Ao despertar o dia, eu venho a ti, Senhor

HPD 268

28/09/1582

1. Ao despertar o dia,
eu venho a ti, Senhor,
louvando em alegria
o teu paterno amor.
Ó santo e eterno Deus,
que por teu Filho amado
a graça nos tens dado,
aceita aos hinos meus!

2. Guardaste a minha vida 
na noite que passou. 
O sono, após a lida, 
minha alma confortou. 
Nem aflição, nem dor, 
desgraça ou acidente 
tocou-me corpo e mente: 
Proclamo-o com louvor!

3. Na lida deste dia, 
em luta e tentação, 
Senhor, meus passos guia, 
conforta o coração: 
Se em repentina dor 
e em ânsias estremece, 
então o fortalece 
com teu poder, Senhor!

4. Entrego a teus cuidados 
os bem-amados meus: 
Que sigam, confiados, 
o seu caminho, ó Deus! 
Que venhas a guiar, 
por tuas mãos clementes, 
amigos e parentes — 
que guardes nosso lar!

5. Em todos os eventos 
entrego a vida a Deus. 
Em bons e maus momentos 
aceito os juízos seus. 
Deus queira conduzir 
do dia os afazeres: 
Que eu possa os meus deveres
em vera fé cumprir!

6. Jamais de sua graça 
eu quero duvidar. 
Enquanto tudo passa, 
a graça há de ficar. 
Confiante ponho a mão 
nas obras deste dia: 
Servir com alegria — 
eis minha profissão!


Autor da letra: Georg Niege

Comentário e reflexão: Leonhard Creutzberg

Tradução: Lindolfo Weingärtner


 



 


Autor(a): Georg Niege
Âmbito: IECLB
Hino: 268. Ao despertar o dia
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Hino
ID: 28977
REDE DE RECURSOS
+
A fé é um contínuo e persistente olhar para Cristo.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br