Eixos temáticos dão pistas para a caminhada missionária

20/07/2006

Na tarde do sábado, os participantes do Fórum Nacional de Missão escolheram dentre nove eixos de reflexão propostos, para, a partir do trabalho em pequenos grupos, propor encaminhamentos a partir destas áreas específicas para a caminhada missionária de nossa Igreja. Os eixos foram os seguintes:

Missão e Formação: Programa de Educação Cristã Contínua (Romeu Martini), Educação Teológica à Distância - FATEV (Elisabeth Blauth), Curso de Teologia Popular - Sínodo Uruguai (Silvia Beatrice Genz);

Missão e Comunicação - Armando Maurmann

Missão e Edificação de Comunidade - Paulo Butzke

Missão e Diaconia - Vera Walber

Missão e Culturas - Selenir Gonçalves Kronbauer e Hans Trein

Missão e Sustentabilidade - Ingrit Vogt

Missão, Crianças e Jovens: Silvia Weingartner, Anegriet Röpke Haertel e Debora Raquel K. Conrad

Missão e Ecumenismo - Rui L. Bernhard

Missão e Evangelização – Jairo Menezes dos Santos e Douglas Wehmuth

Do grupo de formação, entre outros tópicos veio a sugestão de formação de equipes sinodais de formação, com já existe em alguns sínodos, um maior intercâmbio e promoção e disponibilização eletrônica de materiais a partir do Departamento de Educação Cristã.

“Crianças e jovens não são o futuro da igreja, mas o presente”, frisou o grupo que abordou esta temática, e trouxe indicativos semelhantes com os trazidos pelo grupo que abordou a formação, como o de intercambiar materiais e disponibilizar mais subsídios para o trabalho com estes importantes segmentos.

Já o grupo de comunicação propôs a criação de equipes de apoio à comunicação nas paróquias e comunidades, criando e fortalecendo a consciência da importância da comunicação enquanto ferramenta de missão.

Falando sobre edificação de comunidades, o grupo destacou a importância de trabalhar a espiritualidade e a confessionalidade, tornando as comunidades “não apenas casas, mas lares”- uma alusão do grupo à necessidade de apostar, cada vez mais no relacionamento e na acolhida.

Encontrar, conviver e partilhar para conhecer e desmistificar preconceitos foi uma das tônicas do grupo que discutiu missão e cultura. Ele também trouxe o incentivo de construção da identidade a partir de vínculos com as comunidades e o incentivo a uma maior troca entre culturas, desenvolvendo não apenas uma missão transcultural, mas intercultural, valorizando também as minorias étnicas. Também deste grupo o reforço da disposição do Conselho de Missão entre índios em auxiliar na solução não violenta de conflitos entre índios e não índios.

O grupo de Ecumenismo trabalhou em cima do documento da Federação Luterana Mundial – Missão e contexto – e do texto “Dez mandamentos da Igreja Missionária”, de Gottfried Brakemeier, e dos resultados da conferência mundial sobre missão, realizada pelo Conselho Mundial de Igrejas. A partir daí, reforçaram a importância da vivência ecumênica com estimula da caminhada missionária, mantendo-se a clareza que os caminhos devem apontar sempre para Jesus Cristo.

A evangelização deve ser direcionada para grupos que são alvos da missão, como uma forma de permanente cuidado e apoio, foi o que destacou o grupo que se ocupou do tema, que também destacou a importância da evangelização e o desejo de que o Espírito Santo continue agindo na igreja.

O que é diaconia? O grupo que abordou o tema destacou a importância de responder a esta pergunta, informando tudo que é realizado e incentivando o seu desenvolvimento. Para isto, foi indicada a necessidade da formação diaconal das lideranças, de forma contínua. Outro indicativo do grupo foi a sugestão de incentivo a ocupação de espaços públicos, como formas de testemunho.

O grupo que discutiu sustentabilidade compartilhou a importância deste diálogo visto que o “pulmão da igreja” está muito ligado aos projetos missionários. Assim, é preciso buscar alternativas de sustentabilidade internamente, organizando ações, clareando objetivos e desenvolvendo iniciativas a partir de projetos bem estruturados.

Leia também:

Documento de Campeche: o rosto da IECLB esta mudando
Um olhar sobre o Fórum Nacional de Missão
Ser sal da terra e luz do mundo: o compromisso do Fórum Nacional de Missão
Eixos temáticos dão pistas para a caminhada missionária
Fórum: abordagem bíblica da missão
Compartilhar de experiências: finita mostra do infinito amor
Fórum: grupos refletem carne e cultura
Contexto sociocultural e religioso: paixão e carne
Fórum Nacional de Missão: entusiasmo para ouvir e participar marca o primeiro dia
Missão a partir da IECLB: um olhar para a história recente
Fórum: Ingrit Vogt desenha contexto atual da missão na IECLB
Fórum Nacional de Missão: Missão é essência, não acessório
 

COMUNICAÇÃO
+
À casa de Deus não pertence nada mais que a presença de Deus com a sua Palavra.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br