Flávio Augusto Borges Irala (*1954)

Obra e Biografia

29/06/2012

Flávio Irala – HPD 333 e 407

Flávio Augusto Borges Irala é autor das melodias dos hinos
HPD nº 333 Canção da chegada “Estamos aqui, Senhor...” (Letra de Valdomiro de Oliveira) e
HPD nº 407 (M) O grão “Se o grão não morrer debaixo da terra...” (Letra de Armindo Trevisan)

Flávio nasceu em 21 de maio de 1954, na cidade de Bagé-RS, onde foi batizado e confirmado na Igreja Episcopal Anglicana do Brasil.

Em 1967, aos 13 anos, compôs a primeira música, “O Circo”, em parceria com José Botelho, contrabaixista e líder do grupo musical “Os Rebeldes”. No ano seguinte, tornou-se contrabaixista, participando de conjuntos de baile. E continuou até hoje compondo MPB, rocks e blues.

Em 1973, depois de uns meses no Rio de Janeiro, de volta à Bagé, foi convidado pela Igreja Anglicana local (Matriz do Crucificado) para compor os cânticos de uma Celebração Litúrgica para os jovens. Esta obra marcou definitivamente a carreira do Rev. Flávio. Ela o tornou reconhecido como uma autoridade na liturgia e hinologia contemporâneas, sem contudo deixar de compor outras músicas com inspiração popular

No início dos anos 70, exerceu significativa liderança junto à juventude da Diocese Sul Ocidental. Com seus parceiros conterrâneos Paulo e Xico Esvael viajou pela Região Sul do Estado do Rio Grande do Sul, realizando “shows artístico-evangelísticos”, que reuniam os jovens das comunidades anglicanas e convidados.

De 1975 a 1978, morou no Rio de Janeiro, onde passou a servir na Paróquia do Redentor. Na capital fluminense, continuou a trabalhar com jovens e compôs todo tipo de música.

Após alguns anos, mais precisamente em 1979, juntamente com o conterrâneo Xico Esvael, transferiu-se para São Paulo, para estudar teologia no Instituto Anglicano de Estudos Teológicos, onde se bacharelou. Ali estreitaram relações com Jaci Maraschin1 , outro conterrâneo de Bagé.

Na capital paulista, enquanto estudavam, engajaram-se nos movimentos missionários realizados pela Diocese. Com a participação dos jovens do coral da Paróquia da SS. Trindade lançaram o primeiro disco compacto-duplo (vinil) da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, intitulado Vitral, que reuniu quatro músicas compostas por Xico, Paulo e Flávio. Destaca-se também sua contribuição no livro de partituras dos novos hinos e canções da IEAB: O Novo Canto da Terra, editado pelo Instituto Anglicano de Estudos Teológicos, sob a coordenação do Rev. Jaci Maraschin.

Além disso, Flávio e Xico, ao lado de outros músicos, formaram o grupo “Gente de Casa”, que se dedicou a gravar o material produzido por novos compositores2  . Em 1982 lançaram uma Fita K7 que registrou cinco músicas de Flávio. Em 1983, o Gente de Casa, junto com outro grupo metodista, produziram o disco Revivendo, que lançou vários clássicos do movimento. Entre as músicas de Flávio estavam “Canção da Chegada” (c/Valdomiro de Oliveira) e “Grão” (c/Armindo Trevisan), que constam no HPD2, sob nº 333 e 407.

Após formar-se no IAET, Flávio foi ordenado diácono da IEAB, sendo designado para trabalhar na Missão em Cubatão no litoral paulista, onde realizou importante trabalho junto aos moradores da região, alguns deles operários do polo petroquímico, pescadores e do porto de Santos. Após sua ordenação ao Presbiterado, trabalhou como Arcediago (Supervisor) e pároco nas paróquias e missões do ABC, São Lucas (Vila Maria), São João (Pinheiros).

Mais tarde, já no novo século, foi convidado para trabalhar em Londrina (PR), na Paróquia de São Lucas. Ali realizou um trabalho com deficientes visuais e durante vários anos serviu como coordenador do Movimento Ecumênico de Londrina (organizado em 17 de junho de 2004). Em dezembro de 2007 o Rev. Flávio Irala é o coordenador de Recursos Litúrgicos da Rede Regional de Liturgia do CLAI (Conselho Latino Americano de Igrejas).

Em 2008 encontramos o Rev. Flávio em Curitiba (PR), onde exerce o cargo de Deão da Catedral Anglicana de São Tiago. Ali realiza importante trabalho social e pastoral junto aos moradores de rua da capital Paranaense. Em setembro de 2012 foi eleito Bispo da Diocese Anglicana em São Paulo.

Como compositor ele é autor de inúmeras canções e antífonas salmodiais publicadas e executadas para além das fronteiras Anglicanas, onde obtém reconhecimento internacional e interdenominacional. - Flavio Irala participou e participa de várias Comissões e Grupos de Trabalhos Provinciais e Diocesanos, destacando-se os colaboradores que trabalham na edição do Livro de Oração Comum e Hinário Episcopal, 2013, com novas contribuições litúrgicas e hinológicas numa pastoral em sintonia com os anseios da sociedade contemporânea.

Fontes: Correspondência do próprio Rev. Flávio Iraala
Breve Histórico Da Caminhada Do Novo Bispo Eleito, Por Xico Esvael em http://sn.ieab.org.br/

Notas:

1  Jaci Maraschin foi um dos primeiros integrantes do movimento de renovação hinológica protestante brasileira, juntamente com Simei Monteiro, Décio Lauretti, Nora Buyers (Luisa Cruz), João Dias de Araújo, Umberto Cantoni, Marcilio de Oliveira Filho, Nabor Nunes, Nelson Kirst etc.

2  Entre eles, se destacaram o próprio Xico Esvael, Ernesto Cardoso, Laan Mendes de Barros, Daniel Vieira Ramos Filho, Sergio Marcus Pinto Lopes, Zeni Soares, Silvio Meincke, João Carlos Gottinari, Edmundo Reinhardt etc. (O Novo Canto da Terra, livro editado por Maraschin, reúne grande parte deles). 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Melodia
ID: 18136
REDE DE RECURSOS
+
O que o Senhor planeja dura para sempre. As suas decisões permanecem eternamente.
Salmo 33.11
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br