Dinâmica com jovens - Inclusão, vida comunitária, cuidado, compromisso

15/03/2012

Público: adolescentes, jovens e adultos

Tempo: 1h30min – 2h

Participantes: Mínimo 12

Material: fitas de diversas cores, aparelho de som, canetas, hidrocor, cartolina, folhas p/ anotações

OBS:
1. A dinâmica utiliza ferramentas técnicas do bibliodrama. Inicia com um momento de sensibilização e aproximação das situações e sentimentos que perpassam o texto bíblico, o contexto local ou a temática a serem trabalhados. Há uma sugestão de textos bíblicos que poderiam acompanhar a dinâmica.

2. As fitas irão determinar o número de pessoas em cada grupo. Se o grupo for com o número mínimo de participantes, você precisará de 4 cores, por ex: 3 amarelas, 4 azuis, 3 verdes, 2 vermelhas. Durante a dinâmica de sensibilização os participantes serão convidados a formar grupos conforme um número determinado de pessoas e também a partir das cores. Haverá momentos em que alguns participantes ficarão sem grupo. Isto será proposital e importante para a reflexão final. Leia com atenção a dinâmica, observe o número de participantes, o número de cores necessárias para realiza-la, como fará a divisão dos grupos e faça a adaptação das questões reflexivas conforme a sua realidade.


Dinâmica das Fitas

SENSIBILIZAÇÃO

1. Observação:
- No centro da sala estarão as fitas coloridas e os/as participantes estarão de pé
- Coloque um fundo musical
- Convide os/as participantes a caminharem pelo local do encontro
- Peça silêncio neste momento, apenas que caminhem e...
• Observem tudo que há no ambiente,
• Olhem para as pessoas que passam por vocês... Como elas estão? Alegres, cansadas, calmas, agitadas...
• Como vocês se sentem neste momento?

2. Fitas coloridas:
- No centro da sala há várias fitas coloridas, convide cada participante a pegar uma fita;
- Ainda em silêncio convide-os para continuarem a caminhar e com a fita em mãos imaginarem:
* Que essa fita é algo ou alguém muito precioso pra vocês...
* Como vocês cuidam disso ou desse alguém? Demonstre esse cuidado, carinho, atenção... (breve tempo para expressarem esses sentimentos)
.
- Ao sinal de duas palmas peça que cada participante devolva a fita ao centro da sala. Colocar a fita no mesmo lugar de onde a pegaram.

3. Pressa:
- Tire o fundo musical
- Convide as pessoas a se espreguiçarem
- Convide-as para caminharem pela sala como se estivessem com pressa, com muita pressa,
* Aumentem o ritmo dos passos...
*Vocês estão muito atrasados 
* Apressem o passo, se preciso for, corram.
* É o último trem/ônibus e vocês não podem perdê-lo!
(Deixe que por um breve tempo sintam esse estresse do tempo)


4. Cansaço - procura:
- Ao som de duas batidas de palmas convide o grupo para um novo momento:
* todos/as param ao som das palmas;
* depois de muito correr vocês percebem que algo ficou no caminho;
* infelizmente não dá para seguir em frente;
* Vocês param, olham à sua volta e nada encontram;
* Vocês começam a caminhar como se estivessem procurando algo;
* Olham para as pessoas que passam por vocês com olhar de procura, de pergunta: viram algo?
* Sem nada encontrar continuam a caminhar...
* O caminhar expressa desânimo, cansaço...
* Quando de repente... !!!
* Vocês avistam algo...?!

5. Encontro - alegria:
- Ao som de duas batidas de palmas convide o grupo a parar de caminhar.
* Vocês param, andam mais dois passos;
* E qual a surpresa?
* Vocês se deparam com o que estavam procurando.
* Vocês se aproximam para ver se é verdade mesmo, e constatam que sim, encontraram o que haviam perdido;
* vão ao encontro, correm, pegam, abraçam, comemoram...
- Convide os/as participantes para irem ao centro da sala e pegarem novamente a fita.
* Curtam isso
* Pensem o quanto é bom tê-lo novamente com vocês
* A alegria é tanta que vocês desejam compartilhá-la e por isso vão ao encontro de outras pessoas

ENCONTRO

6. Partilha:
- Ao som de duas batidas de palmas convide os/as participantes para formarem grupos com pessoas que tenham a mesma cor de fita.
(As pessoas se agrupam conforme a ordem do/a coordenador/a e permanecem de pé. Deixe 2 minutos para a conversa nos grupos. A intenção não é aprofundar a questão, mas gerar um momento de troca, partilha, proximidade, contato, conhecimento mútuo).

- Formados os pequenos grupos convide-os a conversarem sobre a seguinte pergunta:
- O que em sua vida é muito valioso e como costuma cuidar, nutrir, preservar, demonstrar que isso é realmente importante pra você?

7. Ao som da música:
- Para este momento é possível fazer uso de uma música alegre e com maior volume.
- A música terá a finalidade de marcar o tempo da caminhada das conversas nos grupos.
- Música alta: todos/as caminham pela sala trocando entre si as fitas coloridas;
- Música baixa ou desligada: todos/as param e aguardam a ordem do/a coordenador/a que indicará a nova maneira de organizar os grupos.

• Despeçam-se do grupo e ao som da música voltem a caminhar pela sala;
• Nesse caminhar vocês continuam a compartilhar o que levam consigo...
• Enquanto caminham vão trocando com as demais pessoas a fita que levam junto de vocês.

- Pare a música;
- Peça que formem grupos com cores diferentes de forma que nenhuma se repita.
- Nos grupos partilhar sobre:
- O que na sua família, escola, igreja, grupo, círculo de amigos/as vocês acham valioso, importante?


8. Nova rodada:
- Coloque a música novamente e convide os/as participantes a caminharem.

* Enquanto caminham troquem as fitas uns com os outros.

- Após um breve tempo, pare a música novamente;
- Convide-os/as a formarem grupos da seguinte maneira:
* Formem grupos com 04 pessoas que tenham as mesmas cores.
* Quem não formou grupo aguarde a próxima rodada.
* Nos grupos conversem sobre:.

O que você gostaria que fosse diferente na sua família, escola, igreja, no seu grupo de amigos/as e como procura contribuir e se envolver com esse propósito?

9. Caminhando:
- Coloque a música novamente e convide os/as participantes a caminharem.
* Enquanto caminham continuem a trocar as fitas entre si.
- Após um breve tempo, pare a música novamente;
- Convide-os/as a formarem grupos da seguinte maneira:
* Formar grupos com 05 pessoas que tenham cordões de cores diferentes. (Obs.: No caso de estar trabalhando com o número mínimo de participantes forme grupos com 03 pessoas com fitas de cores diferentes. É preciso que algumas pessoas sobrem neste momento)
* Nos grupos conversem sobre
Daquilo que vocês ouviram e viram nessa dinâmica o que foi interessante que vale a pena ser compartilhado?

10. Última estação
- Caminhar pela sala, ao som da música.
- trocar entre si as fitas
- Parar a música
- Formar 06 grupos, independente da cor ou do número de integrantes.
- Estes serão os grupos de trabalho para o próximo passo: reflexão.

REFLEXÃO

Introduza este momento de reflexão fazendo um breve apanhado da dinâmica vivenciada até o momento. Por exemplo:

“ Na dinâmica experimentamos várias formas de convívio. Caminhamos sozinhos, ao mesmo tempo em que estivemos rodeados/as de pessoas. Isso não foi algo que nos trouxe satisfação, simplesmente caminhar sozinhos. Olhamos à nossa volta e percebemos que outras pessoas faziam o mesmo: caminhavam... saíam em busca de algo... desejavam chegar a algum lugar. Resolvemos partilhar um pouco da nossa vida e da nossa procura com outras pessoas. Num primeiro momento fizemos isso com pessoas “iguais a nós”, que tinham a mesma cor (fitas iguais), poderia ser o mesmo time, a mesma religião, os mesmos sonhos, a mesma procura... Mas também experimentamos partilhar com quem foi diferente de nós, com cores diferentes, com um time diferente, com um partido, uma religião, uma idade, um pensamento diferente do nosso. E depois dessas duas experiências nos tornamos mais seletivos: determinamos quem e quantos fariam parte do nosso grupo.  Como essa dinâmica acontece em nossa vida real, em nossos lares, em nossas amizades, nos grupos dos quais participamos? Esta é a proposta de continuidade para a reflexão.”
Textos bíblicos
Sugestão de textos que podem ser trabalhados com essa dinâmica. Dependendo do grupo com o qual se trabalha é possível adaptar as questões, selecionar um dos textos e explorar as situações que o próprio texto coloca.
- Lucas 15.3-7: Parábola da ovelha perdida
- Lucas 15.8-10: Parábola da moeda perdida
- Lucas 15.11-32: Parábola do filho pródigo
- Marcos 10.13-16: Jesus abençoa as crianças

1 - Conversar sobre os sentimentos que a dinâmica despertou?
2 - Como foi a experiência de ficar fora do grupo? Por quê?
3 – Como foi a experiência de ser parte do grupo?
4 – Na vida real, vocês já passaram pela experiência de serem incluídos ou excluídos? Como foi? Alguém interferiu?
5 – Como percebem essa realidade na comunidade? Quem tem espaço e quem não tem espaço nela? Por quê?
6 – O que atrai vocês nesta igreja?
7 – O que vocês buscam, o que encontram e o que vocês têm a oferecer na igreja?
8 – Que preocupações e que alegrias a igreja lhes proporciona?
9 – Se fossem fazer um retrato da igreja que sonham como seria?
Desafie o grupo para compartilhar sua reflexão com os demais fazendo uso de técnicas como o desenho, cenas estáticas ou mudas, objetos ou mesmo através de tópicos escritos.


PLENÁRIA

ORAÇÃO

Pastora Carmen Michel Siegle


 

REDE DE RECURSOS
+
Que ninguém procure somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros.
Filipenses 2.4
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br