Filipenses 3.4b-14 - 5º Domingo na Quaresma - 07/04/2019

Caderno de Cultos 2019

07/04/2019

07/04/2019 - 5º Domingo na Quaresma
Pregação: Filipenses3.4b-14 Leituras: João 12.1-8; Isaias 43.16-21;
P. Valdir Hobus – Paróquia de Sinop - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Boa noite/ bom dia.


Queridos irmãos e irmãs em Cristo! Somos acolhidos neste culto com a Palavra bíblica das senhas diárias: “Jesus Cristo diz: O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente”.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
LC 05 – Aqui chegando, Senhor
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Celebramos este culto em nome do Trino Deus, Pai – Criador de todas as cosias, Filho – que mesmo morrendo, está vivo e nos oferece a vida eterna, e Espírito Santo – que nos vivifica e santifica pela Fé. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
LC 412 – Foi no Calvário

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Assim como arrumamos a casa para a chegada da Páscoa, limpamos, jogamos fora o que não nos serve mais, fazemos uma grande faxina... também nosso coração, que acumula pecado, culpa e sujeira, precisa ser limpo. Como pessoas amadas e amparadas por Deus, podemos contar-lhe tudo o que nos tira a paz. Fazemos isso na certeza de que Ele nos ouve, e quer nos perdoar. Por isso, neste momento de silêncio, queremos todos confessar nossos pecados a Deus orando. (Incentivar a comunidade a fazer sua oração/confissão individual).
Oremos: “Pai querido, estamos aqui porque precisamos de ti, do teu amor e do teu perdão. Confessamos a ti nossos pecados, que diariamente cometemos com nossas palavras, nossos pensamentos, nossas atitudes e nossa omissão. Sabemos e reconhecemos que não vivemos como convém, e nem buscamos fazer a tua vontade o tempo todo. Por isso pedimos-te que tenhas misericórdia de nós, e nos perdoe. Pedimos-te ainda que tua Palavra nos mostre o caminho que queres que sigamos. Agradecemos-te por teu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, e pelo perdão conquistado na Cruz. Amém.

 

 

ANÚNCIO DO PERDÃO
O onipotente e misericordioso Deus teve compaixão de nós. Ele entregou, por nós, seu Filho unigênito à morte, e, por amor dele, perdoou-nos todos os pecados; deu, também, a todos os que creem em o nome dele, poder de tornarem-se filhos de Deus, e prometeu-lhes o seu Espírito Santo. Amém
KYRIE
Como Pessoas agraciadas por Deus com seu perdão, nos voltamos para as dores do mundo no qual vivemos. Olhamos em volta e observamos o sofrimento, a dor, a angustia de toda a criação. Por isso queremos rogar juntos para que Deus tenha piedade. Assim também nos comprometemos a sermos instrumentos de transformação, que Deus quer usar no mundo. Cantemos: Tem Senhor piedade (3x).

ORAÇÃO DO DIA
Obrigado Pai Celeste, por nossa vida e por podermos estar aqui. Pedimos-te que nos abras o coração e os ouvidos, para que tua Palavra encontre morada em nós. Envia teu Espírito e renova nossas vidas. Amém.
LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: João 12.1-8

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
LC 165 – Estou pronto Senhor

2ª Leitura Bíblica: Isaias 43.16-21

 

PREGAÇÃO
FILIPENSES 3.4-14
Estimada comunidade,
Gostaria de apresentar-vos um personagem de grande importância para todos nós. Trata-se de alguém que tem motivos de sobra para se orgulhar e sentir-se independente de qualquer pessoa. Antes de falar o nome deste personagem, vamos descobrir algumas de suas qualidades. Para isso, deixemos que ele mesmo se apresente:
Carta enviada à comunidade de...
“Saúdo-vos com a paz de Cristo amada comunidade de ........................; Estou enviando esta carta para apresentar-lhes um pouco sobre mim: nasci na galiléia, descendente da tribo de Benjamim. Esta tribo judaica tem reputação de ser valente e habilidosa na guerra, e por ter grandes nomes da história israelita na sua genealogia. Meus pais mudaram-se para Tarço quando eu ainda era pequeno. Meu pai foi funcionário do governo, e por isso tinha regalias, entre elas, a honra de ser considerado cidadão Romano, que lhe dava passe livre por todo o reinado. Tive a honra de estudar em Jerusalém, sob os ensinamentos do grande mestre Gamaliel, onde aprendi a ser zeloso para com a lei, e tive contato com toda sorte de filosofias e ensinamentos da época.

Como membro da assembleia do Sinédrio, recebi autoridade oficial para dirigir uma perseguição contra os cristãos. Enfim, eu era alguém importante e respeitado!
Mas, Tudo isso não é nada diante da grandeza do que Cristo fez por nós! É nisto que baseio minha vida, e todo meu ministério!
Com carinho... Paulo, o apóstolo de Cristo.
Estas palavras descrevem um pouco de quem era este personagem tão importante para o Novo Testamento. Paulo realmente era alguém que tinha do que se orgulhar, tinha motivos de sobra para se sentir autossuficiente. Mas, ele sabe que seu ministério não está alicerçado em suas capacidades. Gostaria de destacar algumas passagens que nos mostram como Paulo entendia seu ministério:
1) O chamado
“Paulo, apóstolo, não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai...” (Gl 1.1)
Uma vida construída sobre bases invejáveis! Era isso que Paulo tinha. Como vimos nas palavras iniciais, Paulo não tinha do que reclamar. Sua educação, sua posição social, seu envolvimento com o poder daquela época, poderiam fazer qualquer um se sentir seguro de si mesmo.
Quem dentre nós não se sentiria seguro tendo uma biografia destas? Estudar com um dos maiores mestres da época era motivo de orgulho. Onde fosse apresentado o curriculum de Paulo, ele seria aplaudido e até venerado.
Gamaliel foi um dos maiores mestres do tempo de Paulo, reconhecido em diversos relatos históricos, mesmo fora da Bíblia. Ele era um judeu ortodoxo, que procurava incutir nos seus alunos todo o zelo e a radicalidade da lei do Antigo Testamento.
Mas não para por aí: Paulo tinha cidadania Romana. Com isso ele podia exercer cargos, não era obrigado a pagar impostos (pois somente os escravos pagavam).
Como se não bastasse, Paulo tinha sangue judeu, da descendência de Benjamim. Uma tribo sob a qual repousava a promessa de Deus! Isto era motivo de sobra para se sentir autossuficiente.
Mas Paulo reconhece que seu ministério está alicerçado não em homens, mas no próprio Cristo, crucificado e ressurreto.
Homens podiam garantir-lhe fama, poder terreno e reconhecimento. Mas somente Cristo é a verdade que traz salvação. Um sentido que vai além do reconhecimento humano.
2) A Glória
“Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo...” (Gl 6.14)
Para Paulo, a glória verdadeira não estava em um diploma, conquistado com esforço próprio, nem numa biografia invejável.

 

3) Por Causa de Cristo
“Mas o que para mim era lucro, isto considerei como perda por causa de Cristo” (Fp 3.7)
Paulo é categórico ao afirmar que considera tudo como perda. Ele abre mão de tudo, de toda a segurança, de todo o orgulho, autossuficiência e poder.
Tudo isso por que? Porque ele encontrou algo muito maior! Em Mateus 13.44 Jesus conta uma parábola onde um homem descobre que existe um tesouro escondido em um campo. Ele vende tudo o que tem e compra aquele campo.
Assim Paulo entende que tudo o que ele tem nada significa diante do tesouro que ele descobriu: Conhecer Cristo!
Por cauda de Cristo Paulo se desfaz de tudo. No texto do Evangelho lido hoje vemos que Maria reconhece a grandiosidade do amor de Cristo, e não se importa em derramar todo o perfume caro nos pés de Cristo. Judas, por sua vez, está preso ao egoísmo e à ganância, e não consegue compreender esse gesto. (João 12:1-8)
Então, por causa da grandiosidade do que Cristo fez por nós na cruz, podemos considerar tudo o mais como perda! Perda porque não passa de uma segurança passageira, de um tesouro corruptível. Dinheiro, poder, conhecimento terreno e fama podem até ajudar, mas seus limites jamais transcendem a divisa estabelecida pela morte! Mesmo que se empreenda tudo em favor da vida eterna, somente Cristo é capaz de dar-nos este tesouro!
Amém.
HINO
LC 641 – Os que confiam no Senhor

CONFISSÃO DE FÉ
Motivação para Confissão de fé.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
LC 84 – Te agradeço


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
Senhor, Graças te damos por tua Palavra. Pela certeza da ressurreição em Cristo Jesus. Faze com que nós tenhamos a fé fortalecida, e que a morte não nos amedronte.
Oramos por todas as famílias que neste dia choram e lembram com saudades de algum ente querido. Fortalece-lhes a fé, e anima para viverem a partir da realidade da ressurreição. Senhor, agradecemos-te por tua Palavra, que nos chama, motiva e fortalece. Agradecemos também pelas ofertas levantadas. Que elas sirvam para edificação do teu Reino e propagação do teu amor. Queremos assumir o compromisso sincero contigo. Ensina-nos a vivermos uma fé autêntica, motivados pelo que Cristo fez na Cruz por nós.

Assim, faze-nos olhar também para o nosso semelhante com amor e compaixão. Colocamos em tuas mãos todas as pessoas que passam por dificuldades, em especial as que foram lembradas aqui (nomes)
Incluímos aqui os motivos levantados neste culto:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Cuida de cada pessoa que aqui lembramos, e também daqueles que não recordamos, mas que em nosso coração estão.
Assim também colocamos em tuas mãos nossa vida, nossa semana e tudo o que vamos fazer, para que tu nos guies com tua poderosa mão.
Intercedemos por nossa Igreja, por todos os ministros/as e lideranças. Que possam anunciar e propagar a boa nova da salvação com alegria e vigor.
Oramos por nosso Pais, e por todas as autoridades. Que exerçam suas funções e cargos com dignidade de honra, promovendo paz, justiça e vida digna.

E cuida de nós na semana que segue. Tudo mais que temos a pedir e agradecer, o fazemos juntos com a oração que Cristo nos ensinou, dizendo:
PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Querida comunidade, amigos e visitantes: Que o Senhor te abençoe e te guarde, que o Senhor faça resplandecer seu rosto sobre ti. Que o Senhor tenha misericórdia de ti e te de a paz. Amém.

ENVIO
Vamos em paz, e sirvamos a Deus com Alegria.


CANTO FINAL
LC 289 – Queira a Estrada...


Autor(a): Pastor Valdir Hobus
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Quaresma
Perfil do Domingo: 5º Domingo na Quaresma
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 50516
REDE DE RECURSOS
+
Quem quiser ser importante, que sirva aos outros.
Mateus 20.26
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br