Hans Leo Hassler (1564-1612)

Obra e Biografia

29/06/2012

Hans Leo Hassler (1564-1612) HPD n° 53, 297

Nasceu: 25 de outubro de 1564 em Nuremberg, (Baviera) Alemanha
Faleceu: 08 de junho de 1612 em Frankfurt/Meno, Alemanha.

Vem de longe a tradição de grandes firmas comerciais contribuírem generosamente para fins religiosos e culturais. É que, por seus sucessos e lucros, se sentem compelidos a cultivar algo de valor em prol da vida coletiva.

No ano de 1584 vemos Hans Leo Hassler, um rapaz de vinte anos, natural de Nuremberg, preparar-se para uma viagem. Alegre arruma as malas. Pois recebeu uma bolsa de estudos da Casa Comercial dos Fugger em Augsburgo. E´ uma casa conhecida e afamada em todo o mundo. Seus chefes, de nobreza e grande projeção social, se interessam pela Igreja e pelas artes. Estão, por isso, dispostos a ajudar o jovem Hans Leo Hassler a estudar música com os mestres italianos que por suas inovações granjearam fama.

Em Nuremberg, grande centro cultural, onde Hans Leo se criou, praticava-se a maravilhosa música sacra da jovem Igreja Evangélica-luterana. Encontramos ali grandes mestres, como Leonhard Lechner1(1553-1606), que colocaram a serviço do Evangelho os métodos de uma nova arte expressiva. Lá se ensaiavam as músicas modernas da época e se compunham obras próprias, em que as sugestões vindas de fora, fazem com que a música sacra evangélica se torne mais expressiva e poética. As melodias se submetem mais ao sentido e significado do texto. Tudo nos faz crer que Hans Leo, já a esta altura, estava bem familiarizado com a doutrina e a música da Igreja da Reforma.

Na Itália fica 15 meses e aprende a maneira de compor músicas para diversos coros que, distribuídos nas grandes catedrais, atuam como um só. Estuda o exuberante estilo italiano de órgão e a forma atrativa da cançoneta.

Grato pelo que aprendeu com Gabrieli2(1555-1612) e outros, Hans Leo volta à pátria, perma-necendo quinze anos em Augsburgo, onde trabalha como organista e regente a serviço dos Fugger. Compõe também missas para o culto católico.

Volta em 1601 para Nurenberg onde fica encarregado de dirigir toda a vida musical da cidade. Já é reconhecido e homenageado como maior compositor e músico de sua época. Recebe do Imperador Rodolfo II o título de “Maestro da Côrte”. No ano de 1605 Hassler muda-se para a cidade de Ulm, onde casa, e, além de suas atividades como músico, toma parte no trabalho e na vida do alto comércio. De 1608 em diante encontramo-lo em Dresde como organista na Corte de Christian II da Saxônia (1583-1611). Em 1613 acompanha o Príncipe Eleitor, Johann Georg I, numa viagem a Frankfurt, onde faleceu em conseqüência da tuberculose que há muitos anos o fazia sofrer. .

Ao lado de Michael Praetorius3 (1571-1621), Hassler é um dos mais importantes músicos na geração antes de Heinrich Schütz. E´ compositor de muitos variados arranjos sacros e profanos. Nobreza e simplicidade caracterizam suas composições geniais. Nas suas obras unem-se, de maneira feliz, os melodiosos sons italianos com a elegância e afetuosidade das canções germânicas.

Entre a rica e bela obra de Hassler contam os “Hinos compostos de maneira simples”. E´ uma coleção de hinos da Reforma luterana, para quatro vozes mistas. Além destas, possuímos de Hassler os “Hinos à maneira da fuga”. São composições polifônicas e mais difíceis. Pois cada voz imita as outras. Não estão, por isso, ao alcance de todos os nossos cantores. Menos conhecidos entre nós são os madrigais, as canções populares feitas por ele.

Bem conhecida, porém, é uma melodia que por Hassler originalmente foi destinada a um madrigal, o cântico de amor “Mein G’müt ist mir verwirret”(1601). Mais tarde esta melodia se tornou veículo portador do hino de Paul Gerhardt: “Ó fronte ensangüentada” (HPD nº 53, e com outro ritmo em HPD nº 297). Através da “Paixão segundo Mateus” de Johann Sebastian Bach esta melodia se tornou mundialmente conhecida.

Fontes:

- “Kleines Nachschlagewerk zum Evangelischen Gesangbuch”, München, página 50;
- S.Hermelink em RGG³, Tübingen 1959, Volume III, coluna 86)
- www.cyberhymnal.org/
- “Seleções Evangélicas 1963”, Editora Sinodal, São Leopoldo, páginas 15 e 17)

Notas:

1 Leon(h)ard Lechner (*ca. 1553, Tyrol - +1606, Stuttgart) foi um compositor alemão e editor de música, que trabalhou com Orlande de Lassus.
2 Giovanni Gabrieli foi um músico veneziano que viveu entre 1555/1557 e † 12 de Agosto de 1612.
3 Michael Praetorius, cujo nome verdadeiro era Schultheiss, nasceu em15-02-1571em Creuzburg/Werra (Türingia). Estudou teologia e órgão em Frankfurt/Oder. Trabalhou como organista em Frankfurt, e como Maestro da Orquestra nas cortes em Brunswigue, Dresde, Leipzig und Nuremberg. Com a edição de sua Musae Sinoiae (uma coleção de 1244 arranjos de hinos) ela transmitiu à posteridade a herança musical da época da Reforma luterana. Ele é o autor de Syntagma musicum, uma história da Música em 3 volumes. Michael Praetorius faleceu em 15-02-1621 em Wolfenbüttel.


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Melodia
ID: 15334
REDE DE RECURSOS
+
Cantarei de alegria quando tocar hinos a ti, cantarei com todas as minhas forças porque tu me salvaste.
Salmo 71.23
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br