Isaías 65.1-9 - 2º Domingo após Pentecostes - 23/06/2019

Caderno de Cultos 2019

23/06/2019

23/06/2019 - 2º Domingo após Pentecostes
Pregação: Is 65.1-9; Leituras: Sl 22.18-27; Gl 3.23-29; Lc 8.26-39
P. Adriel Raach – Transamazônica - PA


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Saudamos a comunidade aqui presente, desejando que todos e todas se sintam bem em nosso meio.

Sejam todos bem-vindos para este culto, que é onde Deus se encontra conosco. Saúdo a cada um e a cada uma com as palavras bíblicas de Provérbios, capítulo 16, versículo 24, lema deste mês de junho, que dizem assim: “As palavras bondosas são como o mel: doces para o paladar e boas para a saúde”.

Estamos no 2º domingo após Pentecostes. O nosso Deus se revela a nós desde o ato da Criação até nos dias de hoje. Uma das formas que Deus usa para revelar o seu amor por nós são as palavras bondosas que proferimos uns aos outros, umas às outras. E como nos diz o provérbio: palavras bondosas são como mel: doces ao paladar e boas para a saúde. Quem faz uso do mel, tanto para adoçar a vida como também para uso medicinal, sabe que essa comparação não é pouca coisa, pois o mel é algo muito bom e útil. Assim também são as palavras bondosas: boas e úteis, pois podem transmitir o amor de Deus.

(...) Se há visitantes entre nós, podem se identificar? (...) Sejam bem-vindos, sejam bem-vindas! Desejamos que se sintam bem aqui conosco. OS HINOS PODEM ESCOLHIDOS QUANDO NÃO USAM DO HINÁRIO ANUNCIADO .

CANTO DE ENTRADA
Nº 123 – HPD 1 – O nosso encontro vai ser abençoado

Ou: Nº 332 – HPD 2 – Deus está aqui
17 – 20º Domingo após Pentecostes: 22/10/17
Texto de prédica: Mateus 22.15-22
Demais leituras: Isaías 45.1-7; 1Tessalonicenses 1.1-10

SAUDAÇÃO
Nós nos reunimos aqui em nome do trino Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 350 – HPD 2 – Que a graça do Senhor Jesus

Ou: Nº 321 – HPD 2 – Vento que anima

CONFISSÃO DE PECADOS
O nosso auxílio vem do Senhor que fez o céu e a terra ...

Vamos ler o SALMO 22.18-27. São palavras de uma pessoa aflita diante dos seus maiores inimigos. Essas mesmas palavras são mencionadas posteriormente como profecia se cumprindo em Jesus Cristo. Lembrem-se que Jesus morre para pagar pelos nossos pecados, e quando confessamos os nossos pecados a Deus a nossa aflição pode chegar próximo do que esse salmista relata neste texto, mesmo assim, não podemos nos esquecer de louvar ao nome de Deus, acima de tudo, reconhecer e lembrar que é dele que vem o perdão, e de que fazemos parte do povo que se volta para Ele, e também o louva e o adora!
Ler: SALMO 22.18-27
Oremos: Deus de bondade e misericordioso. Nós pedimos que nos perdoe os nossos pecados. Somos egoístas e nos esquecemos de seguir o exemplo que teu Filho, Jesus, nos deixou. Ajuda-nos a renovar nossa vida a cada dia e seguir sempre no caminho certo, servindo ao nosso próximo, podendo amar e perdoar-nos uns aos outros, assim como tu nos ama e perdoa. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
...“e o amor de Deus é isto: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e mandou o seu Filho para que, por meio dele, os nossos pecados fossem perdoados” (1 Jo 3.10). Fundamentados nesse amor, podemos confiar no perdão de Deus, em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo, Amém.

KYRIE
Por ainda haver tanta injustiça neste mundo, por ainda haver pessoas que se afastam da presença de Deus é que vemos tanta violência, guerras, discriminação, tanta pobreza, miséria, corrupção, ganância e hipocrisia. Jesus disse que veio ao mundo para que nós tenhamos vida, e a tenhamos em abundância. Por isso, queremos pedir a Deus tenha pressa em enviar o Reino que será justo a todos. Fazemos isso cantando:

“♫ Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos piedade.
A um só tempo geme a criação. Teus ouvidos se inclinam ao clamor,
desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação.
A tua paz, bendita e irmanada com a justiça.
Abrace o mundo inteiro, tem compaixão.
O teu poder sustente o testemunho do teu povo.
Teu reino venha a nós. Kyrie Eleison. ♫”

ORAÇÃO DO DIA
Oremos: Trino Deus, tu desejas que vivamos bem, e por isso deste o teu Filho em nosso favor. Neste encontro viemos a ti suplicando por ajuda para sermos corretos no pensar e agir. Pela tua palavra que se fez verbo e nos encheu da verdade, permita que permaneçamos firmes, escutando o que queres nos ensinar, pois sabemos que tu és um Deus de amor e paz e que desejas o melhor para todos nós. Por Jesus, que contigo e o Espírito Santo vive e reina hoje e sempre, Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Is 65.1-9

2ª Leitura Bíblica: Gl 3.23-29

Aclamação do Evangelho:
Convido à comunidade a se colocar de pé, em respeito à leitura do Evangelho.

3ª Leitura Bíblica: Lc 8.26-39

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 379 – HPD 2 – Estou pronto, Senhor

PREGAÇÃO
Oremos: Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo. Pedimos-te, faça-te presente aqui neste momento em que queremos meditar sobre a tua Palavra. Amém.

No dia-a-dia é muito comum que suponhamos as coisas e criemos expectativas com relação às pessoas que vivem próximas de nós. - O marido supõe que a esposa o queira poupar do trabalho por ele estar cansado, eles não conversam, ela também está cansada e, mais tarde acabam brigando. - A esposa supõe que o marido se lembre das datas especiais, como aniversário de casamento, início de namoro, aniversário da sogra, mas ele não lembra, eles não conversam e acabam se frustrando. - Você supõe que o seu amigo saiba do problema que está passando e diga algo para ajudá-lo e confortá-lo. Mas, o amigo não se sente à vontade em te ajudar, pois você não falou com ele sobre isso. E assim por diante.
O nosso Deus é o que podemos chamar de “relacional”. Ele precisa saber que estamos atentos a Ele. Poxa! Ele é o único Deus. Ele é quem nos dá tudo, nos faz ser quem somos! E nem exige tanto assim. No nosso caso, como lemos em Gálatas, apenas a fé é critério para sermos aceitos. Não tem nada que nos separa do amor de Deus, e mesmo assim ainda fazemos isso que o profeta Isaías está relatando: “eu estava pronto para atender o meu povo, mas eles não pediram a minha ajuda”. Supor que Deus tem sempre que olhar por nós e se lembrar de fazer nossas vontades, e achar que podemos seguir nossas vidas sem lembrar de nos relacionar com ele... bem, então precisamos conhecer melhor o nosso Deus! Ele está sempre perto, cuidando de nós, com os braços abertos para nos guardar. Ele diz: “A um povo que não orou por mim, eu disse: Estou aqui, estou aqui!”. Vocês conseguem se enxergar aqui, queridos irmãos, queridas irmãs. Nós viramos as costas para Deus. Afastamo-nos da sua presença, ignoramos os seus ensinamentos, e quando acontece algo de ruim, perguntamos “onde estava Deus?” ou “Porque Deus permitiu que isso acontecesse?” Querem saber onde Ele estava todas as vezes que essas perguntas foram proferidas na história do ser humano? Perto. Junto. Dizendo: estou aqui, estou aqui! É que nós queremos escolher que tipo de ajuda receber, queremos escolher o resultado de nossas ações, queremos fazer escolhas sem que haja consequências, e achamos sempre que Deus é precisa dar um jeito na questão, com ações milagrosas e extraordinárias. Poxa, Jesus não expulsou os demônios daquele homem e mandou àqueles porcos! Porque não expulsa também os demônios de mim, que estão acabando comigo?
- Vocês certamente conhecem aquela história do homem no telhado de sua casa. Ele estava esperando de Deus a ajuda, pois a enchente estava se aproximando de seus pés e a casa estava quase sendo arrastada. Um barco apareceu para socorrê-lo, ele mandou embora dizendo que esperava pela ajuda de Deus. Um Helicóptero apareceu com uma corda, mas ele recusou também, dizendo que Deus iria salvá-lo. A casa foi arrastada e ele morreu. Ao se encontrar com Deus ele questionou porque Deus não o ajudou, ao que Deus respondeu ter enviado um barco e um helicóptero, mas ele havia recusado. É assim que agimos com Deus. A história é só para ilustrar. Mas, Deus está sempre nos estendendo a mão, de várias e várias formas. E, fazemo-nos de cegos, surdos e mudos.
Como disse o profeta Isaías: “essa gente vive me provocando abertamente”. Por um acaso conhecemos a verdadeira vontade de Deus para nossas vidas? Alimentamos nossa fé, nossa vida de dedicação a Deus indo à igreja, estudando a sua palavra com dedicação? Oramos a Ele com frequência, pedimos a Ele com fé aquilo que queremos que Ele faça por nós? Se fazemos tudo isso, então certamente teremos paz com Deus. Não vamos precisar que Ele nos atenda em nossos caprichos. Não vamos ficar supondo nada, pois o nosso Deus é um Deus relacional, e espera que falemos com Ele.
Ele também fica triste e irado quando nós desviamos do seu caminho, procurando outras maneiras de resolver nossas más escolhas. No caso do povo da época de Isaías, eles iam consultar os mortos, passavam as noites em lugares desertos para terem visões e a comida impura era consumida em desrespeito à lei do povo da época. Para nós, é bom lembrar do texto de Gálatas, que coloca a fé como único critério e lembra que estamos livres da lei e que não há diferença mais entre as pessoas. Nesse sentido, o que eles faziam depois é algo que se repete ainda nos dias de hoje, muitas vezes até mesmo se utilizando dessas antigas leis humanas que já foram superadas a partir de Cristo: “Depois, dizem uns aos outros: Parem! Não nos toquem, pois somos mais santos do que vocês” (v.5a).
A todas as pessoas que buscam se relacionar com Ele, Deus os compara a uvas boas nos parreirais, cheias de suco que servirão para um bom vinho mais tarde. A estes, Deus promete a Terra Prometida. O suco da uva é a fé que temos no trino Deus. Essa fé precisa estar constantemente se alimentando da parreira, para não perder o suco. Deus é nossa parreira! Estamos ligados a Ele o tempo todo. Quando não nos relacionamos com Ele, perdemos o suco e corremos o risco de não sermos usados para o saboroso vinho da comunhão.
Não há risco de que Deus nos deixe em qualquer momento na nossa vida. Ele sabe de tudo, e participa de tudo. Ele está sempre perto de nós. Mas, precisamos corresponder a essa relação, a esse amor. Deus está o tempo todo ao nosso lado dizendo: estou aqui, estou aqui! Não vamos supor que Ele sempre faça a nossa vontade. Vamos dizer a Ele o que nós queremos. E caso Ele decida diferente da nossa vontade vamos louvá-lo e bendizê-lo, pois é preciso reconhecer que Ele é o único Deus soberano, o único que pode nos conduzir à Terra Prometida, à vida eterna.

Que a paz de Deus nos guarde e nos acompanhe! Amém.

HINO
Nº 431 – HPD 2 – Sabor e Brilho

CONFISSÃO DE FÉ
Movidos pelo amor de Deus por nós, e pela fé que Ele mesmo nos concede, confessemos juntos a nossa fé através das palavras do credo apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 359 – HPD 1 – Te ofertamos nossos dons

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor nosso Deus e Pai. Nós te rendemos graças pela nossa vida, por nos ter abençoado com a saúde, o vigor para o trabalho, com anos e anos de vida, com colheitas fartas, com ensinamentos e, somos imensamente gratos por teres se revelado a nós em Jesus Cristo, teu Filho amado, pelo qual enviaria o Espírito Santo ao mundo.
Sabemos e lembramos que tu estás sempre presente entre nós, comunidade, nas vidas de cada um e cada uma. Por isso intercedemos a Ti pois, são tantas as pessoas que sofrem por doenças, depressão, solidão, negação do perdão. Nós intercedemos por todas elas, especialmente pelos nossos próximos mais próximos ...
Em especial, nós pedimos que olhes por todos os seus filhos e filhas, em tempos de violência, guerras e acidentes de trânsito. Nós pedimos que nos conceda a sua Paz. Neste país, que está carente de cidadãos e cidadãs honestas, de caráter, éticos... em sua igreja, onde as pessoas devem vir para alimentar a sua fé, enxerem-se de suco para servirem ao vinho da comunhão o qual tu nos preparas, faz-te presente com teu Espírito Santo, Senhor, e ajuda-nos a supor menos e relacionar-nos mais contigo. Fica conosco, óh Deus! Guarda-nos em todos os momentos de nossa vida.
Por Cristo, nosso Senhor, que nos ensinou a orar....
PAI NOSSO Pai nosso ...
LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. O Senhor, sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.
Assim, abençoe-te o Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

ENVIO
Vão em paz e Sirvam ao Senhor com alegria, podendo sempre dar graças a Deus!

CANTO FINAL
Nº 206 - HPD 1 – Quão bondoso amigo é Cristo
 


Autor(a): Pastor Adriel Raach
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 2º Domingo após Pentecostes
Testamento: Antigo / Livro: Isaías / Capitulo: 65 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 9
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 50528
REDE DE RECURSOS
+
Ó Senhor Deus, não há ninguém igual a ti. Tu és grande e o teu nome é poderoso.
Jeremias 10.6
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br