Altmann preside comitê especial da FLM para os 500 anos da Reforma

14/11/2011

GENEBRA, 11 de novembro de 2011 (LWI) – O comitê especial que irá conduzir os preparativos da Federação Luterana Mundial (FLM) em torno do aniversário de 500 anos da Reforma, em 2017, realiza sua primeira reunião, entre 14 e 15 de novembro, em Budapeste, Hungria. O comitê de nove pessoas, oriundas das sete regiões de atuação da FLM, é presidido pelo P. Dr. Walter Altmann, ex-presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e atual moderador do Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas (CMI).

A reunião, que acontece antes do encontro da Diretoria da FLM, o comitê Lutero 2017: 500 Anos da Reforma irá refletir acerca de uma estrutura que ajude a definir orientações estratégicas, temas e possíveis campos de aplicação do programa para a data histórica, oferecendo uma base ao planejamento da secretaria geral da FLM.

Chegamos a este primeiro encontro com grande entusiasmo e expectativa acerca da tarefa que temos. Até o momento, identificamos três marcos para a abordagem da FLM em relação aos 500 anos: a Reforma Luterana hoje é algo global; queremos permanecer ecumenicamente engajados e responsáveis; e queremos explorar o que significa ser igreja sob o poder transformador do evangelho, disse o secretário-geral da FLM, Rev. Martin Junge.

Este comitê, através de sua composição global, vai nos apoiar de forma significativa na concepção dos processos e planos concretos para expressar estes três compromissos, acrescentou.

Para o presidente do comitê, Walter Altmann, os eventos que cercam o aniversário de 500 anos só serão fiéis ao espírito da Reforma se não se limitarem a festas, mas também proporcionarem uma reflexão renovada e auto-crítica acerca do significado da Reforma ontem, hoje e amanhã, afirmou.

Altmann disse que as celebrações e eventos planejados devem refletir a evolução da Reforma em vários contextos do globo, bem como nas relações ecumênicas das igrejas oriundas da Reforma. O Comitê certamente terá esses desafios em sua agenda e irá incentivar eventos locais e regionais e encaminhará propostas ao Conselho da FLM, acrescentou.

O comitê Lutero 2017 também irá discutir o retorno inicial de uma pesquisa feita pela FLM este ano feita para avaliar os eventos previstos nas igrejas-membro. As respostas recebidas até agora indicam que há uma grande variedade de comemorações que já está ocorrendo em todo o mundo.

Igrejas e instituições teológicas têm planos para palestras, construções de memoriais, apresentações musicais, obras de arte, livros, passeios e souvenirs. Existe também planos para programas ecumênicos e eventos inter-religiosos, especialmente com as comunidades judaicas e muçulmanas, baseados no envolvimento de Lutero com estas tradições.

O comitê, que tem a tarefa de apresentar um relatório ao Conselho da FLM, em 2013, inclui três membros Diretoria da FLM: Colleen E. Cunningham (África do Sul), Bispo Dr. Tamás Fabiny (Hungria) e Bispa Susan C. Johnson (Canadá). Os demais integrantes do comitê são membros do Conselho da FLM: Warime Guti (Papua Nova Guiné), Mikka McCracken (EUA) e Rev. Dr. Bernd Oberdorfer (Alemanha), além da Rev. Dra. Christina Grenholm (Suécia) e do bispo Nicholas Tai (Hong Kong, China).
 

COMUNICAÇÃO
+
ECUMENE
+
Nós te damos graças, ó Deus. Anunciamos a tua grandeza e contamos as coisas maravilhosas que tens feito.
Salmo 75.1
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br