Em 76, quase 60% preferiram suplemento alemão

PESQUISA DE OPINIÃO

01/08/1988

Em 76, quase 60% preferiram suplemento alemão

Nos anos de 1976 e 1983, o Jornal Evangélico realizou, entre seus leitores, duas pesquisas de opinião. Como diria o editorial da edição n° 2 de 1984, a pesquisa pretendia ser uma tomada de pulso, necessária para a avaliação do próprio trabalho da redação.

Ambas as pesquisas trabalharam no sentido de verificar o perfil do leitor do JOREV, como sua idade média, grau de instrução, renda média ou assuntos de seu interesse dentro do jornal.

Um dos pontos das duas pesquisas, entretanto, estava na pergunta: o que mais gostam de ler no Jornal Evangélico? A pesquisa realizada em 1976, neste sentido, foi mais específica, pois apontava os assuntos e pedia o voto do leitor na ordem de preferência. O levantamento realizado em 1983, por sua vez, apenas fazia a pergunta e deixava livre a resposta.

PREFERÊNCIA

Na pesquisa realizada em 1976, ganhou 56,92% da preferência dos leitores o suplemento alemão, enquanto na de 83 havia apenas algumas manifestações a favor do suplemento, não computadas percentualmente. As notícias das comunidades ficaram em segundo lugar, com 54,47% da preferência em 1976, enquanto os anúncios familiares ganharam 45,18%; a página O Cristão e o Mundo, 42,38%; meditação, 28,55%; 'A Palavra do Leitor, 24,69%; e Preto no Branco, 19,61%.

Receberam votos ainda daquela vez artigos de fundo, com 17,51%; última página, com 16,29%; Página Jovem, com 14,71%; artigos em série, com 14,01%; editorial, com 11,91% e anúncios comerciais, com 4,90%.

Já a pesquisa de 1983 apontava a coluna O que vai pela IECLB como a mais lida. Logo após seguiam Notícias das Comunidades e Preto no Branco. Meditação, Nova Paisagem e Cartas ocupavam o quarto, quinto e sexto lugares, respectivamente.

POLÍTICA

Se, por um lado, a pesquisa realizada em 1983 deixava a desejar no sentido da escolha dos leitores na preferência do assunto abordado pelo JOREV, ela levou vantagem em relação à pesquisa de 1976, porque permitiu aos leitores expressarem suas opiniões de forma mais crítica.

Neste sentido, os leitores entrevistados em 1983 entendiam que a Igreja e, por consequência o seu jornal, não deveriam se meter tanto em política. Para eles, apesar do tema da IECLB em 1982 ter sido Terra de Deus — Terra para todos, o jornal falou demais do tema Terra.

Os leitores em 1982 queriam mais matérias de cunho edificante, de orientação, reflexão, assuntos com mensagens positivas. Uma enormidade de pedidos pede mais espaço para os jovens dentro do JOREV, dizia a pesquisa de 1983. Da mesma forma, naquele ano, os leitores pediam mais matérias de suas Regiões, ampliação do suplemento em alemão e mais noticias do mundo em geral. O suplemento Nova Paisagem foi um dos mais comentados pelos leitores naquela pesquisa, sugerindo, inclusive, a sua ampliação.


Voltar para índice de Um Século de História de Nossa Imprensa 
 

HISTÓRIA
+
Ser batizado em nome de Deus é ser batizado não por homens, mas pelo próprio Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br