1 Tessalonicenses 4.13-18 - Finados - 02/11/2021

30/06/2021

02/11/2021 – Finados
Pregação: 1 Tessalonicenses 4.13-18; Leituras: Daniel 12.1-3; Salmo 118.5-6, 15-21; Marcos 5.21-24, 35-43
Miss. Carla Rosana Schwingel da Silva – Paróquia Canarana - MT

LITURGIA DE ABERTURA


ACOLHIDA
Sejamos todos nós bem vindos a este tempo de celebração. Hoje dia de finados. Como igreja, este dia foi escolhido para trazer a memória as pessoas queridas que viveram entre nós, mas não estão mais aqui. Mas acredito ser um dia em que também devemos refletir sobre a nossa vida. Como temos seguidos nossos dias diante de Deus.
Saúdo-os com a palavra bíblica de João 12.46: “Eu vim ao mundo como luz para que quem crê em mim não fique na escuridão.”
Temos grande dificuldade de enxergar na escuridão. Na verdade não vemos nada sem luz. Jesus está dizendo que sem Ele em nossas vidas não conseguimos enxergar nada, muito menos o bem. Portanto abrir mão de Jesus e abrir mão dos olhos, pois sem Jesus não vemos nada, pois Ele é a luz. Abrir mão de Jesus e abrir mão de enxergar. Jesus é fundamental como luz e fundamental em nossas vidas.

Acolhida aos visitantes:
De maneira especial saudamos e acolhemos todos os nossos visitantes e desejamos que os mesmos se sintam bem em nossa comunidade para este nosso tempo de Culto a Deus.


CANTO DE ENTRADA
Nº 630- LIVRO DE CANTO- Creia sempre, sem cessar

Ou: Nº ____________________________________________________


SAUDAÇÃO
Que a graça do nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos e todas vocês. Amém.


CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº73- LIVRO DE CANTO- Ontem, hoje e para sempre

Ou: Nº ____________________________________________________


CONFISSÃO DE PECADOS
Provérbios 28.13 nos diz assim: “Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona.” O povo de Israel já sabia da importância de reconhecer e confessar os seus pecados. O reconhecimento e a confissão dos pecados resulta na misericórdia de Deus que nos perdoa e nos traz vida plena. Que neste momento possamos nos colocar diante de Deus e refletir sobre nossa vida confessando a Ele os nossos pecados. Oremos:
Tu és Deus bondoso e misericordioso. Como filhos e filhas reconhecemos que somos pecadores e por nossa própria força não conseguimos nos libertar de nossos pecados. Necessitamos da tua misericórdia. Pecamos em palavra, pensamentos, ações e omissões. Não somos fiéis aos teus ensinamentos, não amamos verdadeiramente as pessoas. Nos distanciamos de tua presença e palavra. Pecamos em nosso orgulho quando achamos que sabemos todas as coisas. Pecamos quando não cuidamos da tua criação. Pecamos quando buscamos andar sozinhos.
Assim Bondoso Deus pedimos que renove o nosso caminhar, pois sabemos que a morte de Cristo não foi em vão e por mais que não mereçamos, nós carecemos do teu perdão e pedimos que em tua misericórdia e graça nos conduza pelo teu caminho. Guie-nos em nosso caminhar de modo que a tua vontade se cumpra em nós. Por isso, pedimos perdoa-nos, limpe-nos e purifique-nos com teu precioso sangue para viver conforme o teu querer. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Jesus já conhece o custo da graça. Ele já conhece o preço do perdão. Mas os oferece mesmo assim. Romanos 5.8 diz: “Deus demonstra o seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.” Deus não olhou para as nossas vidas desgastadas e disse: -Morrerei por vocês quando merecerem! Não, apesar dos nossos pecados e rebeldias Ele escolheu nos adotar, e consequentemente nos perdoar, pois seu amor por nós é indescritível. Amém

KYRIE
Nestes tempos tão difíceis, rogamos a Deus pela sua misericórdia sobre este mundo que sobre tantas dores. A nossa volta observamos sofrimento, tristezas, angústias em toda a criação de Deus. Que nós como igreja possamos ser uma luz neste mundo, que possamos dar testemunho de que Jesus, o Filho de Deus quer nos guiar e trazer vida plena a todas as nações.
Assim rogamos cantando:

HINO: 209 –LIVRO DE CANTO – Senhor oramos agora

GLÓRIA IN EXCELSIS
Glorificamos a Deus cantando: Glória a Deus nas alturas:
“Glória, glória, glória a Deus nas alturas. Gloria, gloria, paz entre nós, paz entre nós!”

ORAÇÃO DO DIA
Amado Deus. Mais uma vez nos reunimos em tua presença como comunidade. E neste tempo queremos ouvir tua palavra mas também sermos tocados por ela. É ela que transforma a nossa vida e nos mostra o caminho seguro pelo qual somos convidados a andar. Pedimos que tu venhas falar ao nosso coração. Abre nossos ouvidos e corações para que a tua palavra nos toque verdadeiramente e a coloquemos em prática em nossa vida. Em nome de Cristo Jesus. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA


LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Daniel 12.1-3

Aclamemos o Evangelho cantando: Aleluia.
“Aleluia, aleluia, aleluia. Aleluia”
2ª Leitura Bíblica: Marcos 5.21-24, 35-43


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº152- LIVRO DE CANTO- Pela Palavra de Deus

PREGAÇÃO

Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai, e a comunhão do Espírito Santo esteja conosco.
Diante da morte nós nos sentimos abalados. Diante da morte nós ficamos sem ação. Por mais que a ciência trabalhe e progrida, é diante da morte que a ciência se dobra. A ciência pode ajudar a prolongar a vida por algumas horas, dias, meses ou talvez anos. Mas um dia a morte vai chegar.
A morte nos faz tremer porque imaginamos que ela é o fim. Pensamos que a morte coloca um ponto final a nossa existência. Mas, se realmente a morte fosse o fim do que nos valeria a vida? Qual o sentido para a nossa vida se a morte é o fim? Seria inútil nascer, crescer e viver. Pois se tudo acaba com a morte, então porque passar por este processo?
Porém, o apóstolo Paulo na sua primeira carta a comunidade de Tessalônica escreve dizendo:
1 Tessalonicenses 4 13-18 (Ler o texto)
O apostolo Paulo escreve a uma igreja que estava se perguntado o “porque” da morte de seus entes queridos. Há 2000 anos a pergunta do “porque” da morte já existia. Havia uma igreja perguntando sobre o sentido da vida e a existência da morte.
O apóstolo Paulo escreve estas palavras a comunidade de Tessalônica para dizer que a morte não é fim da história. Ao contrário disto, Paulo escreve para alertar as pessoas daquela igreja que a morte não é o fim para aqueles que creem.
Mas a morte dói. Ela fere os que ficam. Ela faz sangrar o coração daqueles que vêem o ente querido partir.
Nós realmente não nos acostumamos com a morte. Encaramos a morte quando vemos familiares e amigos partirem. Um dia vamos encará-la frente a frente. É por isso que o livro de Eclesiastes no capitulo 12 vai falar da velhice e vai aconselhar a lembramos do nosso Deus nos dias que ainda vivemos e temos prazer em viver. Eclesiastes nos aconselha a buscar o Senhor Deus, antes que se rompa o fio da vida e o pó volte a terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu. (Eclesiastes 12.6-7).
Quando Deus tira o nosso espírito/alma, o que sobra de nós é um corpo que volta à terra e transforma-se em pó. Se somos privados do espírito de Deus, então nosso corpo é sem valor. Assim Deus nos convida a colocarmos Ele em primeiro lugar de nossas vidas, pois Deus é tudo que temos. Diante da dor e tristeza que enche o nosso coração quando perdemos alguém, existe somente uma única saída e solução. Colocar diante de Deus a nossa vida e submeter-se a sua vontade.
E a cada momento que nos deparamos com a morte, Deus parece querer nos avisar, de que ele tem o controle e não nós. Por isso, a nós só cabe crer nesse Deus que é Senhor sobre a vida e sobre a morte. Que tem em suas mãos o poder de fazer viver e de fazer morrer.
O que Deus quer e deseja é nos dar a vida eterna. Vida que foi conquistada pela morte e principalmente pela ressurreição de seu filho Jesus.
Não importa as dores que passamos neste mundo, importa sim crer que Deus tem preparado algo maravilhoso para nós na eternidade.
Deus não nos dá dor maior do que não possamos suportar. Deus sabe até onde vão nossos limites.
O apóstolo Paulo fala da eternidade. Cabe a nós aguardar pela eternidade. Sim, a nós que continuamos a nossa vida, esta deve ser a nossa única esperança. Aguardar por aquilo que Deus nos prometeu. Aguardar por aquilo que foi conquistado pelo sangue de Cristo na cruz. Mas antes da eternidade precisamos avaliar se tomamos a nossa decisão por Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador.
Quando embarcamos em um avião antes da decolagem são dadas as orientações sobre as medidas de segurança. Quem senta nas primeiras fileiras do avião, a aeromoça chama a atenção em especial pois ali estão localizadas as portas de saída de emergência (os passageiros sentados nesta fileira são responsáveis em ajudar a abri-las em caso de necessidade). Todos sabem que uma porta de saída de emergência nos ares não tem nenhum valor. Esta porta só pode ser usada quando o avião estiver em terra, parado.
Nós não sabemos quando Jesus Cristo irá voltar, mas cremos que isso acontecerá. Ao sinal de alarme, ou seja, “a voz do arcanjo, e o som da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá dos céu. Aqueles que morreram crendo em Cristo ressuscitarão primeiro. Então nós, os que estivermos vivos, seremos levados nas nuvens, junto com eles, para nos encontrarmos com o Senhor no ar.”
Porém este encontro com o Senhor nos ares dependerá de uma decisão tomada aqui na terra. Assim como não se pode abrir a porta de um avião no ar, não se pode mais tomar uma decisão por Jesus no ar. A decisão precisa ser tomada na terra. O que acontecerá nos ares é a segurança de sermos acolhidos por Jesus Cristo a partir da decisão de crer em Jesus tomada aqui na terra. Portanto, não espere o inesperado acontecer, esteja preparado para o inesperado a qualquer momento e tenha a certeza que uma porta será aberta para você numa situação de emergência. Disse Jesus em João 10.9: “Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo.”
Neste capítulo de 1 Tessalonicenses 4 termina dizendo: “animem-se uns aos outros com essas palavras”.
A nossa esperança deve estar na ressurreição e a nossa fé deve estar no Deus eterno que nos formou e nos sustenta através do seu amor. Que nos animemos mutuamente.
Os que dormem, dormem. Os que vivam que possam viver para o Senhor (Romanos 14 7-8 – quer, pois vivamos ou morramos que façamos para o Senhor)
Que a nossa esperança esteja em Cristo. O qual subiu o Calvário, carregando a pesada cruz nos ombros para nos dar a ressurreição.
Cristo assumiu a nossa morte eterna, para nos dar o privilégio de termos parte na vida eterna.
Assim como Paulo escreveu aos Tessalonicenses com a promessa da ressurreição devemos nós também colocar a nossa esperança em Deus. Afinal, o nosso Deus é o Deus da vida e da morte. Tudo está nas mãos dele.
Que a nossa fé esteja alicerçada sobre a certeza da ressurreição dos mortos e sobre a certeza da vida eterna.
Que o Deus eterno, todo poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo nos abençoe. Amém.

CONFISSÃO DE FÉ
Como resposta a palavra que acabamos de ouvir e movidos pelo Deus de amor queremos agora confessar a nossa fé.

Creio em Deus Pai, ...


CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 479- LIVRO DE CANTO- Graças dou por esta vida


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Querido Deus
Rendemos-te graças pela vida que nos dá. Ensina-nos a nos preparar para tua vinda mas também estarmos preparados para a hora em que nos chamares para a eternidade. Não gostamos de pensar na morte, apenas queremos curtir a vida. Mas neste intervalo que temos aqui na terra é o tempo de vivermos em Ti e para Ti. Por isso dá-nos compreender o teu propósito para a vida de cada um.
Te agradecemos por teu amor em nós e queremos interceder pelas pessoas que estão enfermas, deprimidas, cansadas, tristes enfim que de alguma forma precisam ser cuidadas e curadas por Ti, Senhor. Visite a cada um em suas dificuldades, fraquezas e necessidades. Fortaleça suas famílias e que elas encontrem sustento e ampara em teus braços.
Lembramos dos enlutados e pedimos que esteja com as famílias que choram por seus queridos, que sentem saudades e que passam pela dor e sofrimento da perda. Console e fortaleça os seus corações.
Assim Senhor, também queremos encontrar descanso em tua presença frente as desafios diários e permanecermos confiantes em teu cuidado para conosco e nossos queridos.
E tudo mais que está em nosso coração nossos pedidos e agradecimentos, nós os colocamos na oração que teu Filho Jesus nos ensinou dizendo:

Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor vos abençoe e vos guarde.
Que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre vós e tenha misericórdia de vós. O Senhor sobre vós levante o seu rosto, e vos dê a paz. Amém

ENVIO
Ide em paz e sirvamos ao Senhor com alegria.


HINO FINAL
Nº 300- LIVRO DE CANTO- Deus vos guarde pelo seu poder


 


Autor(a): Missionária Carla Rosana Schwingel da Silva
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 63511
REDE DE RECURSOS
+
Ao deixar de orar por um único dia sequer, perco grande parte da minha fé.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br