Henry Maxwell Wright (1849-1931)

Obra e Biografia

29/06/2012

Henry Maxwell Wright (1849-1931) HPD nº 198 (Tr.)

Nasceu: 07 de dezembro de 1849 em Lisboa, Portugal;
Faleceu: 25 de janeiro de 1931 em Porto, Portugal.

Henry nasceu 1849 em Portugal. Filho de pais ingleses evangélicos, naturalizou-se inglês. Sendo destinado para o comércio, viajou para Londres a fim de se preparar para esta profissão. Ali converteu-se e, por algum tempo, dedicou-se, numa escola noturna, ao ensino de meninos das ruas londrinas, e também à pregação ao ar livre e nos albergues noturnas. Cresceu espiritualmente na campanha revivalista que Moody realizou nas Ilhas Britânicas entre 1874 e 1875, na qual ele colaborou. Abandonou, então, o comércio e, por três anos, consagrou sua vida à evangelização na Inglaterra e na Escócia. Em 1878 regressou para Portugal, com o propósito de ir trabalhar como missionário na China. Porém, Deus teve outros planos.

Henry visitou a Ilha de Madeira, e depois a Ilha de São Miguel, no Arquipélago dos Açores. Vendo a necessidade de evangelização nestas ilhas, ele viajou em 1881 para Illionois, E.U.A.. Ali havia uma colônia portuguesa, onde Henry queria despertar vocações para o trabalho missionário.
Nesse mesmo ano de 1881 ele empreendeu sua primeira viagem evangelística ao Brasil. Depois atuou de novo na Ilha de Madeira e em várias ilhas do Arquipélago dos Açores, ajudado por sua irmã D. Luiza Wright, também missionária.

Nos anos 1890-91 fez uma segunda viagem ao Brasil, que durou cerca de um ano. Numa terceira viagem contraiu impaludismo em Pernambuco. Ficou alguns meses doente, antes de poder chegar ao Rio de Janeiro, onde fez uma campanha evangelística. Esta, porém, teve que ser interrompida, porque o estado de sua saúde agravou-se. Dirigiu-se, então à Inglaterra, onde permaneceu em tratamento por cerca de cinco anos.
Restabelecido, pôde regressar a Portugal, em 1897, e reiniciar suas atividades religiosas no continente e nos Açores. Em 1901 voltou aos Estados Unidos, visitou as Ilhas Bermudas, e retornou à cidade do Porto, onde casou-se com D. Helena Delaforce, ali nascida de pais ingleses. Ele fez de Porto o centro irradiador de suas realizações. Em 1914 esteve mais uma vez no Brasil.

Henry Maxvell Wright era uma figura respeitável: estatura elevada, voz cheia e harmoniosa, maneiras afáveis, unção religiosa. Ele escreveu vários folhetos de propaganda evangélica. Ele é autor de 151 hinos (entre eles Um pendão real) e 42 coros. Sendo pregador convincente, ele lia os hinos, antes de fazê-los cantar, de maneira muito expressiva, ressaltando o conteúdo do texto e tomando-o como tópico para o sermão.

Em nosso hinário ele consta como tradutor dos hinos

HPD nº 198 Oh, bem cego andei e perdido vaguei de Isaac Watts (1674-1748)

HPD nº 201 Enquanto, ó Salvador, teu livro ler de Mary Artemesia Lathbury (1841-1913)

Fonte: Henriqueta Rosa Fernandes Braga Música Sacra Evangélica no Brasil Rio de Janeiro-São Paulo-Porto Alegre, s.d. (1961), pág. 329
 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15698
REDE DE RECURSOS
+
Que o Senhor, nosso Deus, esteja conosco. Que Ele nunca nos deixe nem nos abandone!
1Reis 8.57
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br