Concílio da Igreja Evangélica da Alemanha - Saudação da Presidência da IECLB

02/11/2012

02 de novembro – Noite Ecumênica em Lübeck

Estimados Irmãos e Irmãs da VELKD – Vereinigte Evangelisch-Lutherische Kirche Deutschlands, e da EKD – Evangelische Kirche in Deutschland!


Trago a todos e todas vocês o abraço da IECLB. Neste último ano o tema do ano foi “Comunidade Jovem - Igreja viva”. Trabalhamos este tema à luz da palavra bíblica de Jeremias 1.5: Antes que eu te formasse no ventre, te conheci. Em nosso último concilio realizado no mês de outubro, nos abraçamos o tema dos jovens da IECLB: “Conectados com Deus – protagonistas no mundo! O lema bíblico é 1 Timóteo 4.12: [NINGUÉM TE DESPREZE POR SERES JOVEM, AO CONTRÁRIO, TORNA-TE EXEMPLO]

O tema formulado pelos jovens nos fez e faz refletir acerca de nosso papel enquanto igreja no contexto brasileiro. Olhamos com carinho para nossos jovens, visto que o Brasil é o quarto país no mundo em que mais jovens morrem em decorrência das drogas, da violência no trânsito, assassinatos e suicídio.
A psicóloga brasileira Rosely Sayão pergunta:

O que temos feito para que esses jovens amem a vida, desenvolvam o autocuidado e atitudes de respeito por si mesmos, tratem suas emoções com delicadeza e construam um projeto de vida que lhes permita olhar para o futuro como um alvo a ser alcançado e não uma fatalidade ou determinação?”

Estar conectado com Deus e, em consequência, ser protagonista, acreditar que podemos influir em nossa realidade, que podemos fazer a diferença, é nosso desafio no Brasil.

O mesmo desejo a todos vocês, irmãos e irmãs em Cristo na Alemanha.

Com vistas a 2017 – Qual o significado da Reforma para a minha Igreja?

Para a IECLB, esta comemoração se apresenta como uma grande oportunidade de reflexão acerca da sua história, sua teologia, sua missão, seu papel no contexto brasileiro e no mundo ecumênico. 

Uma das características marcantes da IECLB é, desde os seus inícios no Brasil, a pluralidade de formas de expressão de sua piedade. O luteranismo na IECLB é consequência de concessões e de discussões, mas também da convivência e do crescimento de suas bases: as comunidades! A IECLB não nasce como fruto de uma missão de uma sociedade missionária luterana, mas como consequência das necessidades do ser humano migrante da Europa no século XIX. 1824 marca a fundação das primeiras comunidades da IECLB. Em 1949 é fundada a Federação Sinodal, à qual, pouco tempo depois, será dado o nome de Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. Mas já aí, no início de sua organização institucional, a declaração programática expressa de forma inequívoca um sim incondicional ao ser igreja de Jesus Cristo no Brasil “em todas as consequências que daí resultarem para a pregação do Evangelho neste país e a co-responsabilidade para a formação da vida política, cultural e econômica de seu povo”!

A celebração dos 500 anos da reforma luterana, portanto, permite uma análise de toda a nossa história e herança teológico, no sentido de reafirmarmos, redescobrirmos e contextualizamos a teologia luterana e sua contribuição a cristandade com vistas ao futuro no contexto de uma sociedade pós-moderna, marcadamente individualizada, desigual, plural, fragmentada, marcado pela falência da ética, neoliberal, pela intolerância e agressiva concorrência religiosa.

A IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, em parceria com outras igrejas luteranas, fiel ao seu compromisso ecumênico, tem diante de si o desafio de “dar razão de sua fé”, da sua vocação, e de contextualizar a contribuição teológica de Lutero na realidade latino-americana. Não queremos fazer uma volta ao passado, mas queremos olhar para o futuro. As táticas e estratégias do passado podem iluminar nossas lutas presentes! A possibilidade de abordagens é ampla, menciono algumas: reforma e liberdade cristã - conceito extremamente caro no mundo luterano, à luz da economia e da política, reforma e música, reforma e educação, reforma e tolerância/respeito, reforma e política, reforma e economia, reforma e artes e cultura, reforma e ecumenismo, reforma e luta na perspectiva de outro mundo possível. A reforma luterana é fonte de inspiração e desafios. Desafia-nos a refletir acerca do ser Igreja de Jesus Cristo em nossos dias, em nosso país. Nesta caminhada é fundamental permitir que Lutero novamente fale a nós e, posteriormente, que nós, a luz da Bíblia, façamos a contextualização para nossa realidade.

Carecemos de uma agenda teológica que paute novamente os temas centrais e decisivos que marcam a Igreja de Jesus Cristo à luz da Palavra de Deus, no caso, pela ótica da Reforma. 

O atual contexto religioso brasileiro, ou mercado religioso, preocupa. Cresce assustadoramente a intolerância religiosa. Corremos o risco de ficarmos reféns de uma argumentação fundamentalista da Bíblia, presa à letra e não inspirada pelo espírito do Evangelho, que é fonte de renovação, transformação e nova vida. Nessa linha, é constrangedor ver a “igreja evangélica” se rendendo à política e à economia.

A celebração dos 500 anos da Reforma é uma grande oportunidade enquanto igreja luterana para clarearmos e reafirmarmos a missão, a mensagem, o fundamento a nós confiado pelo próprio Deus. Neste sentido, a IECLB, juntamente com a Igreja Luterana da Baviera e as Faculdades EST, criaram uma cátedra de pesquisa em Lutero com a tarefa de pautar os temas da reforma! Destaco o lançamento da bíblia com reflexões de Lutero que ocorreu no mês de outubro e os inúmeros jardins de Lutero que estão nascendo em nossas comunidades esparramadas pelo Brasil.

Destaco ainda os seguintes eixos fundamentais que deverão ocupar nossa agenda de trabalho e reflexão teológica a luz de nosso contexto latino-americano: 

1. A Justificação por graça é fé! Trata-se do tema central da Reforma. 

2. A doutrina dos dois reinos ou regimentos, uma das doutrinas características do jovem Lutero. 

3. “Somente a cruz é nossa teologia” é o mais sucinto e claro manifesto da reforma luterana. 

P. Dr. Nestor P. Friedrich
Pastor Presidente da IECLB
 

REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria nem o forte na sua força nem o rico nas suas riquezas, mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que Eu sou o Senhor e faço misericórdia.
Jeremias 9.23-24
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br