Glorificando a Deus com o nosso servir

Palavras de Vida e Fé

15/01/2021

Glorificando a Deus com o nosso servir.

Olá! A palavra bíblica, lema para esta semana vem do texto de Isaías 49.3: “O Senhor me disse: Israel, você é o meu servo, e por meio de você serei glorificado.”
Inicio a meditação de hoje contando uma pequena história.
Em uma tribo na África, havia a seguinte lei: Um dia por semana todos deveriam trabalhar na fazenda do chefe da aldeia. Era uma forma de pagar-lhe o imposto. Ele por sua fez defendia a tribo contra assaltantes e caçadores de escravos.
Certo dia veio a ordem do chefe para todos irem trabalhar na fazenda. Muitos murmuraram indignados: - Hoje é feriado! Queríamos descansar e dormir bastante, e agora nós temos que trabalhar, não gostamos disso. Outros disseram: - Nosso chefe é bondoso e nos defende! Certamente o trigo esta maduro e não é possível esperar mais um dia para colhê-lo. Vamos trabalhar com alegria.
Cada um levou um grande cesto junto. Todos começaram a colher o trigo na fazenda do Cacique. Aqueles que reconheceram a necessidade de trabalhar e amavam o seu líder trabalharam com alegria e encheram o cesto de trigo. Mas os descontentes trabalharam pouco, e os revoltados menos ainda. Estes só colheram a metade de um cesto ou nem isso. Á tarde, quando voltaram para sua aldeia, iam despejar o trigo colhido no celeiro. Mas o chefe lhes disse: - Aquilo que vocês colheram hoje é prêmio! Cada um pode levar o trigo para sua casa. Não foi para mim que vocês colheram hoje. Foi para vocês. Grande foi a alegria daqueles que colheram muito. Mas grande também foi a vergonha e a tristeza dos que tinham pouco em seus cestos.
Querido irmão! É assim que acontece na nossa vida. Nós somos os servos de Deus e devemos glorificá-lo com os nossos atos, com o nosso serviço em amor a ele e ao próximo. Mas muitas vezes murmuramos e reclamamos. Há quem se rebele contra Deus e não faz a menor questão de serví-lo e de glorificá-lo. E não se apercebem de que são eles mesmos os maiores prejudicados em sua revolta contra Deus. São eles que ficam com seus cestos vazios.
Infelizmente há muitas pessoas que tem tempo para todas as coisas, menos para Deus. Acham que é desnecessário participar dos cultos, da vida em comunidade. Igualmente acham que não precisam contribuir financeiramente com a sua comunidade, e dizem que é muito caro. Porém não se dão conta de quanto gastam com coisas que não lhes trazem nenhum proveito.
Precisamos compreender que se ofertamos o nosso tempo e também os nossos bens a Deus, nós o glorificamos e nós é que somos beneficiados. Trabalhamos sim na seara de Deus, mas a colheita é nossa. E então, caro irmão, eu lhe pergunto: como estão os seus cestos? Com que empenho você tem servido a Deus? Lembre-se do conselho de Eclesiastes 9.10: Tudo o que você tiver de fazer faça o melhor que puder. Amém.
 


Autor(a): Cleiton Friedemann
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Schroeder (SC)
Testamento: Antigo / Livro: Eclesiastes / Capitulo: 9 / Versículo Inicial: 10
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 60861
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Assim, outros carregam o meu fardo, a força deles é a minha. A fé da minha Igreja socorre-me na perturbação. A oração alheia preocupa-se comigo.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br