Efésios 1.15-23 - Domingo Cristo Rei - 22/11/2020

15/09/2020

22/11/2020 – Domingo Cristo Rei
Pregação: Efésios 1.15-23; Leituras: Ezequiel 34.11-16,20-24; Salmo 95.1-7a; Mateus 25.31-46
Miss. Dulcenelda Schneider - Paróquia de Santarém - PA


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia. Que grande alegria, podermos estar aqui reunidos como Corpo de Cristo, Sua Igreja. Por isso podemos ter a certeza de que Ele nos acolhe nesta manhã. Que possamos todos sentir-se bem vindos sob a presença de Jesus.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
8 – Livro de Canto – Canção de chegada

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Nós estamos reunidos aqui em nome do Trino Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
O apóstolo Paulo escreveu aos Coríntios: “Jesus Cristo diz: Eu sou o Alfa e o ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim.” Apocalipse 22.13

.
CANTO DE INVOCAÇÃO
519 – Livro de Canto – Jesus Cristo é Rei e Senhor

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Amado Deus e Pai, estamos diante de ti, em mais um Domingo, dia de descanso, dia do Senhor. Dia em que Tu nos reúnes em tua casa como um só corpo. Sabemos Pai que a rotina e a repetição tem esfriado para muitas pessoas, a compreensão, o verdadeiro significado de podermos em liberdade nos reunir como Corpo de Cristo, e o real sentido, da grandeza e do amor de Deus por cada um de nós. Confessamos que estamos acostumados muitas vezes a assim agir, por isso te pedimos, ajuda-nos Senhor a reconhecer a falta de compromisso contigo. Ajuda-nos a reconhecer os nossos pecados, muitos deles ocultos aos nossos próprios olhos. Perdoa Senhor quando colocamos outros fundamentos e outros alicerces senão a Ti em nossa vida. Perdoa pelas vezes que celebramos, mas não comprometidos com os Teus ensinamentos e verdades. Dá que possamos ser filhos e filhas corajosos no sentido de agradecer, louvar, servir e obedecer, a cada novo dia. Por Teu Filho que morreu pelos nossos pecados, nosso Senhor e Salvador que pedimos. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Para quem confessa o seu pecado e de coração se arrepende ouve de Deus as palavras de perdão: “O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas aqueles que os confessa e deixa, alcançará misericórdia” (Pv 28.13).

 

KYRIE
Depois do momento de confissão e perdão dos nossos pecados, pedimos a Deus por todas as pessoas que ainda não o conhecem, sofrem dores e necessidades também físicas. Pedimos também pela Palavra que ela possa se tornar conhecida em toda a humanidade. Cantemos: /: “Ouve, Senhor. Eu estou clamando, tem piedade de mim e me responde. :/ (63 – Livro de Canto)

GLÓRIA IN EXCELSIS
Manifestemos Glória a Deus cantando juntos: Glória, glória, glória a Deus nas alturas. Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós.

ORAÇÃO DO DIA
Misericordioso Deus e Pai, que venceste o poder da morte, pela ressurreição de Jesus Cristo, teu Único Filho, e que desejas que cada um de nós testemunhe isto ao mundo através de palavras e ações, concede a cada um de nós fé e ilumina o nosso entendimento para que possamos olhar além túmulo, a fim de que nossos ouvidos e nosso coração percebam o que os nossos olhos não podem ver e as nossas mãos não podem tocar. Pedimos a Tua bênção em nome de Teu Filho amado, Jesus Cristo. Amem.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Ezequiel 34.11-16,20-24

2ª Leitura Bíblica: Salmo 95.1-7a

3ª Leitura Bíblica: Mateus 25.31-46

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
520 – Livro de Canto – Reina em mim

PREGAÇÃO

Efésios 1.15-23

Prezada comunidade!
Você já teve a experiencia de receber uma boa noticia a respeito de uma pessoa de quem você gosta muito, alguém que é muito precioso ou preciosa para ti, e que te motiva a orar por ela imediatamente?
Eu já e várias vezes. Imediatamente, com muita alegria no coração comecei a orar, agradecendo a Deus por esta notícia tão maravilhosa.
Foi exatamente isso que aconteceu com o apóstolo Paulo. Ele ouviu boas notícias a respeito do povo de Deus de Éfeso e feliz da vida, foi orar por eles assim que as boas notícias chegaram aos seus ouvidos.
Já havia se passado quatro anos desde quando ele estava com os efésios por três anos. Agora ele se encontrava preso em Roma, preso ele recebia visitas, e uma dessas visitas trouxe para ele notícias maravilhosas de que a igreja de Éfeso estava indo muito bem. Eles haviam entregado suas vidas à Jesus, foram redimidos pelo Filho do Pai, foram selados pelo Espírito Santo. Quando Paulo recebe estas notícias, Paulo muito feliz, ora pela igreja de Éfeso, dando graças a Deus e intercedendo pelo povo amado. Primeiro Paulo deu graças a Deus porque os efésios possuíam fé no Senhor Jesus. É hipocrisia dizermos que Cremos em Jesus como Salvador e não o confessarmos como Senhor.


Paulo disse que alguém somente é salvo se confessar com a sua boca que Jesus Cristo é Senhor e se crer que Deus o ressuscitou dentre os mortos (Romanos 10.9).
Os efésios depositaram toda a esperança deles de salvação, em Cristo, convictos de que a obra de Jesus foi suficiente para garantir-lhes a vida eterna.
Depois, Paulo deu graças a Deus porque os efésios possuíam amor por todos os santos. Esse amor se constituía num poderoso sinal de que eles eram de fato cristãos.
João ensinou que o amor ao próximo serve até como teste para se conhecer o verdadeiro cristão. Ele disse em 1 João 4.7,8: “amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor”.
O amor cristão é por todos os santos. É um amor sem discriminação, sem distinção. E a razão dele existir é porque Jesus nos amou primeiro, Jesus não ama o pecado mas ama todos pecadores, aqui estamos nós incluídos; e sabendo-se amados por Jesus devemos amar a todos irmãos irmãs em Cristo. É por isso que nos comovemos quando vemos nossos irmãos em Cristo sofrendo perseguições sem nunca termos conhecido a eles pessoalmente.
O amor é de fato muito importante no corpo na igreja de Cristo. Ele é a base fundamental sobre o qual os relacionamentos duradouros se constroem. O amor destrói muros e constrói pontes. De acordo com Paulo em 1 Coríntios 13.1-3, as mais impressionantes habilidades que alguém poderia ter, nada seriam sem o amor. É muito mais que um sentimento, é muito mais que uma atração ou uma emoção. João disse que não devemos amar de palavra nem de língua, mas de fato e de verdade (1 João 3.18). Assim os efésios amavam nos dias de Paulo, que alegria para esse servo de Deus.
Mas infelizmente, depois de passados alguns anos, eles se preocuparam em manter apenas a fé, esfriaram no amor. Jesus mandou João escrever as seguintes palavras a eles, em Apocalipse 2.2-4: “Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei que você não pode tolerar homens maus, que pôs à prova os que dizem ser apóstolos mas não são, e descobriu que eles eram impostores. Você tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu nome, e não tem desfalecido. Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor”. Palavras duras para o povo de Éfeso, palavras que nos fazem também pensar sobre como está o nosso “primeiro amor”. Onde está firmado a tua fé? Fé e amor devem andar juntos. Se apenas a fé for valorizada em detrimento do amor, a vida cristã se resumirá a um zelo doutrinário vazio de boas obras. No outro extremo, se enfatizarmos apenas o amor em detrimento da fé, a vida cristã será mero ativismo superficial, sem a real motivação para as boas obras.
Depois de dar graças a Deus, Paulo pediu que Deus lhes desse espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele. Muitos cristãos entendem esta passagem de modo errado. Entendem que precisam acessar uma esfera sobrenatural de conhecimento distinta da que podemos ter pela leitura da Palavra de Deus.
Não pense que Paulo se refere a um conhecimento que vai além das Escrituras. Quando Paulo diz “iluminados os olhos do vosso coração”, ele deixa claro que o espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento de Deus é algo dado pelo Espírito Santo que faz com que a pessoa entenda melhor o que Deus já revelou.
O coração é constituído de mente, vontade e emoções. Quando Paulo diz: “olhos do coração” ele indica que a nossa mente deve ser abastecida com o entendimento correto das Sagradas Escrituras. Nosso coração deve ser cheio do conhecimento de Deus.
Espírito de sabedoria não é o Espírito Santo, mas uma capacitação dada por ele. É uma disposição para fazer o que é certo, dizer o que é certo na hora certa.
Espírito de sabedoria é a disposição de agir na medida certa tomando as decisões certas, conforme o propósito maior de glorificar a Deus. Paulo então desejava que a igreja de Éfeso conhecesse mais a Palavra de Deus e que esse conhecimento pudesse ser aplicado na prática. Sabedoria de Deus é o conhecimento aplicado e vivenciado na prática. A sabedoria vem do conhecimento de Deus, vem da leitura da Bíblia, e nos faz priorizar o que é útil deixando o que é inútil de lado. A sabedoria nos faz aproveitar melhor o tempo através do discernimento do que é mais importante e urgente.


Por exemplo quem dirige com imprudência o faz por falta de sabedoria se expondo a perigos desnecessários. A falta de sabedoria promove a fofoca, inveja, ganância, orgulho, vaidade, arrogância e tantos outros males que nos afastam do Pai. A sabedoria nos previne de pecados terríveis como o adultério, a fornicação, a corrupção financeira, a pornografia, a intriga e a rebeldia contra Deus! Isso nos leva a conclusão de que precisamos de sabedoria! “O temor do Senhor é o princípio do saber”, diz Salomão em Provérbios 1.7, “mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino”. Para se alcançar sabedoria fica a dica: “De tudo o que tens ouvido, o importante é: teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem”.
O objetivo de Paulo ao pedir que Deus desse espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele aos efésios, é de que eles soubessem três coisas:
1 - Que a igreja de Éfeso pudesse compreender tudo o que estava envolvido no processo do chamado que Deus opera na vida do pecador. Somente através do chamado eficaz de Deus é que conseguimos enxergar as verdades espirituais. Tendo o Espírito Santo em nossa vida, temos certeza de que receberemos a herança, porque o Espírito Santo derramado em nossos corações é a garantia de que receberemos a herança final. Tendo o Espírito Santo, nós temos a expectativa confiante do futuro glorioso. E se compreendermos como será nosso futuro, poderemos modificar nosso presente, vivendo de modo agradável a Deus, em obediência firme à sua Palavra.
2 - Paulo pediu em sua oração que os crentes de Éfeso soubessem qual é a riqueza da glória da sua herança nos santos. Malaquias 3.17, o povo de Deus pode ser considerado a herança de Deus: No dia em que eu agir, diz o Senhor dos Exércitos, eles serão o meu tesouro pessoal. Eu terei compaixão deles como um pai tem compaixão do filho que lhe obedece.” O Salmo 33.12 diz que Deus tem um povo escolhido para ser sua herança. Por outro lado, o Salmo 73.26 diz: “O meu corpo e o meu coração poderão fraquejar, mas Deus é a força do meu coração e a minha herança para sempre. Ao mesmo tempo em que Deus reservou uma herança para seu povo, seu povo é a sua herança.
Colossenses 1.12, Paulo diz: “dando graças ao Pai, que nos tornou dignos de participar da herança dos santos no reino da luz”.
v.19 – Paulo enfatiza a grandeza do poder de Deus mediante o uso de algumas palavras diferentes que quero aqui citar: poder - aos que creem no evangelho e receberam poder quando o Espírito do Senhor veio sobre eles. Eficácia - indica a força do Espírito Santo que habilita os crentes a viverem para o Senhor.
Não pense no poder que removeu a pedra do sepulcro; pense antes no poder que transformou o corpo de Cristo, restaurando-o completamente depois de ser dilacerado na crucificação. Pense no poder que restaurará nosso corpo mortal transformando-o em um corpo celestial, espiritual, sem qualquer efeito do pecado e da morte! (1 Co 15.50-58). Pense no poder que deu a Cristo o nome que está acima de todo nome, acima de todo principado, de toda criatura no presente e no futuro. Pense no poder que levou Cristo às alturas para assentar-se à direita de Deus. Este é o mesmo poder que está sendo empregado em nossa salvação, para a glória de Deus. Pense que se Deus é por nós, quem será contra nós? O poder empregado em nossa salvação é o mesmo que pôs todas as coisas debaixo dos pés de Cristo, e o deu à igreja, para ser o cabeça sobre todas as coisas. Esta igreja, sob o riquíssimo poder de Deus em ação, é o corpo de Cristo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas (Colossenses 1.15-19). Que todos nós tenhamos nossos olhos abertos a fim de poder enxergar quão ricos somos por estar em Cristo! Amém

HINO
522 – Livro de Canto – Jesus Cristo – esperança do mundo

CONFISSÃO DE FÉ
Confessemos a fé no verdadeiro, único, Senhor e Salvador, com as palavras do Credo Apostólico.
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
84 – Livro de Canto – – Te agradeço


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Senhor Deus, tu nos fizeste santos, porque nos escolhes-te, porque reabriste o caminho para ti. Faze-nos entender sempre melhor esta oferta e responder de acordo na nossa vida cotidiana. Senhor, tu nos fizeste santos; faze-nos agir como santos. Agradecemos-te pela tua Palavra, que nos é presenteada como testemunho vivo do teu grande amor por nós, e portanto, onde nós podemos em nossa vida terrena depositar toda a nossa confiança e esperança de que contigo somos mais que vencedores. Dirigimos a ti também neste momento para interceder em favor daqueles que listamos acima, ... Por todos aqueles que se sentem cansados e desanimados. Socorre-os e auxilia-os em nome de Jesus Cristo que nos ensinou a orar.

Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o SENHOR sobre ti levante o rosto e te dê a paz.

ENVIO
Confiantes, vão em paz e sirvam ao Senhor

CANTO FINAL
300 – Livro de Canto – – Deus vos guarde pelo seu poder.


Autor(a): Missionária Dulcenelda Schneider
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 58886
REDE DE RECURSOS
+
Cristo nos libertou para que nós sejamos realmente livres.
Gálatas 5.1
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br