Cruz de Cristo - da destruição para a restauração

Sexta-feira Santa

01/04/2021


Na Cruz Jesus disse: “Está consumado”. João 19.30

Os dias anteriores ao relato acima refletiam tempos de crise e intrigas em Israel. Havia uma crise política entre os opositores e defensores do regime romano que resultavam em ódio declarado entre os dois grupos. Também havia crise ética e moral como resultado do sincretismo entre a cultura e religiosidade dos gregos e judeus. Além disso, havia crise social, provocada pelo novo fenômeno de crescimento desordenado das cidades, migrações como nunca vista até então e os altos impostos devidos ao governo romano.

Neste contexto ocorre a morte de Jesus. Na cruz Jesus toma sobre si toda a culpa e punição da rebelião humana e abre caminho para um novo tempo de restauração. No sangue derramado há esperança de paz para a sociedade e é por isso que não nos envergonhamos de testemunhar a cruz de Cristo, esperança de restauração para um mundo marcado pelas consequências da rebelião desde Adão e Eva.

A ressurreição, celebrada no próximo domingo, traz a firme esperança de que os poderes perversos da rebelião humana foram vencidos. O luto, a dor, o ódio, as injustiças, a destruição da criação e a morte já não tem poder sobre o povo de Cristo.

Desejamos a todos uma sexta-feira de reflexão e restauração.

P. Joel Schlemper
Pastor Sinodal no Sínodo Centro-sul Catarinense
Reside em Florianópolis/SC
 

REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas.
1João 3.20
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br