Dia da Igreja do Sínodo Vale do Itajaí reúne 3 mil luteranos em Pomerode/SC

26/08/2012

0 (1)
0 (2)
0 (3)
0 (6)
0 (7)
0 (8)
0 (9)
0 (10)
0 (11)
01CIcrianças
002pinturafacial
03crianças
04CI
542477_388078031257416_1806638254_n
562819_387774877954398_2117156176_n
580122_387775071287712_1105407850_n
P8260245
P8260247
P8260251
P8260257
P8260262
P8260263
P8260267
P8260295
P8260300
P8260302
P8260304
P8260306
P8260307
P8260128
1 | 1
Ampliar

Crianças, jovens, homens, mulheres e idosos. Todos os grupos, paróquias e comunidades unidas em um evento que ficou na história do Sínodo Vale do Itajaí. Em torno de 3 mil pessoas celebraram, cantaram, buscaram espiritualidade, se integraram e comungaram no 4o Dia Sinodal da Igreja, no domingo, 26 de agosto, em Pomerode/SC. O tema que orientou o dia foi “Igreja + Jovem + Viva para Todos”.

A manhã iniciou com um culto de abertura. A liturgia ficou ao cargo de uma equipe de ministros do Sínodo Vale do Itajaí. A música foi dirigida por um grupo de metais. A prédica foi ministrada pelo pastor Dr. Júlio Cézar Adam, professor da Faculdades EST.

“Nada é mais importante que o culto para a vida da igreja. Uma igreja e uma comunidade sobrevive sem muitas coisas. Mas, não sobrevive, nem mesmo existe, sem culto. Ele é o coração da comunidade cristã. Não é mais uma atividade, mas é a atividade das atividades. O culto reúne todas as atividades e alimenta, oxigena todas elas, a cada dia”, afirmou Adam.

Após a prédica-palestra, a multidão dispersou-se pelo Parque de Eventos, aonde estavam instaladas as Estações Temáticas. O tom dinâmico, jovem e interativo foi dado em 14 praças de atividades. “As estações foram o espelho da vida que pulsa nas comunidades”, enfatizou o pastor sinodal Breno Carlos Willrich. Os luteranos puderam participar de propostas como o “Palco Alternativo” para as bandas dos grupos de jovens, “Contadores de Histórias”, para crianças e adolescentes ou “Dança Sênior”, para idosos.

Ao retornarem ao setor principal, os participantes ainda foram agraciados pelas canções do grande coro, formado por cantores de todas as paróquias, e reunidos especialmente para o Dia da Igreja. No programa, a musicista Soraia Eberle ainda apresentou uma palestra com a temática “Jovem e Viva é a Comunidade que Canta”. Por fim, uma grande celebração com Santa Ceia encerrou o evento.

“Eventos como este, nos dão a dimensão de um grande corpo. Somos unidos em Jesus Cristo. Como irmãos, vindos de todas as partes, formamos a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. Comungamos e nos reunimos como um só corpo”, alegrou-se a presidente do Conselho Sinodal Léa Stange de Oliveira.
 

REDE DE RECURSOS
+
Orar é a obra mais primorosa, por isto é tão rara.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br