro de Eventos Rodeio 12, aconteceu o Retiro de Lideranças da Comunidade Evangélica de Blumenau - União Paroquial Luterana. A proposta do encontro é reunir pessoas que estão envolvidas, tanto diretorias e presbitérios quanto lideranças dos setores de trabalho, para um fim de semana de formação e celebração.

O P. Dr. Uwe Wegner ficou responsável pela condução do tema “Jesus e a Economia”. O ex-professor da Faculdades EST afirmou que a temática poderia ser abordada de diversas formas, mas que optou em enfatizar como Deus tratou do assunto: pelo lado mais fraco. Segundo ele, no Antigo Testamento Deus inicia a história com um grupo de escravos em busca da terra prometida. No Novo testamento ele começou com uma criança que nem cama ou quarto descente teve pra nascer. “A proposta econômica de Jesus visa um propósito coletivo, eclesial: sua preocupação primária é o exercício da solidariedade, o equilíbrio na distribuição de bens e não a felicidade individual”.

A temática “Lutero e a Economia” foi apresentada pelo P. Dr. Ricardo Rieth. Ele falou sobre religião, ética e pensamento econômico; fez uma contextualização do século 16; e apresentou críticas ao sistema financeiro e ao comércio, a partir dos pensamentos do reformador Martim Lutero. “Lutero, como teólogo e pregador, confrontou-se com os problemas econômicos de sua época. Ele procurou denunciar e combater a injustiça, propondo melhorias da vida social e econômica independente se seus juízos fossem opostos à novas práticas, constituintes do que seria chamado de capitalismo hoje em dia. Lutero não levou em conta, se a fundamentação teórica para seus juízos éticos fosse considerada antiquada ou não”.

O P. Dr. Emilio Voigt ocupou-se do tema “Desafios e Possibilidades no Futuro Econômico das Comunidades da IECLB”. Para falar do futuro, de acordo com ele, em primeiro lugar, é necessário falar sobre a razão da existência como comunidade. Por que existe e qual é a missão como comunidade da IECLB? Ele citou 12 desafios para a sustentabilidade das comunidades. “Para responder aos desafios de ser igreja missionária no século 21, é necessário considerar as transformações sociais e o cenário econômico. Na IECLB, a questão da contribuição é vista a partir do princípio fé-gratidão-compromisso. A contribuição e as ofertas precisam ser reconhecidas como colaboração com a missão de Deus. Enquanto seguirmos em fidelidade ao Evangelho podemos ter a certeza de que o Senhor da Igreja estará ao nosso lado orientando, dando forças e condições para o nosso trabalho”.


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Quando eu sofro, eu não sofro sozinho. Comigo sofrem Cristo e todos os cristãos. Assim, outros carregam a minha carga e a sua força é também a minha força.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Assim diz o Senhor: Buscai-me e vivei.
Amós 5.4
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br