Ernst Christoph Homburg (1605-1681)

Obra e Biografia

29/06/2012

Ernst Christoph Homburg (1605-1681) HPD nº 51 e 75

Nasceu: 1º de janeiro de 1607, em Mihla (perto de Eisenach), Alemanha.

Faleceu: 2 de junho de 1681, Naumburg, Sachsen (Saxônia).

Ernst Christoph Homburg era filho do pastor Berthold Homburg . A partir de 1632 ele estudou em Wittenberg, de acordo com a educação recebida dos pais. Mas ele preferiu o estudo da jurisprudência. Os primeiros poemas dele eram seculares, incluindo muitas canções de amor e cantigas ao beber, conforme a moda estudantil da época. A partir de 1635 ele residia em Hamburgo. Dali fez uma viagem a Holanda. 1638 mudou para Dresde, e dois anos depois para Jena. Esta vida irrequieta terminou somente em 1642, quando ele se radicou em Naumburg/Saale, onde encontrou um emprego fixo como secretário do Conselho de Jurados e Advogado. No mesmo ano ele casou.

Em 1648, ele foi admitido à Sociedade de Frutificadores (Fruchtbringende Gesellschaft, que visava manter pura a língua alemã), e posteriormente se tornou um sócio da Ordem do Cisne do rio Elbe fundada por ►Johann Rist em 1660. Pelos seus contemporâneos Homburg foi considerado como poeta de primeiro grau.

Dificuldades domésticas que surgiam das doenças dele e da sua esposa em 1659, e outras aflições, levaram-no a buscar a Deus. E a experiência de ser salvo de pestilência e de violência o levou a colocar toda sua confiança em Deus e a dedicar-se mais a poesias sacras. A edição colecionada dos seus hinos apareceu em duas partes em Jena e em Naumburg, ambas em 1659, Volume 1 como Geistlicher Lieder, Erster Theil, com 100 hinos; e Volume 2 como Ander Theil com 50 hinos. No prefácio ele fala deles como sua labuta dos Domingos, e diz, eu fui induzido especialmente e compeli à composição deles pelas aflições domésticas ansiosas e doloridas pelas quais Deus, por algum tempo, me colocou de lado. Seus hinos se distinguem por simplicidade, fé firme, e vivacidade, mas freqüentemente falta vigor poético e são um tanto sombrios, com traços melancólicos.

Hinos de sua autoria são:
.
Jesu, Meines Lebens Leben...(EG nº 42) = Cristo, manancial da vida, tu sofreste morte e dor (HPD nº 51), com melodia de ►Wolfgang Wessnitzer, 1661; uma meditação sobre sofrimento e morte de Jesus, terminando cada estrofe com Agradeço-te, Senhor, mil, mil vezes, com fervor; e a última estrofe inteira é um voto de louvor e gratidão.

Ach wundergrosser Sieges-Held ..(EG nº 71) = Ó grande herói, triunfador, remiste o mundo pecador (HPD nº 75), com melodia de ►Philipp Nikolai, 1599. É uma oração ao Cristo ressuscitado que subjugou morte e inferno e foi exaltado ao céu, e termina com o pedido Ó concede que lutando, crendo e orando, te sirvamos. Dá que em teu poder vençamos!

Fonte: www.cyberhymnal.org/ Kleines Nachschlagewerk zum Evangelischen Gesangbuch für Bayern und Thüringen

Michael Hanst Homburg, Ernst Christoph em BBKL, Volume II (1990), Colunas 1016-1017 www.bautz.de/bbkl


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15587
REDE DE RECURSOS
+
Deve-se orar de forma breve, mas seguidamente e com convicção.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br