Christian Knorr von Rosenroth (1636-1689)

Obra e Biografia

29/06/2012

Christian Knorr von Rosenroth (1636-1689) HPD 276

Nasceu: 15 de julho de 1636, Alt-Raudten, (Silesia).

Faleceu: 8 de maio de 1689, Groß-Albershof , próximo de Sulzbach, perto de Amberg, (Baviera).

Christian era filho do pastor luterano Abraham Benedikt Knorr von Rosenroth (1594-1654) e de Susanna ns. Neumann. Guerra e a Contra-reforma na Silésia marcaram a sua infância. Depois de estudar nas escolas em Fraustadt e Stettin ele passou (1655) para a Universidades de Leipzig (MA 1659) a fim de preparar-se para a carreira política, planejada por seu pai. Estudou teologia, direito, história, filosofia, línguas antigas e modernas.

Em parte, devido ao conhecimento dele nestas áreas, ele entrou no serviço do Palgrave (Conde) católico Christian August de Sulzbach que, em 1668, o designou Geheimrath e Kanzlei-diretor (Conselheiro titular e Diretor da chancelaria). Em julho do ano 1668 ele casou em Regensburg com Anna Sophia Paumgartner von Holenstein e Anghoff (+ 1696). O Imperador Leopold I lhe concedeu o título de Barão von Rosenroth em 1677.

Sua obra principal Kabbala desnudata (editada em dois volumes em 1677 e 1686) é uma introdução na mística judaica e tenta fazer uma ponte entre a Cabala1 e o Novo Testamento. Christian, além disso, era autor de letras e melodias de hinos. Grande parte de seus hinos foi editado na coleção Neues Helicon em 1684. Um deles, feito em 1654 e que ainda hoje em dia se encontra nos hinários, é Morgenglanz der Ewigkeit (EG nº 270), com melodia de Johann Rudolf Ahle. = HPD nº 276: Linda aurora, luz sem par, resplendor da eternidade, na tradução do professor Siegfried Dietschi.

Knorr von Rosenroth era uma pessoa que se encontrava entre a ortodoxia luterana e o pietismo. No seu amor afetuoso a Jesus era semelhante a Johann Scheffler e Johann Franck. Além de traços típicos para a época do barroco encontram-se nas suas obras já algumas idéias do racionalismo.

Fontes: W.Lueken, Knorr von Rosenroth em RGG³, Vol.3, Col 1685, Tübingen, 1959. www.cyberhymnal.org e Karl Dienst, Knorr von Rosenroth em BBKL, Volume IV (1992), Colunas 169-170 = www.bautz.de/bbkl

Nota: 1 Cabala = entre os judeus, a interpretação da Bíblia, transmitida desde Abraão, por uma cadeia contínua de iniciados.
 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15598
REDE DE RECURSOS
+
É dever de pai e mãe ensinar os filhos, as filhas e guiá-los, guiá-las a Deus, não segundo a sua própria imaginação ou devoção, mas conforme o mandamento de Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br