Silvio Meincke (*1942)

Obra e Biografia

29/06/2012

Silvio Meincke (*1942) – HPD 329, 401, 441 L

No “Hinos do Povo de Deus” Vol. II, encontram-se três hinos da autoria de Sílvio Meincke:
HPD nº 329 “Como foi o teu encontro lá no lago...”, .
HPD nº 401 “Muita gente se acha curiosa...”, .
HPD nº 441 “Um pouco além do presente...”.

Silvio Meincke é gaúcho que nasceu em 1942 e foi criado no interior de Estrela-RS, às margens do rio Boa Vista. O lugar era muito isolado e chamavam-no de Recanto da Picada Geraldo, de onde o menino ia para a escola a cavalo. Seus pais eram pequenos agricultores de regime de trabalho familiar, e o rio fazia uma grande volta, para abraçar toda a propriedade.

Seus pais, Oscar Meincke e Amanda ns. Spellmeier, tinham 5 filhas e 2 filhos. A vida da família era marcada pelo trabalho intensivo, pelo agradável murmúrio das cachoeiras e pela fé cristã. Uma sadia confiança no Evangelho de Jesus Cristo firmava as convicções, orientava as decisões e libertava dos medos e das superstições.

Quando Silvio tinha 14 anos, a família se mudou para a cidade de Estrela, e ele entrou no internato do Instituto Pré-Teológico (1957-1961), em São Leopoldo. Depois formou-se pela Escola Superior de Teologia – EST e foi ordenado pastor pela Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. Trabalhou durante vários anos, em diferentes comunidades, até ser convidado como professor de Teologia Sistemática na EST, onde atuou durante 8 anos. Decidiu, então, trabalhar como assessor de movimentos sociais, pelo Centro Ecumênico de Catequese e Assessorias, com sede em São Leopoldo.

Silvio Meincke nunca se conformou com a realidade de sofrimento das pessoas que foram feitas pobres em país tão rico como o Brasil. Por isso, procurava deitar o fermento libertador do Evangelho de Jesus Cristo dentro dessa realidade social injusta, o que lhe trouxe ameaças, tentativas de intimidação e risco de vida, durante a ditadura militar, entre 1964 e 1985. Os textos de seus primeiros hinos, baseados nos Temas do Ano da IECLB – TERRA DE DEUS, TERRA PARA TODOS (1982) e JESUS CRISTO, ESPERANÇA PARA O MUNDO (1984) – musicados por Edmundo Reinhardt e Joâo Gottinari, refletem esse objetivo de inserir o fermento do Evangelho nos conflitos sociais. Também expressam a confiança na edificação de uma realidade social mais próxima do projeto de Jesus, anunciado como Reino de Deus.

Mais tarde, o pastor cantou as belezes do Boa Vista e denunciou a sua poluiçâo – NÂO FIRAM DE MORTE O ARROIO BOA VISTA e O RIO DAS MINHAS LEMBRANÇAS – textos musicados por Astor Dalfert, maestro da renomada Orquestra Municipal de Teutônia-RS. Em parceria com Astor, fez na década de 1990 uma série de músicas e criou o Vocal Liberdade, formado de amigos que cantam em vários outros corais do município de Teutônia. Quando os organizadores do Dia Evangélico da Igreja, na Alemanha, tomaram conhecimento das cantigas ao Boa Vista, convidaram o Vocal Liberdade para cantar nesses grandes eventos e proporcionaram roteiros pela Alemanha, pela Áustria e pela Suíça, o que tornou as músicas conhecidas e motivou a tradução de algumas delas para vários idiomas.

http://www.metodistavilaisabel.org.br/docs/Esperanca.pdf

Na noite da terça-feira, 25-01-2011, o teólogo e professor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Silvio Meincke, reuniu um grupo de amigos nas dependências do antigo Instituto Pré-Teológico (IPT), em São Leopoldo, para promover a divulgação e organizar o lançamento de um pacote de três livros e um CD.

Escritos por Silvio ao longo dos últimos dois anos, as obras serão lançadas oficialmente no dia 6 de maio, na Biblioteca Pública de São Leopoldo.

Com cerca de 350 páginas, o mais extenso dos livros descreve, na forma de uma narrativa subjetiva, a trajetória pessoal e profissional de Silvio Meincke, “ Horizontes e Raízes: histórias de sesmarias e picadas” resgata passagens da vida de Silvio Meincke associadas a pessoas que o acompanharam ao longo dos anos, desde os tempos de IPT, passando pelo seu ministério na IECLB e chegada à Alemanha.

O segundo livro, intitulado “Quem vai alimentar o mundo? Histórias de pessoas que produzem alimentos”, reúne o depoimento de grandes lavoureiros e pequenos agricultores, indígenas e quilombolas, técnicos e diretores de órgãos públicos.
No terceiro livro – “Ser feliz e outros temas atuais” –, Silvio Meincke dialoga com amigos especialistas nas diversas áreas do conhecimento a fim de decifrar alternativas para a questão: o que é preciso para ser feliz?

O pacote de obras produzidas por Silvio Meincke será publicado pela editora Oikos e cada livro terá tiragem de dois mil exemplares. .

O CD que completa o pacote intitula-se ”Maria Madalena”, a mulher que era 7 vezes perturbada, até encontrar Jesus de Nazaré e tornar-se, liberta e serena, sua fiel seguidora. O CD traz 16 músicas para cantar e celebrar. Algumas são amplamente conhecidas e foram regravadas. Outras são novas. Os textos são de Silvio Meincke e as melodias são do maestro Astor Dalfert, da renomada Orquestra de Teutônia.

http://www.luteranos.com.br/articles/16938/1/Silvio-Meincke-lanca-pacote-com-livros-e-CD/1.html

 


                               


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 18196
REDE DE RECURSOS
+
Quem quiser ser importante, que sirva aos outros.
Mateus 20.26
© Copyright 2018 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br