João 14.1-14 - 5º Domingo Da Páscoa (Dia das Mães) - 10/05/2020

Caderno de Cultos 2020 - Sínodo Mato Grosso

10/05/2020

10/05/2020 - 5º Domingo Da Páscoa (Dia das Mães) Pregação: Jo 14.1-14; Leituras: Sl 31.1-5,15-16; At 7.55-60; 1Pe 2.2-20
P. Lauri Jackson Lenz – Paróquia Evangélica do Araguaia - GO


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
“Jesus Cristo diz: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14.6) Com estas palavras saúdo a todos e todas você vieram até está casa, que é casa de Deus, para esse momento de Culto, de Celebração.
Hoje é Dia das Mães e de modo muito especial queremos acolher vocês queridas mães nesse Culto, pedindo que Deus as acompanhe e abençoe. Queremos colocar vocês em oração e pedir pela proteção e ânimo na maternidade. Também lembrar de tantas mães que perderam seus filhos, de filhos que não podem ter a mãe perto, bem como daquelas que não puderam ser mães, mas cuidam com amor maternal aqueles e aquelas que Deus colocou no seu caminho.
Às pessoas que nos visitam, sintam-se em casa. Sejam bem-vindos e bem-vindas.


CANTO DE ENTRADA
15 - LCI – Em tuas mãos.

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
De acordo com a promessa de nosso Senhor Jesus Cristo, de que onde dois ou três se reunissem em seu nome de que ali Ele estaria no meio deles, nós nos reunimos aqui hoje em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
20 - LCI – Jesus em tua presença.

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Jesus Cristo diz: “Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem.” Deus nos conhece. Ele sabe das nossas falhas, dos nossos pecados e espera que arrependidos confessemos a ele a nossa culpa. Por isso, humildemente confessemos os nossos pecados. Oremos:
Querido e bondoso Deus, na tua presença reconhecemos que pecamos e não conseguimos nos libertar da culpa por nossas próprias forças. Necessitamos de tua misericórdia. Pecamos em palavras, pensamentos, atos e omissões. Não fomos fiéis aos teus ensinamentos, nem amamos as pessoas ao nosso redor como tu nos ensinas. Como filhos não respeitamos nossa mãe como deveríamos. Assim, desobedecemos teus mandamentos. Como família não valorizamos devidamente o trabalho das mães. Como Igreja, também não. Como sociedade não damos condições dignas para que a maioria das mães exerça sua importante missão. Como mães, nem sempre conseguimos educar nossos filhos na tua disciplina e na fé, como prometemos. Com toda essa culpa rogamos, por amor de teu Filho Jesus Cristo: perdoa os nossos pecados e nos ajuda para andarmos por caminhos que nos permitam cumprir a tua vontade. Perdão, Senhor, perdão!


ANÚNCIO DO PERDÃO
Tendo em vista nossa confissão, o profeta Isaías nos lembra o que Deus diz: “Como alguém a quem sua mãe consola, assim eu vos consolarei; e em Jerusalém vós sereis consolados” (Is 66.13). Portanto, quem confessa e se arrepende, alegre-se. Seus pecados são perdoados. Isto eu anuncio em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

KYRIE
Em uma época em que se testemunha tanta violência contra mulheres, em que mães padecem, choram a perda de filhos para as drogas, para a criminalidade, em que tantos jovens vivem sem esperança e que mães assistem impotentes seus filhos sendo cooptados por grupos que os levam para longe de casa, para longe de uma vida digna, queremos clamar ao nosso Deus pedindo que ele tenha piedade cantando Pelas dores deste mundo. (LCI 56)

GLÓRIA IN EXCELSIS
O profeta Oséias escreve: “A respeito do povo de Israel, o Deus Eterno diz: Quando Israel era criança, eu já o amava e chamei o meu filho, que estava na terra do Egito. Mas fui eu que ensinei o meu povo a andar; eu os segurei nos meus braços, porém eles não sabiam que era eu que cuidava deles. Com laços de amor e de carinho, eu os trouxe para perto de mim; eu os segurei nos braços como quem pega uma criança no colo. Eu me inclinei e lhes dei de comer”. (Os 11.1,3-4). Este é o nosso Deus! Assim é o nosso Deus! A Ele rendemos graças cantando Glória.


ORAÇÃO DO DIA
Santo e Todo poderoso Deus. Tu que estiveste ao lado do teu povo no decorrer da história. Cuidaste de teus filhos e filhas como uma mãe carinhosa cuida. Também procuraste com amor maternal orientar para o caminho da vida. Senhor, somos como filhos teimosos e não queremos te dar ouvidos. Por isso, abre nosso ouvidos e corações para tudo aquilo que Tu graciosamente queres nos ensinar. Auxilia-nos através da Tua Palavra para que compreendamos que longe de Ti não há esperança, que és o Caminho a Verdade e a Vida. É o que te pedimos e agradecemos em nome de Teu Filho amado e nosso Senhor que contigo e com o Espirito Santo vive e reina de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

1ª Leitura Bíblica: Sl 31.1-5,15-16

2ª Leitura Bíblica: At 7.55-60

3ª Leitura Bíblica: 1Pe 2.2-20

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
163 - LCI – Cântico do amanhã

PREGAÇÃO
Texto da Pregação: Jo 14.1-14

Queridos irmãos, queridas irmãs em Cristo Jesus nosso Senhor.
Você conhece o caminho? Quem te ensinou o caminho? Para onde vais se seguires pelo caminho que tens trilhado até agora? É seguro, confiável o caminho no qual estás?
O texto do Evangelho chama a reflexão sobre os inúmeros caminhos que estão diante de nós e que podem nos levar para longe da vida eterna, para longe de uma vida em amor e de acordo com a vontade de Deus. Em nosso mundo há muitos caminhos, caminhos que levam na vida e caminhos que levam à morte. Por isso as perguntas que fizemos a pouco querem nos levar a refletir sobre os caminhos que tomamos na vida.
Pessoas que gostam de viajar, que gostam de fazer trilha, sabem muito bem que é necessário saber aonde se quer chegar, saber a direção para que se possa andar com passos firmes e em segurança.
O Evangelho nos conta que Jesus está na iminência de ser morto. Os discípulos estão com medo. Por isso, Jesus procura orientá-los e consolados; procura revelar aos discípulos quem ele é. Ele diz que é o Caminho, a Verdade e a Vida. E para você, quem é Jesus Cristo?
O texto do Evangelho de João é bastante claro. Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida e não um caminho, uma verdade e uma vida. Isso é orientação para a nossa vida e para a vida da igreja. Como Cristãos e Cristãs não temos opção em quem ou o que queremos crer. Ou somos cristãos e seguimos a Cristo até as últimas consequências ou somos Cristãos apenas de fachada, apenas de nome, Cristãos de placa de Igreja. Na fé Cristã não há meio termo. Não dá para ser Cristão e ainda acreditar em Espiritismo, Horóscopo, Zumbi... Deus não tolera a infidelidade. A Igreja tem o compromisso de reafirmar esta verdade. Contudo, é preciso lembrar que não existe Igreja perfeita e o que se vê por aí é muito “Pastor” querendo cobrar pedágio. Em meio a multiplicidade de Igrejas e confissões, em meio a grande confusão religiosa dos nossos tempos, em meio ao extremismo e ao fanatismo que leva ao ódio e a destruição somos chamados a lembrar que Jesus é o Caminho, caminho a ser trilhado em amor, misericórdia, paciência, perdão; somos chamados a transmitir esperança e a falarmos do amor de Deus revelado em Jesus Cristo.
Irmão e irmãs. A Igreja tem compromisso com o Evangelho, pois Jesus e a verdade andam juntos. Porém, cuidado para não deturpar palavras como “a verdade vos libertará”, pois a liberdade e a verdade da qual Jesus fala impulsionam a viver o amor ao próximo a solidariedade e a justiça e jamais quer levar ao ódio pelo diferente e ao extremismo.
A Igreja de Jesus Cristo é “cristocêntrica”. Cristo está no centro da vida e da fé das pessoas que o confessam. A forma de viver, de pensar, o que se fala, o que se compartilha nas redes sociais, a forma como tratamos as minorias... tudo isso precisa estar de acordo com os ensinamentos de nosso Senhor ou não se é Cristão de fato. Por isso, é preciso refletir em que caminho andas. Uma pergunta ajuda a nesse sentido: Se te encontrasse com Cristo hoje o que ele te diria respeito das coisas que tu falas, das coisas que tu experimentas na vida, dos julgamentos que tens em relação ao teu próximo, das palavras de ódio e morte que falas com tanta naturalidade? O caminho de Cristo não é caminho de divisão, não é caminho para abrir feridas e sim de reconciliação e de paz.
Os discípulos de Jesus queriam saber como encontrar o Caminho e Ele aponta para si mesmo. Para chegar a Deus não há atalho. É Preciso viver a fé, viver em esperança e entregar-se inteiramente a Cristo. Deus quer salvar muito mais que tua alma, Ele quer salvar a tua vida, salvar-te de ti mesmo.
Para andar no Caminho é preciso conhecê-lo. Quem te ensinou o Caminho? Quando pensamos em termos de fé constatamos que é dádiva de Deus e fruto da ação do Espírito Santo. Contudo, lembrando que hoje é Dia das Mães, para muitos os primeiros passos na vida de fé, nos caminhos de Deus, foram dados segurando a mão da mãe. Mãe que pegou pela mão e conduziu no caminho da vida procurando ensinar aquilo que é certo, procurando mostrar através de atitudes, de gestos, de olhares e quando necessário usando palavras para falar de Deus. Sim, alguém nos conduziu nos primeiros passos da fé e muitas vezes foi a mãe. Se estamos aqui é porque alguém nos conduziu; é porque alguém guiou os nossos passos; é porque alguém carinhosamente e com paciência nos ensinou.
Para ensinar o caminho é preciso aprendê-lo. Por isso, urge que enquanto famílias, comunidades e Cristãos e Cristãs procuremos aprender o caminho de Deus. Ele não quer seus filhos e filhas aflitos, antes quer cuidar deles. Por isso, nesse tempo tão confuso que busquemos o caminho de Deus, que aprendamos a discernir entre a verdade e as ilusões do nosso tempo, entre o Evangelho que leva à vida e as palavras vazias que conduzem a morte. Que enquanto família, pais e mães, possamos tomar os nossos pequenos, os nossos jovens, guiados pela mão de Deus levá-los ao Caminho, a Verdade e a Vida. Amém.


HINO
576 - LCI – Jesus, pastor amado.

CONFISSÃO DE FÉ
O Evangelho nos chama a vivermos nossa fé, a confiarmos em Deus como uma criança confia na sua mãe. Em resposta à pregação confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
564 - LCI – Abre nossos olhos.


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Amado e misericordioso Deus a Ti chegamos nesse momento de oração. Tempo oportuno Tu nos deste para refletirmos sobre a nossa vida, sobre nossa responsabilidade enquanto Cristãos e Cristãs nesse mundo amador por Ti. Tu nos conheces e antes mesmo de podermos expressar com palavras já sabes das nossas necessidades. Por isso, intercedemos pela Igreja em todo o mundo para que ela possa realmente entender que Tu és o Caminho, a Verdade e a Vida, que a Tua palavra possa ser pregada de modo correto a fim de que possa transformar a vida das pessoas. Também oramos pelos nossos governantes para que eles cuidem bem do teu povo. Oramos pelas pessoas enfermas, enlutadas, por aquelas que não têm lar para que elas encontrem corações solidários...


PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Benção para as mães.
Que Deus o todo poderoso olhe para vocês mães.
Que ele estenda a vocês, mães, a sua mão.
Que Deus guie os teus passos, para que sempre te sintas segura das tuas decisões.
Que na hora da dor, da angústia, Deus te seja por sustento e te dê do seu amor.
Que ao cair a noite e o filho não voltar para casa, que Deus te conceda paciência, para que possas te manter firme e não percas a esperança de tê-lo em teus braços.
Que ao sentires o ninho vazio, Deus preencha teu coração com a certeza de que cumpriste a tua missão de mãe.
Que na solidão da noite, quando no berço já não chora mais ninguém, que Deus te conceda a alegria de teres o sono reparador.
Que a cada dia, você mãe, possa ter a certeza que Deus, acompanha os teus passos, de que ser mãe é dom, é graça, é ser duas vezes abençoada, abençoada com a vida e com a capacidade de em teu ventre gerar a vida.
Que Deus te abençoe em todos os teus caminhos e sempre coloque em teus lábios o sorriso de mãe! Amém.

ENVIO
Ao partimos daqui para nossos lares não queremos ir como aqueles e aquelas que não têm esperança, mas na certeza de que Deus nos acompanha e como uma mãe amorosa cuida de nós. Por isso: Ide em paz e servi ao Senhor com alegria. Amém

CANTO FINAL
301 - LCI – Bênçãos virão


Autor(a): Pastor Lauri Lenz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: 5º Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 14 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 14
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2020
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 56315
REDE DE RECURSOS
+
Procuremos sempre as coisas que trazem a paz e que nos ajudam a fortalecer uns aos outros na fé.
Romanos 14.19
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br