2 Reis 4.42-44 - 9º Domingo após Pentecostes - 26.07.2015

Caderno de Cultos 2015

26/07/2015

26/ 07/ 2015- 9º DOMINGO APÓS PENTECOSTES
Pregação: 2 Reis 4.42-44; Leituras: João 6.1-21 e Efésios 3.14-21
P. Teobaldo Witter - Cuiabá, MT


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Hoje o tema do culto é sobre pão partilhado, pão da vida (Jesus Cristo), pão para todas as pessoas. Pão que alimenta, salva, mas, também, o pão que escraviza, pois, Jesus diz: Não só de povo viverá a humanidade, mas de toda a Palavra que procede da boca de Deus ( Mateus 4.4)

O pão...que delícia! / Pão francês, pão caseiro,/ De onde vem tanta delicadeza?/ É claro que vem da natureza.
Quando acordo de manhã, / O cheiro doce do pão amanteigado / É a única coisa que me faz sair / Do meu colchão sossegado.
Mamãe está na cozinha. / Corro para ela e lhe dou um beijo. / O blaf, blaf da massa é do pão fresquinho./ Oba! Hoje tem pão de queijo!
O pão é sagrado mesmo, / É corpo de Jesus na comunhão;/ Sendo assim o mais amado,/ Alimenta a alma e o coração.
Há quem despreze o pão seco / E muitas vezes é até jogado./ Que pena, poderia ser moído/ E assim muito bem aproveitado.
Não fácil ter o pão de cada dia./ Alguns não dão o devido valor / E sem pensar jogam fora, / Sem ao menos ter temor.
Na casa do rico e do pobre,/ Se tem pão a fome não vem./ Ele é igualmente consumido, / Não importa o dinheiro que tem. ( Maria Eduarda Gallo, Pitanga, PR).

Com esta poesia do pão, cumprimento vocês todos, lembrando a palavra bíblica que diz: Está aí um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos; mas que é isso para tanta gente? (João 6.9). O rapaz deu os pães e os peixinhos para Jesus que deu graças e os repartiu para a numerosa multidão faminta. Esta se alimentou e sobrou alimento.

“Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia boas novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz:o teu Deus reina ( Isaias 52.7)
Além desta grande alegria do convite do Senhor e de seu jeito de cuidar de todos os povos, temos visitantes entre nós, sendo isso motivo de muita honra e felicidade para a igreja toda. A igreja está muito feliz com a presença de vocês, amigos e amigas, que nos visitam. Pedimos que as pessoas que nos visitam sejam apresentadas para a igreja: Mencionar o nome dos visitantes................

Cantar (ou ler), depois da apresentação dos visitantes:
Visitante seja bem-vindo/Sua presença é um prazer/ Te afirmamos com toda a certeza:/ Esta igreja a ama você.
Visitante seja bem-vindo/ Sua presença é um prazer/ Te afirmamos com toda a certeza:/ Jesus Cristo ama você.

Solicitamos que as pessoas próximas ao local onde se encontram os visitantes que os cumprimentem em nome da comunidade, enquanto as outras batem palmas de boas vindas.
CANTO DE ENTRADA

Nº 405- HPD 2 – Por um pedaço de pão

SAUDAÇÃO

Estamos aqui na igreja, neste local de culto, para ouvir Deus, pois, estamos aqui me nome de Deus Criador e Libertador: Pai- Filho - Espírito Santo. Amém.
O apóstolo Paulo escreve: Por esta causa me ponho de joelhos diante do Pai, de quem toma o nome toda família, tanto no céu como na terra [...] Mediante o Espírito Santo, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor ( Efésios 3. 14ss). Jesus, nosso bem e nosso irmão, é o Filho amado do Pai do céu. Vem, Senhor Deus Trino, e fica conosco. Amém.

Oração junto às crianças próximas ao altar e seu envio para o culto infantil:

CANTOS DE INVOCAÇÃO

Nº 414 - HPD 2 – Cantar o amor.....


CONFISSÃO DE PECADOS

Vamos colocar na cruz de Jesus, mediante a clarividência do Espírito e a glória do Pai, todos os nossos problemas. Estamos aqui sem nada para oferecer, carregando corações e mentes atribulados, amargurados e indiferentes diante das dores dos outros, unicamente, por nossos pecados.
.
Jesus diz: Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas. E elas me conhecem a mim, assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o meu Pai. E dou a minha vida pelas ovelhas (João 10.14-15). Vamos nos confessar diante de nosso pastor:
Senhor, confessamos que pecamos em pensamentos, em palavras e em atitudes. De alguns pecados nós nos lembramos e os confessamos a ti. Outros nem nos damos conta, nem notamos. Muitas vezes queremos tudo para nós, como se a posse do pão fosse a nossa única salvação. Queremos tudo para nós e dão damos possibilidades e oportunidades para os famintos e necessitados. Muitas pessoas choram e sofrem, porque nós somos egoístas e gananciosos.
Mas, também, estes nossos problemas colocamos em tuas mãos misericordiosas para que tu possas nos limpar, lavar e purificar de todos mal.
Senhor, chegamos diante de ti não para nos justificarmos através de desculpas, mas de mãos vazias, culpados, na confiança de tua promessa de fidelidade, de amor e de misericórdia. Senhor, tu nos encontraste em tuas andanças pelas ruas, praças, casas, estradas, cidades, campos, igrejas e corações. Acolhe-nos, cuida de nós e perdoa a nossa maldade, perdoa e renova nossa mente e nosso coração para o bem, quando agimos mal. Renova-nos através do teu Perdão. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO

“...podemos...conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejamos tomados de toda a plenitude de Deus” Efésios 3. 19, mediante o amor realizado no perdão dos pecados.
Jesus disse que perdoa. A vocês que confessaram os seus pecados, anuncio a graça de Deus. O Senhor os perdoa sempre que, arrependidos, confessarem os seus pecados. Ele é quem nos dá a paz. Assim sendo, anuncio o perdão aos penitentes, em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. Vão em paz, porque como crêem, assim será. Amém.

KYRIE

O pão nosso de cada dia é para todos e todas. Foi Deus que o criou e deu para a humanidade cuidar bem dele e distribuí-lo de forma justa. Mas, pessoas e todo universo sofrem. Pessoas sofrem por causa da falta do pão nosso de cada dia. Então, produz doenças, injustiças, mentiras, rancores, ódio, decepções, violência, lágrimas, da falta de oportunidades para a vida digna, egoísmo e quem quer tudo para si só e não quer partilhar. Diante dessa realidade, pedimos que o senhor sensibilize nossa mente. Alargue o horizonte de nosso coração. As pessoas precisam de Deus. Elas vivem atribuladas, confusas, angustiadas, machucadas, amarguradas. A igreja deve ouvir estes clamores e atendê-las em nome de Deus. Lembramos que Deus prometeu vida e salvação.
Queremos agora pedir pelas dores do mundo, cantando:
Nº 343-HPD 2: Tem piedade

GLÓRIA IN EXCELSIS

Ótimo. Concordo. Deus é bom, é justo. Agora queremos glorificar. Deus é amor e vida. E a sua glória enche céu e terra. “A ele seja toda a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo sempre.(Efésios 3.21). Cantemos glória a Deus, pois, ele governa com justiça e amor. Cantemos todos juntos, a uma só voz:
Glória, glória, glória a Deus nas alturas. Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós. ( 2X)

ORAÇÃO DO DIA

Jesus, o pão da vida. Que bom que tu és tão simples e tão profundo que te tornas o pão nosso, o pão da vida. Fala, agora, tão simples e tão profundo para a tua igreja aqui reunida. Quando falamos pão, todo mundo entende o que queremos dizer. Que todos possam te entender como entendem a palavra “pão diário”. Deus, tu que vives de eternidade a eternidade, agora queremos pedir atua ajuda misericordiosa. Queremos ouvir a palavra santa e maravilhosa de Deus. Por isso, pedimos: Fala, senhor, ao coração de cada de um de nós aqui presente. Tira de nós as trevas da cegueira que impedem que nós notemos a proximidade da Palavra. Enche-nos de luz, da luz expressa na tua palavra. Que tenhamos disposição para acolher a tua luz e praticá-la. Por Jesus Cristo, teu filho amado e nosso bem, que contigo e com o Espírito Santo governa de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

Canto: “Felizes os que ouvem a palavra do Senhor. Felizes os que buscam a justiça e o amor” ( 2x)

Leitura de Efésios 3. 14-21
“Por esta causa me ponho de joelhos diante do Pai, de quem toma o nome toda a família,..., para que, segundo a riqueza de sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos, no poder do amor, mediante o seu Espírito na humanidade interior. E habite Cristo no vosso coração. (v. 14ss)

Por isso, cantemos: “Felizes os que ouvem a palavra do Senhor. Felizes os que buscam a justiça e o amor” ( 2x)

Agora vamos aclamar o Evangelho de Deus. Em pé, cantemos...

“Aleluia, aleluia aleluia. Alelu u u u u u a” (2X)
Leitura de João 6.1-21

Tem uma multidão faminta. Bate a desesperança na equipe de Jesus discípulos. Eles são líderes e, como tal, devem providenciar alimentos. Parece não ter saída para o problemão. O que fazer? Alguém vê um rapaz que trouxe de casa, providenciado por sua mãe, cinco pães de cevada e dois peixinhos. Ele oferece a sua alimentação para Jesus. Jesus acalma a multidão, agradece de Deus Pai e reparte o alimento. Todos e todas comem e saciam a sua fome. É para já que tem alguns elogiam Jesus e querem fazer dele o rei do pão “Verdadeiramente, este é o profeta que devia vir ao mundo, dizem” (v. 15). Quando Jesus percebe o ataque para torná-lo rei do pão, ele se retirou, sozinho, para o monte. E foi para o outro lado do mar, onde encontrou seus discípulos.

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO

Nº 380- HPD 2 – A tua Palavra...

PREGAÇÃO

Jesus diz: “Quem beber desta água tornará a ter sede; aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna”, Jo 4.13-14.

Leitura de 2 Reis 4.42-44

Oremos: Ao contemplarmos a tua Palavra, Senhor, sejamos fortalecidos e encorajados a testemunharmos e vivermos a fé em ti, em nossa realidade cotidiana. Não nos deixes sozinhos, mas que possamos viver as nossas dificuldades, com a tua presença. Agora vem e fica conosco, neste culto. “Lâmpada para os meus pés, Senhor, é a tua Palavra, e luz para os meus caminhos (Salmo 119.105). Amém.

Amadas irmãs, amados irmãos, amada Igreja!
É evidente, claro, líquido e certo que o texto fala da fome e de alimentos. Fala do pão nosso. O que significa o pão nosso? Martim Lutero, no Catecismo explica que pão nosso é: “Tudo que se refere ao sustento e às necessidades da vida, como por exemplo: comida, bebida, roupa, calçado, casa, lar, meio de vida, dinheiro e bens, marido e esposa íntegros, filhos íntegros, empregados íntegros, patrões íntegros e fiéis, bom governo, bom tempo, paz, saúde, disciplina, honra, amigos leais, bons vizinhos e coisas semelhantes”.
Pão é muito mais do que só alimento. É todo ambiente que torna a vida possível. Mas o texto de 2 Reis fala de alimento, ou melhor, fala da fome e na necessidade de alimentação.
O que significa faltar comida, faltar alimento básico? Você viveu ou conheceu alguma situação real em sua vida de falta de comida? Como foi? O que você e o povo fizeram para resolver o problema? ..............(pensar um pouco)
Em 1980, ocorreu, durante a época da chuvarada, uma crise de abastecimento de alimentos e energia, em Sinop, MT. A BR 163, único acesso a Sinop, na época era estrada de chão. Ela ficou por mais de tres meses transitável. Faltou alimentos nos mercados e nas casas. As termoelétricas movidas a diesel pararam de gerar energia, sendo que o racionamento era grande. Na época já viviam, na Sinop, algo em tordo de 10 mil habitantes. Foram feitas várias reuniões municipais, organizadas pela igreja católica, IECLB e colonizadora, para viabilizar a distribuição dos alimentos, através da CONAB (na época era a COBAL) para toda a população. Às vezes, um avião Jumbo da FAB trazia mantimentos, mas não era pouco para tanta gente. Tudo precisou ser racionado. Ninguém deveria levar mais do que o necessário para alimentar a sua família por tres dias. Mas foi difícil, porque havia famílias que procuravam dar “um jeitinho” para levar para casa. Seu Otto Baum, líder da igreja, certo dia disse: “Está faltando de tudo, porque as pessoas são egoístas e guardam a comida que não precisam em casa. Ninguém vai morrer de fome. Deus vai ajudar.”
Neste período, foram aprendidas coisas importantes para a vida como, por exemplo, entre outras questões: 1. Na escassez, a partilha multiplica a alimentação; 2. Não desperdiçar nada, aproveitar toda a comida; 3. A solidariedade é a forma mais inteligente de viver. 4. Precisa aprender a confiar em Deus e acreditar que o povo vai colaborar.
No texto bíblico de 2 Reis 4.42-44, o povo de Israel estava numa situação muito complexa. Havia grande fome naquela terra (2 Reis 4.38), ao redor da terra de Gilgal. Tempo de muita escassez. Filhos eram levados credores como escravos para pagar dívidas, ou morriam na escassez. As panelas estavam vazias ( 2 Resi 4.1ss).
Um homem de Baal-Salisa veio ao encontro do profeta Eliseu, trazendo a oferta das primícias, vinte pães de cevada e espigas verdes. Certamente, o ofertante anônimo achou que Eliseu iria guardar para si este alimento, levá-lo no templo. Mas Eliseu solicitou que repartisse a oferta para o povo. O homem resistiu, pois, disse: como hei de eu por isto diante de cem homens? Considerava a comida insuficiente para alimentar tanta gente.
Em termos humanos, certamente a comida seria insuficiente. Mas Eliseu insistiu, pois, havia a promessa de Deus de que diz: “comerão e sobejará”, (v. 43). Portanto, todos os cem homens famintos comeram, saciaram sua fome e, ainda, sobrou alimento. Elizeu está comprometido com Deus e sua maneira de alimentar o povo. Por isso, pode confiar e distribuir pouco alimento para muita gente. E deu tudo certo. Até sobrou comida.

Pão e a surpresa de Deus.
Ao tratar do tema pão, as sagradas escrituras tratam de um assunto bem humano. Jesus não veio para ser o Rei do Pão. O pão é importante e necessário para a vida, mas a vida mais. Jesus diz que vivemos de toda a palavra que procede da boca de Deus.
Por outro lado, o tema pão é assunto muito sensível para a vida humana. A canção de Pe. Zezinho é bem ilustrativa: “Por um pedaço de pão e por um pouco de vinho. Eu já vi mais de um irmão se desviar do caminho”. Se desviar do caminho é roubar, acumular, não partilhar.
Mas a canção, também, diz: “Por um pedaço de pão e por um pouco de vinho/ Eu também vi muita gente encontrar novamente o caminho do céu/ Eu também vi muita gente voltar novamente ao convívio de Deus”. Encontrar o caminho é viver a visão de Eliseu, o homem anônimo e do rapaz que oferta o pouco que tem, confiando na promessa de Deus. Repartido, o pão de Deus se multiplica.
Pão e promessa de Deus
Em busca de pão tem pessoas que seguem caminhos ansiosos. Em busca do pão, pessoas brigam, assaltam, se matam. Em busca do pão tem pessoas que vivem agitadas, rancorosos, doentes. Em busca do pão tem pessoas que fecham a mente, o coração, as mãos. Perdem a sensibilidade humana. Em busca do pão, tem pessoas indiferentes às dores humanos. Em busca do pão, tem pessoas que não querem saber do convívio comunitário, do convívio humano, do convívio com Deus. Em busca do pão, tem pessoas que corrompem, que aceitam suborno, que usam balanças que falsa. Em busca do pão, tem pessoas que enganam, mentem caluniam, trocem o direito...
Se tem um ensinamento que Jesus concretizou e enfatizou foi o comportamento das pessoas diante do pão. Ensinou que a ansiedade não prejudica. Que as pessoas devem trabalhar e confiar em Deus. Disse, não andem ansiosos. “Buscai, pois, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua Justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas (MT 6.33). Amém.

Nº 383-HPD 2: Salmo 19 – A lei do Senhor é perfeita


CONFISSÃO DE FÉ


Depois de ouvirmos a Palavra do Senhor, estamos motivados e compromissados para confessar bem alto a nossa fé em Deus. Confessemos, pois, em conjunto e junto com toda a cristandade na terra, a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO
Informar para onde vão as ofertas do culto de hoje. Fazer a motivação e o recolhimento das ofertas durante o canto.


Nº 419- HPD 2 – Na mesa do Senhor (durante o hino, a comunidade traz as ofertas ao altar)


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Recolher os motivos de oração que a igreja mencionou e os que os membros trouxeram para o culto:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Oremos:

Senhor, muitas pessoas, equipes e comunidades de nossa igreja estão empenhadas na diaconia. Assim aliviam dores, alimentam pessoas, cuidam do bem maior que temos: a vida. Por tu as teres vocacionadas ao serviço te agradecemos.
Obrigado pelo perdão que nos deste, por tua promessa em atender nossas súplicas pelas dores do mundo, pela pregação. Obrigado que tu permites nosso louvor através dos hinos. Graças pelo dinheiro que temos e que nos dá condições para viver melhor e te ofertar para o trabalho da tua igreja, na sociedade. Senhor, o teu povo deseja interceder e pedimos que tu ouças e atendas as intercessões, se for de tua vontade e de nossa necessidade:
(Mencionar motivos de oração da comunidade).....................................................
Deus, Jesus pão da vida, Senhor nosso, do mundo e todo sistema de vida. Tu ouviste as orações de tua igreja. Atende-nos, se assim for do teu agrado, no plano de salvação. Ajuda-nos a assumirmos como nosso sentido de vida a tua revelação em Jesus Cristo. Nos cremos, mas ajude-nos em nossa falta de fé. Transforma-nos, envia-nos, ajuda-nos a descer do monte da transfiguração e a ficar com os pés no chão. Cura-nos da cegueira do deus do presente século. Esteja conosco em nossas lidas diárias e nas lutas por transformação e por vida digna, na certeza da tua glória do presente e do futuro. Por Jesus Cristo, teu amado Filho, que nos ensinou a orar a oração Pai Nosso,


PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS

Próximo Culto: ___/___/______ às ___h___ min.
Oferta último culto foi de R$ _________ - destinada para ............................................
O último culto, que foi no dia___ /____ / contou com a presença de____ pessoas..,
________________________________________________________
________________________________________________________


BÊNÇÃO
A Deus seja toda honra e toda a glória em todos os tempos e lugares. Agradecer é servir sem esquecimento, sem murmuração e em amor. Neste sentido, vamos receber a bênção do altíssimo:

Que o senhor os abençoe e guarde. Que o Senhor os guarde dos caminhos do mal, das trevas e da morte. Que o Senhor os proteja de todos os danos e perigos, de confusões e da morte. Em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.


ENVIO
O povo de Israel caminhou, em tempos bons e em tempos maus, de certezas e de incertezas. E agradeceu pelo que Deus fez, pelo Pão Nosso de cada dia. E nós, em todo momento, recebemos de Deus a sua graça para a vida digna. Nesta graça, vivemos e caminhamos como o povo de Deus.
Enquanto caminhamos, vamos dizer ao mundo todo que o Senhor Deus é bom, amoroso, justo e faz acontecer vida e salvação para todos os que assim o necessitarem e desejarem. Vamos em paz, na graça de Deus. Amém.

CANTO FINAL
Nº 456- HPD 2 – Deus é meu amparo


Autor(a): Teobaldo Witter
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 9º Domingo após Pentecostes
Testamento: Antigo / Livro: Reis II / Capitulo: 4 / Versículo Inicial: 42 / Versículo Final: 44
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2015
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 33717
REDE DE RECURSOS
+
Deus é um forno ardente repleto de amor, que abraça da terra aos céus.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br