Filipenses 3.17-4.1 - 2º Domingo na Quaresma - 17/03/2019

Caderno de Cultos 2019

17/03/2019

17/03/2019 - 2º Domingo na Quaresma
Pregação: Fl 3.17 - 4.1; Leituras: Gn 15.1-12, 17-18; Sl 27; Lc 13.31-35
P. Lauri Jackson Lenz – Paróquia Evangélica do Araguaia - GO

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
“Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16) Hoje nós nos reunimos aqui como Comunidade Cristã porque Deus o permite. Ele é o anfitrião e nós os convidados. Sejam bem vindos a esta casa que é casa de Deus. Aqui cada um pode se achegar com suas alegrias, como seus sonhos, mas também com suas dores e sofrimentos na certeza de que Deus está conosco em todos os momentos, de que Ele nos ama ao ponto de entregar aquilo que lhe é mais precioso para que nós, míseros pecadores, possamos ter a vida eterna.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
09 - LC – Esta é tua casa

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos reunidos aqui hoje não em nosso próprio nome, mas em nome daquele que é o doador e mantenedor da vida e de tudo aquilo que existe. Nos reunimos enquanto Comunidade em nome de Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
14 - LC – Deus está presente

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Romanos 13.10 ensina: “Quem ama os outros não faz mal a eles.” Ainda que busquemos o bem, ainda que procuremos viver de acordo com a vontade de Cristo, somos pecadores. Falhamos diante de Deus e do nosso próximo. Nosso pecado pesa em nossos ombros e tira a alegria da vida. Mas Deus em sua misericórdia vem ao nosso encontro com palavras de perdão e graça. Por isso, vamos abrir nosso coração e confessar os nossos pecados. Juntos recitemos as palavras do hino 43 do Livro de Canto. (Se a comunidade souber pode cantar)

44 – LC – Das profundezas clamo a ti.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Em Gálatas 3.26 assim diz: “Por meio da fé em Jesus Cristo, todos vocês são filhos de Deus.” Deus em Cristo vem ao nosso encontro e nos estende a sua mão. O perdão de Deus alcança a todos e todas que se arrependem dos seu pecados e os confessam a Deus. Por isso, a estes declaro: Perdoados estão os teus pecados. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

KYRIE
Em nosso mundo há muitos motivos de dor e sofrimento. Pessoas sofrem por causa das guerras, do desemprego. Mulheres são vítimas de violência domestica e de assedio no trabalho. Crianças continuam passando fome, são vendidas para a prostituição, são sexualmente violentadas. Sim, nosso mundo clama por misericórdia, pela misericórdia de Deus. Por isso, clamemos cantando Kyrie Eleison.

56 – LC – Pelas dores deste mundo.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Deus ouve o clamor do seu povo. Deus não nos deixa sozinhos com nossas inquietações, com nossas dores. Ele se compadece da sua criação de tal forma que padeceu na cruz para dar vida e esperança aqueles que nele creem. Por isso, louvemos ao nosso Deus cantando Glória.
140 – LC – Gloria Patri

ORAÇÃO DO DIA
Santo e Todo-poderoso Deus graças te rendemos por esse nosso momento de celebração. Te somos gratos porque Tu nos chamaste para esse encontro e aqui nos serves com a tua Santa Palavra. Tu estiveste conosco durante a semana que passou e sempre que necessitamos respondeste as nossas orações. Sê Tu presente aqui neste culto e dá que tua Palavra nos oriente para uma vida dedicada a Ti. Que possamos aprender com Paulo a nos mantermos firmes na fé mesmo em meio as adversidades. Concede que as ofertas da época confusa em que vivemos não nos afastem da tua vontade. É isso que pedimos e agradecemos em nome de Jesus Cristo, teu Filho e nosso Senhor, que contigo e com o Espírito Santo vive e reina de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Gn 15.1-12, 17-18

2ª Leitura Bíblica: Sl 27

3ª Leitura Bíblica: Lc 13.31-35

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
171 - LC – Ontem, hoje e sempre

PREGAÇÃO
Texto da Pregação: Fl 3.17 - 4.1
Queridos irmãos, queridas irmãs em Cristo Jesus, nosso Senhor.
Estamos no tempo da quaresma, tempo de oração e de reflexão; de voltarmos corações, pensamentos, nossa vida para Deus. Neste dia em especial somos chamados a olharmos para o modo como vivemos e buscarmos em meio ao mundo, mas não como os do mundo, vivermos a nossa esperança.
Não há como negar que nos últimos anos a nossa sociedade se transformou radicalmente, ainda que enquanto seres humanos as nossas necessidades básicas continua sendo as mesmas: temos necessidade de amor, de cuidado, de afeto, de alimento, de reconhecimento e de fé. Porém, diferente de algumas gerações que passaram vivemos hoje numa sociedade de extremos e naquilo que diz respeito a fé não é diferente. Há pessoas caindo no extremismo de uma fé totalmente fundamentalista e que não respeita o sentimento e o pensamento alheio; uma fé cega para realidade, para a vida, para as necessidades das pessoas. Esse tipo de fé e religiosidade só se importa com a alma das pessoas e se esquece do corpo. Por outro lado há cada vez mais pessoas que abandonam a fé de Jesus Cristo, que vivem religiosidades individualistas; que fazem do dinheiro, do mercado, do partido político, do sexo, da internet, das mídias sociais a sua religião.
É em meio a esta sociedade plural e dividida somos chamados a anunciar o Evangelho. Somos chamados a lembrar às pessoas de quem é Jesus Cristo e não nos deixarmos influenciar pelo tempo presente. Não podemos permitir que a barbárie, o hedonismo, a falta de compaixão, os sentimentos egoístas, a ganância tomem conta do nosso ser e nos levem para longe de Deus.
Na carta aos Filipenses o Apóstolo Paulo chama a comunidade a seguir os seus passos. Só pode fazê-lo quem sabe para onde quer caminhar ou irá guiar as pessoas para a ruína, para o pecado e para a morte. Continuem a ser meus imitadores, diz Paulo.
Imitar! Influenciar! Situações bem conhecidas nos dias de hoje. Quem você segue? Quem você imita? Por quem você se deixa influenciar e quem você influencia? Que tipo de influência paira sobre a tua vida? Em nossa sociedade são comuns os influenciadores digitais. Você já ouviu falar deles? Com certeza o teu filho/a, teu neto/a, afilhado/a já ouviram falar deles. Se é que não os seguem e se deixam influenciar por um destes internautas influenciadores que tentam colocar a sua visão de mundo, de sociedade, o seu jeito de viver e vestir, de amar, sua compreensão de sexualidade na cabeça das pessoas, também na nossa. Não sou contra as mídias sociais, mas sei que enquanto muitos pais e mães trabalham seus filhos e filhas estão no quarto de casa sendo influenciados por pessoas estranhas, ensinando os jovens, os adolescentes e as crianças conceitos que muitas vezes os levam para longe de suas famílias e daquilo que nós, enquanto cristãos, vemos como a orientação correta para a vida, para uma vida com dignidade e com responsabilidade.
A roda de conversa na qual se ensinavam aos filhos/as o caminho da vida já quase não existe mais. É cada um atrás de uma tela. Famílias vão sucumbindo, jovens se perdendo, casamento se desfazendo, a sociedade entrando em colapso. Mas, o que fazer em meio a tudo isso? Uma resposta encontramos na carta de Paulo aos Filipenses. Ali temos uma orientação clara a respeito de quem devemos seguir. Somos cristãos ou não? Se a nossa resposta for sim, sigamos a Jesus Cristo, sigamos seus ensinamentos, sejamos seus imitadores, vivendo o evangelho dia após dia e anunciando que um novo mundo ainda é possível.
Lembremos o que nos diz a carta aos Filipenses 3.17-4.1 (Ler o texto mais uma vez)
O que Paulo nos ensina? O que ensina está de acordo com os ensinamentos dos influenciadores nos nossos dias? Quando olhamos para as inúmeras mensagens que enviamos ou recebemos nas mídias sociais, tentando influenciar pessoas, estamos a serviço de Deus ou do diabo?
O exemplo de Paulo, no seguimento a Jesus Cristo, após sua conversão está no testemunho, numa vida nova baseada no amor, na entrega, na doação. Ele vive sua fé até as últimas consequências e, como nós nos dias de hoje, sabia da existência dos inimigos de Cristo, daqueles que querem nos fazer acreditar que aquilo que é vergonhoso aos olhos de Deus é correto e normal, que querem nos fazer acreditar que as coisas deste mundo podem nos levar a Deus, e para isso, muitas vezes deturpam ou pegam um fragmento da palavra de Deus, assim como fez o diabo no deserto, para ludibriar e enganar as pessoas, pregando o ódio, a morte, uma sexualidade vazia de sentido, o uso e abuso das relações humanas, transformando a vida em mercadoria e as pessoas em objetos. Paulo diz com todas as letras: “Eles vão para a destruição no inferno porque o deus deles são os desejos do corpo. Eles têm orgulho daquilo que devia ser uma vergonha para eles e pensam somente nas coisas que são deste mundo.” Não há meias palavras. Paulo é direto e a sua mensagem atinge em cheio aquilo que se prega fora da igreja pelos influenciadores do tempo presente. Para estes e aqueles que os seguem se não converterem-se não há esperança; pois a esperança em Cristo Jesus é para aqueles que creem, que procuram viver a fé, que ao caírem arrependem-se dos seus pecados e humildemente voltam-se a Deus.
Se por um lado Paulo denuncia àqueles que se tornam inimigos de Cristo, por outro lado anuncia esperança e graça aos que creem.
Que o conselho de Paulo a comunidade dos Filipenses possa ser também arrimo em nossa existência e que ele possa nos animar a seguirmos aquele em quem não há dúvida e nem caminho errado, aquele no qual nós podemos de fato confiar a nossa vida e a nossa morte. Desejaria que Paulo pudesse dizer o mesmo da nossa Comunidade que disse da comunidade dos Filipenses no que diz respeito à vida de fé e com essas palavras encerro a pregação: “Meus queridos irmãos, Sinto muitas saudades de vocês. Vocês me fazem tão feliz, e eu me orgulho muito de vocês! Portanto, continuem firmes, vivendo unidos com o Senhor.” Amém.


HINO
415- LC – Eis que aquele que adoramos

CONFISSÃO DE FÉ
Como resposta a pregação da Palavra, lembrando que somos chamados a firmeza de fé, confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
567 - LC – Canção do cuidado


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
Amado e misericordioso Deus a Ti chegamos nesse Tempo na Quaresma. Tempo de reflexão e preparação para a Semana Santa e para a Páscoa, a festa da vitória da vida sobre a morte. Nesse tempo somos chamados a olhar para nossas vidas e buscarmos transformar o nosso coração. Tu nos conheces e antes mesmo de podermos expressar com palavras já sabes das nossas necessidades. Por isso, intercedemos pela Igreja em todo o mundo para que ela possa realmente ser sal e luz, que a Tua palavra possa ser pregada de modo correto a fim de que possa transformar a vida das pessoas. Também oramos pelos nossos governantes para que eles cuidem bem do teu povo. Oramos pelas pessoas enfermas, enlutadas, por aquelas que não têm lar para que elas encontrem corações solidários...

1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Deus de poder, que a ousadia de teu Espírito nos transforme; que a doçura de teu Espírito nos dirija; que os dons de teu Espírito nos capacitem para servir-te e adorar-te, agora e sempre. Por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

ENVIO
Vamos, pois, na paz de nosso Senhor Jesus Cristo e como filhos e filhas fiéis sirvamos em alegria.

CANTO FINAL
604 - LC – Guia-nos, Jesus
Ou _________


Autor(a): Pastor Lauri Jackson Lenz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Quaresma
Perfil do Domingo: 2º Domingo na Quaresma
Testamento: Novo / Livro: Filipenses / Capitulo: 3 / Versículo Inicial: 17 / Versículo Final: 21
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 50514
REDE DE RECURSOS
+
A fé exalta a pessoa e transporta-a para junto de Deus, de tal modo que Deus e o coração humano tornam-se uma só realidade.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br