Gênesis 12.1-4a - 2º domingo na Quaresma - 08/03/2020

Caderno de Cultos 2020 - Sínodo Mato Grosso

12/02/2020

08/03/2020 - 2º domingo na Quaresma
Pregação: Gênesis 12.1-4a
Leituras: Salmo 121; Romanos 4. 1-5, 13-17; João 3. 1-17
André Luiz Belard – Sinop - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Lema da Semana: Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todos o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3.16
Bom Dia! Boa noite! Bem-vindos e bem-vindas! Estamos no segundo domingo da Quaresma. Tempo especial de reflexão que nos prepara a Páscoa. As palavras de saudação apontam para o amor de Deus. Amor incondicional. Amor radical. Quaresma é tempo de aprendermos mais sobre esse amor. É tempo de fortalecer a fé e experimentar da graça de Deus.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
15 – LCI – Em tuas mãos

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos aqui reunidos e reunidas não em nosso nome, mas em nome e na presença do Trino Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
3 – LCI – Deus Trino

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
O profeta Isaías diz ao povo de Israel “Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus...” assim também é conosco. O pecado nos afasta da vontade de Deus e dessa forma nossa vida vai tornando-se pesada e difícil. Mas sempre de novo temos a oportunidade de confessar a Deus os nossos pecados e receber dele o seu perdão e a sua graça.

Inicialmente, cada pessoa tem a oportunidade de confessar individualmente os seus pecados a Deus num momento de silêncio.

Misericordioso Deus! Confessamos que temos pecado em pensamentos, palavras, ações e omissões. Não temos te amado de todo nosso coração e nem as pessoas próximas de nós quando esteve ao nosso alcance. Confessamos que muitas vezes não conseguimos realizar o bem que gostaríamos. Sendo assim, magoamos pessoas, ferimos tua Criação e ignoramos a Tua vontade em nossas vidas.
Pedimos perdão pelas vezes que não confiamos em tuas promessas e não seguimos tua orientação. Mesmo com tantas evidências e fatos, preferimos confiar em nós mesmos e, dessa forma, nos iludimos.
Por tudo isso, óh Deus, confessamos que estamos verdadeiramente arrependidos e arrependidas. E pedimos: Tem compaixão de nós e perdoa os nossos pecados! Através de teu Santo Espírito, dá-nos uma nova oportunidade de te servir e trilhar os teus caminhos. Oramos em nome de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
“Pois pela morte de Cristo na cruz, nós somos libertados, isto é, os nossos pecados são perdoados. Como é maravilhosa a graça de Deus, que ele nos deu com tanta fartura.” (Efésios 1. 7-8)
Nessa certeza eu vos anuncio a remissão dos pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE
Reconciliados e reconciliadas com Cristo, somos chamados e chamadas a clamar pelas dores do mundo. Lembramos de tantas pessoas que sofrem por conta de violência, da intolerância e do preconceito. Pelas pessoas excluídas que não tem aquilo é básico para uma vida digna. Clamamos cantado: Pelas dores desse mundo...
56 – LCI – Pelas dores deste mundo

GLÓRIA IN EXCELSIS
Ao Deus que perdoa os nossos pecados e ouve o clamor de seu povo, nós rendemos glória a Deus cantando:
84 – LCI – Te agradeço

ORAÇÃO DO DIA
Deus de amor e cuidado! Rendemos graças a ti por estarmos hoje reunidos e reunidas em tua casa. Graças porque ao longo da história sempre de novo tu te voltas para o teu povo com misericórdia e compaixão e nunca deixastes de cumprir suas promessas. Graças porque podemos receber novamente de ti a tua boa e santa palavra. Que teu Espírito Santo abra nossos corações e mentes para recebe-la como terra fértil recebe boa semente. Oramos em nome de teu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor e salvador, que contigo e com o Espírito Santo vive e reina de eternidade a eternidade. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

1ª Leitura: Salmo 121;

2ª Leitura: Romanos 4. 1-5, 13-17;

3ª Leitura: João 3. 1-17

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
87 – LCI – Salmo 19

PREGAÇÃO
Gênesis 12. 1-4ª

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo seja conosco agora e para sempre. Amém!
Você confia nas promessas de Deus? Essa pergunta curta e direta sempre ecoou nos ouvidos do povo de Deus. A história do povo de Israel é repleta de promessas da parte de Deus. O mais importante: Deus cumpre suas promessas trazendo bênçãos para seu povo. Vamos agora buscar em nossa memória: os momentos que Deus trouxe bênção para a sua vida e também as situações de renúncia, perseverança, paciência e até sofrimento antes de receber essa bênção.
São inúmeros os textos em que Deus faz a sua promessa, cumpre e traz bênção para os seus. Seguem alguns exemplos abaixo:
Deus promete resgatar o povo da escravidão no Egito; Êxodo 6.1
Deus promete a Abrão um filho e a partir dele, uma grande nação; Gênesis
Deus promete enviar o Salvador;
Deus promete o envio do Espírito Santo;
Deus promete através do batismo estar conosco todos os dias até o fim dos tempos;
Deus promete a remissão dos pecados;
Deus promete a vida eterna;
Essas são apenas algumas das muitas promessas de Deus para seu povo.
Deus ordena – chama, promete e cumpre. Através de Abraão, Deus aponta para o todo da terra. Sua bênção quer abranger a terra toda. Em primeiro lugar, a promessa dirige-se a Abraão (v. 2), a seguir àquelas pessoas que entram em contato com Abraão e, por fim, estende-se a todas as famílias da terra (v. 3).
Antes da promessa, Abraão recebe de Deus uma ordem: sai da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai. Que desafio! Para que a promessa de Deus se concretize, é preciso que Abrão seja obediente a Deus e tenha confiança plena em seus planos. Além disso, é necessário sair de sua zona de conforto e abandonar tudo que pra ele era certo até então. É um ato de fé da parte de Abrão.
Percebemos hoje justamente o contrário. As pessoas não querem abrir mão de nada. Muitas se colocam acima da vontade de Deus, julgando-se merecedoras de bênção por seus méritos e obras. Em outros casos, as promessas e as bênçãos de Deus são comercializadas e banalizadas, servindo para a autopromoção de líderes religiosos.
A partir do chamado que Deus faz a Abraão, chamado que significa encontro e que oferece bênção, desperta em Abraão a fé, uma fé que o leva a confiar e a romper com o passado. A fé é despertada e motivada a partir do chamado de Deus, um chamado que o move para abrir-se a uma nova situação. Essa fé implica “pôr-se a caminho”, implica aventura, abertura para o novo, aprendizagem, um novo horizonte, um futuro aberto. A fé tem a ver com mudança, com aprendizagem.
Ao olharmos para esse exemplo podemos pensar: Abraão foi muito louco. Deixar tudo, confiar em algo que não estava em seu controle, sair sem rumo tendo apenas uma promessa. Falar de promessas em nosso tempo também é desafiador. Políticos prometem mundos e fundos e trazem muita decepção e descrença. Pessoas prometem fidelidade e comprometimento, mas não cumprem. Tudo isso nos faz perguntar sobre o sentido da nossa vida.
O texto bíblico não coloca essa pergunta de forma direta, a pergunta sobre o sentido da vida, e tampouco traz uma resposta para a mesma. No entanto, o texto auxilia-nos a aprofundá-la. Abraão escuta Deus. Deixa tudo para trás, e sua vida toma um rumo diferente daquele que tivera até então. Abraão entende o chamado de Deus como um mandato que ele deve ouvir e cumprir, mas um mandato que vinha unido a uma bênção. No cumprimento do mandato recebido, a bênção prometida vai se tornando realidade. E é precisamente o conteúdo dessa bênção que dá sentido à vida de Abraão e de sua mulher Sara. No cumprimento dessa bênção – um cumprimento que se vai dando de forma gradual –, Abraão vai encontrando a resposta ao porquê e ao para quê de sua vida e vai afiançando sua fé.
Voltemos a pergunta do início. Sobre as bênçãos que Deus te concedeu. Elas ocorreram de forma instantânea e rápida? Ou foram se concretizando ao longo de sua história de vida e ao longo da sua experiência com o próprio Deus?
Precisamos sempre estar atentos e atentas a voz de Deus. Precisamos perguntar sobre a vontade de Deus em nossas vidas. Precisamos entregar a nossa vida, os nossos passos, exatamente tudo nas mãos de Deus e confiar que ele tem o melhor pra nós, que eles nos presenteia todos os dias com suas bênçãos.
Nesse sentido, pode-se assinalar que a resposta ao sentido da vida não é algo que podemos fabricar nós mesmos, mas sim que ela nos vem dada a partir de fora. Mas a que se refere a bênção? Bênção ocorre quando temos motivos para estar agradecidos, quando sabemos que estamos resguardados nas mãos de Deus, quando encontramos a plenitude no amor de Deus e vemo-nos chamados e chamadas a compartilhar esse amor. Também Abraão teve situações e momentos escuros. Em todo caso, a bênção é um presente de Deus e, como tal, é algo que não podemos possuir nem segurar em nossas mãos. A bênção não se deixa manipular. Ela é um poder que dá sentido as nossas vidas, que provoca e alimenta a fé, pelo qual podemos tão somente estar agradecidos.
Quaresma é tempo de agradecer pelas bênçãos de Deus. Reconhecer esse grande amor de Deus por nós. O Evangelho do dia nos lembra: Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna.
É preciso compartilhar desse amor, compartilhar dessas bênção que recebemos. Assim também estamos anunciando o Evangelho. Existe uma canção muito especial que diz: As minhas mãos estão cheias das tuas bênçãos, as minhas mãos estão cheias das tuas bênçãos. Todo aquele que e tocar abençoado será. Toda aquela que eu tocar abençoada será. As minhas mãos estão cheias das tuas bênçãos. Que assim seja! Amém!

HINO
612 – LCI – Segura na mão de Deus

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta a pregação da palavra de Deus, confessemos a nossa fé com as palavras do credo apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
172 – LCI – Não temas, pois que eu te remi

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Deus de amor! Nosso coração se alegra por ouvir novamente a tua palavra. Que possamos sempre confiar nas tuas promessas e partilhar as muitas bênçãos que recebemos que tuas amorosas mãos. Confiarmos toda a nossa vida e todo o nosso ser sob teus cuidados. Nosso coração se alegra porque através das ofertas destinadas para ................................. podemos contribuir para tua missão e para a promoção do teu reino aqui na Terra. Graças pelos aniversariantes e por cada motivo de gratidão expressado neste culto.
Intercedemos por nossa Igreja, por teus ministros e ministras e por tuas lideranças. Permita que tenham um ouvido aberto e atento para a tua palavra. Dessa forma, poderão proclamar a tua palavra e realizar a tua vontade junto as pessoas que necessitam dela.
Intercedemos pelas autoridades de nossa nação. Dá que possam ouvir a tua voz e possam governar e legislar com justiça e ética, sem interesses pessoais e visando o bem comum.
Intercedemos por todas as pessoas que sofrem por doença e pelas famílias enlutadas. Lembramos de cada pedido de oração feito nesse dia........................................................................................................ e entregamos tudo em tuas mãos quando oramos conforme teu Filho Jesus Cristo nos ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde. Que ele faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. Que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Assim te abençoe o Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

ENVIO
Vamos na paz do Senhor e sirvamos a ele com alegria.

CANTO FINAL
Firme nas promessas de Jesus – HPD II e Cantarei ao Senhor.
 


Autor(a): P. André Luiz Belard
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Quaresma
Perfil do Domingo: 2º Domingo na Quaresma
Testamento: Antigo / Livro: Gênesis / Capitulo: 12 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 4
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2020
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 55080
REDE DE RECURSOS
+
Quisera não ter outro pensamento que este: a ressurreição aconteceu para mim!
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br