João 20.26-31 - 2º Domingo da Páscoa - 07/04/2013

Caderno de Cultos 2013

07/04/2013

07/04/2013 – 2° Domingo de Páscoa
Salmo 118.14-29; Apocalipse 1.14-8;
Pregação: João 20.26-31
P. Elisandro Rheinheimer – Tangará da Serra

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia/ boa noite! Sejam todos bem vindos! Deus nos chamou para este momento de encontro hoje, aqui. Na sua palavra Ele nos saúda com palavras de Jesus testemunhadas no Evangelho de João 20. 29 que diz: “Você creu porque me viu? Felizes são os que não viram, mas assim mesmo creram”.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
94 – HPD I – Corações em fé unidos

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Nós aqui nos reunimos não em nosso próprio nome ou de outra pessoa ou instituição, mas nos reunimos em nome de Deus que é Pai, o criador, é Filho, o salvador, e é Espírito Santo, santificador, ajudador e vivificador de nossas vidas.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
85- HPD – Vem Espírito Divino

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Misericordioso Deus, confessamos que, como tua comunidade, pecamos em palavras, ações e omissões. Confessamos Senhor, que muitas vezes não trazemos diante de Ti nossas preocupações e angústias. Confessamos Senhor, que nem sempre confiamos em Ti de todo o coração e que, em meio ao nosso desespero, nem sempre percebemos tua presença consoladora e confortadora. Perdoa-nos, ó Deus, quando fechamos nossas portas às pessoas que sofrem, quando não somos solidários e nem estendemos a mão aos desesperados e necessitados. Perdoa-nos, ó Deus, quando não cremos mais nem mesmo em Ti. Renova-nos, Senhor, e estende sua mão sobre nós, assim como Jesus também o fez, perdoando-nos e encorajando-nos a crer. Por tudo isso, Deus de amor e misericórdia, pedimos teu perdão cantando o hino 194 de nosso hinário:
/: Como tu queres, Senhor sou teu. Tu és o oleiro, barro sou eu. Quebra e transforma até que enfim tua vontade se cumpra em mim:/

ANÚNCIO DO PERDÃO
O nosso consolo e fortalecimento vêm da palavra de Deus que diz em Jo 5.24 diz: “Jesus Cristo diz: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”.

KYRIE
Como pessoas agraciadas por Deus, com seu perdão, nos voltamos para as dores do mundo no qual vivemos. Olhamos em volta e observamos o sofrimento, a dor, a angústia de toda criação. Por isso queremos rogar em conjunto:
Tem Senhor piedade (3x).

GLÓRIA IN EXCELSIS
Motivados pelo amor e pela bondade de Deus, vamos louvá-lo cantando juntos:
Glória, glória, glória a Deus nas alturas, Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós!

ORAÇÃO DO DIA
Senhor Deus, Pai amado, obrigado pelo teu convite em nos chamar a este culto. Nós te louvamos porque permites estudar a tua Palavra e, a partir dos teus ensinamentos podemos compreender o quanto precisamos de ti e quanto é bom andar na Tua presença. Queremos servir-te sempre mais e mais, por gratidão. Na certeza de que o Espírito Santo transforma nosso viver é que queremos ouvir-te falar. Abra a nossa mente e coração para acolher a mensagem deste dia, bem como colocá-la em prática. Conduz-nos na força do teu Espírito santo, para que tudo seja do teu agrado, a começar pela consagração de nossos corações e mentes.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Salmo 118.14-29

2ª Leitura Bíblica: Apocalipse 1.4-8

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
380 – HPD II – A tua palavra é semente

PREGAÇÃO
João 20.26-31
Ver para crer? Crer para ver!

Você já ouviu o ditado popular: “eu sou igual a Tomé: preciso ver para crer!”?
Pois é! O fato histórico que dá origem a este ditado é o domingo de Páscoa. Conforme o Evangelho de João, no dia da sua ressurreição, à tarde, Jesus apareceu aos seus discípulos e lhes desejou a paz: “ao cair da tarde daquele dia, o primeiro da semana, trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos, como medo dos judeus, veio Jesus, pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco! E, dizendo isto, lhes mostrou as mãos e o lado. Alegraram-se, portanto, os discípulos ao verem o Senhor” (João 20.19-20). Tomé, um dos discípulos, não estava com eles e não o viu. Quando lhe contaram a noticia da ressurreição de Jesus, ele respondeu: Se eu não vir o sinal dos pregos nas mãos dele, e não tocar ali o meu dedo, e também se não puser a minha mão no lado dele, não vou crer!
O desejo de Tomé foi realizado somente uma semana mais tarde quando Jesus novamente apareceu aos discípulos. Nesta ocasião Jesus disse a Tomé: Veja as minhas mãos e ponha o dedo nelas... pare de duvidar a creia... você creu porque me viu? Felizes são os que não viram, mas mesmo assim creram!
Tomé precisou ver para crer e sensibilizar-se com o sofrimento do mestre, para sentir a sua dor e reconhecê-lo. Por outro lado, ao tocar as suas feridas, ele vivenciou e fortaleceu a própria fé por meio do sentir. A proximidade e o calor do ressurreto levaram-no a senti-lo como o Cristo vivo e presente. Jesus não reprova Tomé, tampouco o exclui do grupo dos apóstolos. Mostra, inclusive, as marcas nas mãos, mas chama de feliz aquele que crê mesmo sem ver.
Isto faz lembrar a seguinte história:
Um homem foi ao barbeiro para cortar cabelo como ele sempre fazia. Começou a conversar com o barbeiro sobre vários assuntos. Conversa vai, conversa vem, eles começam a falar sobre Deus.
O barbeiro disse:
- Eu não acredito que Deus exista como você diz.
- Por quê você diz isso? – perguntou o cliente.
-Bem é muito simples. Você só precisa sair na rua para ver que Deus não existe. Se Deus existisse, você acha que existiriam tantas pessoas doentes? Existiriam crianças abandonadas?Se Deus existisse, não haveria dor ou sofrimento. Eu não consigo imaginar um Deus que permite todas essas coisas.
O cliente pensou por um momento, mas ele não quis dar uma resposta, não queria começar uma discussão sem fim. O barbeiro terminou seu trabalho e o homem saiu. Ao sair percebeu um outro homem na rua com barba por fazer e longos cabelos. Parecia que já fazia um bom tempo que não cortava o cabelo ou fazia a barba e parecia sujo e....
Então o cliente voltou para a barbearia e disse:
- Sabe de uma coisa? Barbeiros não existem!
- Como assim barbeiros não existem? Eu sou um deles! – Respondeu o barbeiro.
-Não! Exclamou o cliente. Eles não existem pois se existissem não haveriam pessoas com barba e cabelos longos como os daquele homem que está ali na rua.
- ah, mas barbeiros existem, o que acontece é que as pessoas não me procuram, e isso é uma opção delas – disse o barbeiro.
- Exatamente! Afirmou o cliente. É justamente isto. Deus existe, o que acontece é que as pessoas não o procuram, aliás, ficam bem longe e é por isso que há tanta dor e sofrimento no mundo. Deus não prometeu dias sem dor; risos sem sofrimentos; sol sem chuva. Ele prometeu força para o dia; conforto para as lágrimas e Luz para o caminho.

Na atualidade vemos muitos Tomés: pessoas que precisam ver sinais e passar por experiências emocionais e milagrosas para crer em Jesus Cristo. As igrejas tem sua parcela de culpa nisso e algumas até direcionam sua atuação para os Tomés de hoje. Oferecem um tipo de milagre para cada dia da semana buscando os que precisam ver para crer. E você, como age?
A cada dia Deus faz milagres em nosso mundo e em nossa vida, mas nem todos podem ser vistos sem os olhos da fé. Ou seja, quem crê, também vê. Aceitar a fé cristã leva a uma melhor visão da vida. A fé verdadeira não necessita agarra-se à esperiências de milagres para comprovar-se. Que a sua fé em Deus faça com que você enxergue os seus milagres, a sua mão e a sua face. O que importa para a fé é seu conteúdo e este é Jesus Cristo que viveu, foi crucificado e ressuscitou vencendo o poder do mal, do pecado, da morte e do inferno. Não espere que os seus olhos mostrem isso a você. Lembre-se que como cristãos evangélicos herdeiros da Reforma querendo ver algo, algo no qual nossa fé possa se agarrar, possa buscar intimidade, então basta que nos debrucemos de mente e coração abertos sobre a Palavra de Deus, na Bíblia, nos lancemos com coragem e sinceridade à Confissão de pecados seguida da absolvição, voltando assim ao nosso Batismo, bem como experimentemos com nossos cinco sentidos a Deus na Santa Ceia.
“Quem crê confia, mesmo onde nada vê. Está certo de sua causa, mesmo que não tenha provas” (Jörg Zink).
(adaptado do texto do dia 09/09, p. 177, Semente de Esperança 2012)
HINO
204 – HPD I – Sempre quero estar contigo

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta à Palavra ouvida confessemos nossa fé: Creio em Deus Pai, ...

OFERTA e AVISOS

Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta última Culta: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
HINO: (proceder à motivação e o recolhimento das ofertas)
241 - HPD I – Com gratidão ao nosso Deus

LITURGIA DE DESPEDIDA

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor, obrigado por mais um encontro contigo. Obrigado pelos irmãos e irmãs que aqui estiveram para compartilhar da tua palavra. Tua palavra hoje nos mostrou que a fé não necessita de sinais prodigiosos e milagrosos. A fé somente necessita de seu conteúdo que é Jesus Cristo, que viveu, morreu e ressuscitou por cada um de nós. Abençoe-nos e guia-nos em teu Espírito Santo para fazer desta verdade uma prática constante em nossa vida de fé. Que enxerguemos com os olhos da fé. Que tenhamos coragem e percamos a timidez em anunciar que tu estás presente até mesmo naqueles momentos que não gostamos muito e que achamos que Tu nos abandonaste. Dê fé a mim, e a meus irmãos e irmãs para vencer as provações diárias e no próximo culto novamente aqui estarmos para recarregar nossas baterias.
Faze-nos olhar também para o nosso semelhante com amor e compaixão. Acolhe nossas súplicas na área da saúde.........., na área familiar.......na área das finanças............., na área do trabalho.........na área dos relacionamentos. Estejas tu agindo e envia-nos fortalecidos, para assim sermos instrumentos de bênção e te glorificarmos. Tudo o que temos em nossos corações e mentes queremos juntar à oração que Jesus ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

BÊNÇÃO
Que Deus,
Toque nossos olhos para que possamos enxergar;
Toque nossos ouvidos, para que possamos ouvir;
Toque nossa boca, para que possamos levar adiante a sua mensagem;
Toque nossas mãos, para que possamos ofertar com disposição;
Toque nossa vida, para que o Espírito Santo possa nos envolver;
Toque nosso coração e nos permita sentir o seu amor.

ENVIO
Ide na paz do Senhor, na esperança de sua volta e na certeza de sua presença entre nós!

CANTO FINAL
174 - HPD – Por tua mão me guia


Autor(a): Elisandro Rheinheimer
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: 2º Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 20 / Versículo Inicial: 26 / Versículo Final: 31
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2013
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 19173
REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo diz: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.
João 14.6
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br