Eu trilho a obscura estrada

Música

01/01/1965

1. Eu trilho a obscura estrada
batendo o meu tambor.
Indago a obscura estrada,
Indago-a sem temor,
Indago-a todos os dias,
ao som do tambor a rufar.
Indago. a todos os dias,
irmão, vem me acompanhar.

Estribilho:
Espera, irmão dá volta, irmão
e deixa de te iludir.
Conheço a estrada que leva,
irmão, que nos leva ao grande porvir.
Vem já agir sem tempo a perder
enquanto tu vês esta luz
Deus, é o Senhor e nos quer proteger
pois o irmão por nós clama,
o irmão por nós clama,
confiando em Cristo Jesus.

2. Irmão, a estrada é obscura
e meu rosto é obscuro também,
Irmão, desconheces a estrada
E a sujeira e a lágrima também.
Não ouves o som dos tambores,
o som dos tambores a rufar?
Meu trilho é a obscura estrada
e não há quem me queira acompanhar.


Autoria da letra e da melodia: Klaus Kleinau
 


Autor(a): Klaus Kleinau
Âmbito: IECLB / Organismo: Juventude Evangélica - JE
Natureza do Texto: Música
ID: 47326
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
Nós não anunciamos a nós mesmos. Nós anunciamos Jesus Cristo como o Senhor.
2Coríntios 4.5
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br