Sínodo Espírito Santo a Belém



Rua Eng. Fábio Ruschi , 161 - Bento Ferreira
CEP 29001-670 - Vitória /ES - Brasil
Telefone(s): (27) 3325-3618
secretaria@sesb.org.br
ID: 9

Mensagem da XI Assembleia Sinodal do Sínodo Espírito Santo a Belém

02/09/2018

1 | 1
Ampliar

Cantem uma nova canção a Deus, pois ele tem feito coisas maravilhosas. (Salmos 98.1)

Coisas maravilhosas têm acontecido no Sínodo Espírito Santo a Belém, mesmo em meio às crises e tragédias dos últimos anos, como a enchente de 2013, a lama no Rio Doce em 2015 e, no meio disso, a seca prolongada. A Assembleia Sinodal, reunida nos dias 1º e 2 de setembro de 2018, na Comunidade Bom Pastor, em Vila Velha, relembrou os motivos de júbilo e alegria pelas coisas boas que aconteceram nos últimos anos, com a oportunidade de partilhar as ações desenvolvidas em âmbito sinodal, em especial, de cuidado com a criação.

Como testemunho concreto da fé, paróquias, instituições e setores de trabalho se empenharam nos últimos dois anos em ações de comprometimento com a natureza e em resposta ao chamado da última Assembleia Sinodal ordinária. Em gratidão às bênçãos recebidas, houve renovação do compromisso com a Casa Comum, com incentivo a ações permanentes de sustentabilidade.

Pelas coisas maravilhosas que foram recebidas de Deus, também cabe a reflexão de como levar o Evangelho a todas as pessoas. Fica então a questão: Como ser igreja de comunidades mais atrativas, inclusivas, missionárias e relevantes?

Para responder a essa questão, é importante valorizar e zelar pelo que somos e o que temos. A igreja luterana é ecumênica; de confissão protestante, evangélica, luterana; com a presença de 650.000 pessoas no Brasil; que prega o evangelho consistente e claro, com crença na justificação por graça e fé; que acredita no sacerdócio geral de todas as pessoas, na ordenação de mulheres e na estrutura baseada em comunidades; entre tantas características que a definem e a tornam única.

Além de zelar, também se deve avaliar, repensar e ampliar o que somos e temos. Os desafios são grandes: a ligação com a raiz migratória, a remanescente mentalidade de clube e a baixa participação de jovens e mulheres em espaços decisórios limitam a atuação; as grandes distâncias e a diversidade de contextos dificultam a unidade; as novidades e os grandes centros urbanos ainda assustam.

Para superar esses desafios, fica a necessidade de capacitar, refletir, propor, formatar e experimentar constantemente o ser igreja, sem perder a identidade luterana. Quem irá conduzir o Sínodo nesse caminho, a partir de 2019, será o pastor Ismar Schiefelbein, eleito como pastor sinodal, e Sidney Retz, eleito como pastor vice-sinodal, no mandato até 2022. Também se une a essa caminhada a Paróquia de Funil, em Minas Gerais, que a partir de 2019 deixa o Sínodo Sudeste e se integra ao Sínodo Espírito Santo a Belém.

Que Deus possa guiar o Sínodo Espírito Santo a Belém e suas paróquias na reafirmação do propósito de ser, cada vez mais, formado por comunidades atrativas, inclusivas, missionárias e relevantes.

Vila Velha, 2 de setembro de 2018.


Autor(a): Comissão de mensagem: Pietra Borchardt e Jorge Dumer
Âmbito: IECLB / Sinodo: Espírito Santo a Belém
Natureza do Texto: Manifestação
Perfil do Texto: Mensagem
ID: 48755

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Fé significa confiar e construir sobre a misericórdia de Deus.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
É mais consolador ter Deus como amigo do que a amizade do mundo inteiro.
Martim Lutero
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br