Liturgia para o 1º Domingo de Advento

Obra Gustavo Adolfo

30/11/2008

Na fragilidade se manifesta a graça de Deus

30 de novembro de 2008
 

Liturgia de Abertura

Acolhida: “Mostra-nos Senhor a tua misericórdia e concede-nos a tua salvação.” Salmo 85.7
Com esta palavra a Obra Gustavo Adolfo saúda todos os membros da IECLB que neste 1º Domingo de Advento celebram culto. Advento indica para a manjedoura e a fragilidade desta criança, que é presente de Deus e se torna a força para a nossa fragilidade humana.
Na comunhão com todas as comunidades reunidas em culto neste dia, expressemos nossa alegria por podermos pertencer à mesma família na fé e por podermos ser solidários uns com os outros.

Façamos isso, cantando com alegria o hino ...

Hino: ..........................................................................
Saudação Apostólica

O: A comunidade cristã quando se reúne, não celebra em seu nome, mas em nome do Trino Deus, que é Pai, Filho e Espírito Santo.
Que “a graça do nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos e todas vocês”.

Confissão de Pecados

O: Sabemos que somos seres humanos falhos e que não somos humildes a ponto de nos reconhecermos frutos das mãos do Criador. Por isso, como cântaros de barro, confessemos nossa falta de humildade, nossa arrogância, com as palavras do poema que segue:

1. Eu sou maior do que outros, por isso sou melhor.
2. Eu sou mais bonito do que os outros, por isso sou melhor.
1. Eu sou mais forte do que os outros, por isso sou melhor.
2. Eu sou mais antigo do que os outros, por isso sou melhor.
1. Eu sou mais moderno do que os outros, por isso sou melhor.
2. Eu tenho mais dinheiro do que os outros, por isso sou melhor.
TODOS: Por que vocês são tão presunçosos e brigam entre si? Não fomos feitos todos do mesmo barro? Não temos todos o mesmo valor? Só o oleiro, ele é o maior de todos. Se nós cumprirmos as tarefas para as quais fomos feitos, paz e alegria reinarão entre nós.

(Poesia de Johnson Gnanabaranam, da Índia)


Por isso, Senhor, nos arrependemos de nossos pecados e, humildemente, pedimos que tu nos perdoes. Amém

Absolvição
O: “E, no entanto, Senhor, tu és o nosso Pai, nós somos o barro e tu és o nosso oleiro, todos nós somos obras de tuas mãos..” Isaías 64.7 Somos como barro nas mãos de Deus e ao confessarmos os nossos pecados a ele de coração, somos transformados em vaso novo. Amém.

Kyrie Eleison
O: Como comunidade cristã, precisamos esquecer um pouco dos nossos próprios interesses e lembrar das pessoas que sofrem. Queremos nos lembrar e nos colocar ao lado das pessoas que, em meio à violência rogam por um advento de paz, interceder pelas pessoas que perderam a esperança e anseiam um advento de certezas, orar pelos que passam necessidades, fome, sede, falta de trabalho, e desejam um advento onde haja abundância de alimentos, justiça e amor. Por todas as pessoas e suas diferentes dores e aflições, suplicamos a Deus cantando:

Hino: ♫ Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos piedade. A um só tempo geme a criação. Teus ouvidos se inclinem ao clamor desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação. A tua paz, bendita e irmanada co’a justiça, abrace o mundo inteiro. Tem compaixão! O teu poder sustente o testemunho do teu povo. Teu reino vem a nós! Kyrie eleison! ♫

Glória in Excelsis
O: Deus vem a nós na fragilidade de uma criança e na simplicidade de uma manjedoura e uma estrebaria. Ele transforma, com sua graça e seu amor situações de miséria e dor em alegria. Ele vê o sofrimento da humanidade. A este Deus que se tornou Criança e veio nos visitar para estar junto de cada um, cada uma de nós, rendemos glórias cantando:

♫ Glória, glória, glória....

Oração

Ó Senhor, aqui estamos, firmes e vigilantes à espera de tua vinda. Conserva-nos com tua sabedoria e dá-nos do teu amor para que nossa espera já dê sinais de teu Reino. Ensina-nos a não desanimarmos, não cansarmos e permanecermos coerentes em nossa fé, para que em cada palavra, cada gesto, cada ação que brota de nossas mãos possamos colocar sinais do teu amor. Que tua palavra nos oriente e nos ajude nessa tarefa. Por Cristo Jesus. Amém.


LITURGIA DA PALAVRA


A Palavra de Deus revela sua presença nos diversos momentos de nossa vida. A Palavra de Deus nos orienta e nos fortalece. Preparemo-nos para as leituras, cantando:

Refrão:
♫ Senhor que a tua palavra, transforme a nossa vida. Queremos caminhar com gratidão em tua luz.
Leitura I Coríntios 1.3-9
♫ Senhor que a tua palavra, transforme a nossa vida. Queremos caminhar com gratidão em tua luz.
Aclamação do Evangelho: Aleluia
Com.: Aleluia, Aleluia ...
Leitura do Evangelho: Marcos 13.24-37
Palavra do Senhor
Comunidade: Louvado sejas Cristo.
Leitura III: Isaías 64.1-9

Pregação

Confissão de Fé
Hino: 161, em nada ponho a minha fé (HPD 1)

Oração de intercessão:
(cada comunidade possui uma dinâmica própria no que se refere à oração. Neste momento é importante abrir um espaço para que a comunidade manifeste sua intercessão).
Após cada oração a comunidade responde, cantando:
Ouve Senhor eu estou clamando, tem piedade de mim e me responde.
Oremos
O: Senhor! É na fragilidade que tu manifestas a tua graça! Nossas comunidades, nosso mundo, nossa sociedade anseia por este entendimento. Conceda-nos a graça de percebermos esta manifestação. Chegamos na tua presença para interceder pelo trabalho da Obra Gustavo Adolfo; clamar por mãos envolvidas no seu projeto. Oremos ao Senhor:
Ouve Senhor eu estou clamando, tem piedade de mim e me responde.
O: Senhor! Queremos nos lembrar de todas as comunidades da IECLB neste Brasil tão diverso e tão frágil. Oramos para que as comunidades sejam sensíveis para a fragilidade humana, sabendo que tu ó Deus, tomas conta da vida de todos, através de Jesus Cristo. Tu caminhas ao nosso lado, dando-nos força para nossa fragilidade para que possamos seguir em frente com segurança. Nosso pedido é que tu nos conduzas! Oremos ao Senhor:
Ouve Senhor eu estou clamando, tem piedade de mim e me responde.
(espaço para a comunidade)
Ouve Senhor eu estou clamando, tem piedade de mim e me responde.
Senhor Deus! A ti entregamos estas intercessões, na certeza de que tu nos ouves e respondes com o teu amor por nós; por Jesus Cristo teu filho amado, nosso Senhor e Salvador. Amém.

LITURGIA DA CEIA DO SENHOR

1. Ofertório e preparo da mesa

Recolhimento das ofertas (veja folhetos de motivação)

C.: ♫ “Te ofertamos nossos dons, a serviço do teu Reino.
Te ofertamos nossa vida por tua causa e teu amor.”

Oração do Ofertório:

Louvado sejas, Senhor nosso Deus, porque nos dás o pão, fruto da terra e do trabalho humano. Pedimos, ó Deus, faze com que este pão se torne pão da vida para nós. Louvado sejas, Senhor nosso Deus, porque nos dás esta bebida, fruto da terra e do trabalho humano. Pedimos, ó Deus, faze com que este cálice se torne bebida da salvação para nós. Receba, ó Deus, estes elementos que colocamos nesta mesa e faça uso dos mesmos em nosso favor. Louvado sejas para sempre. AMÉM.

2. Oração eucarística

O: Nós te damos graças, ó Deus, porque és o Senhor da história. Em Cristo tu te revelaste como Deus que diante da fragilidade manifesta a graça e o amor que acolhe. Por isto glorificamos o teu nome cantando.....

C.: ♫ Santo, Santo, Santo! Deus onipotente! Cantam de manhã nossas vozes com ardor. Santo, Santo, Santo! Bom e verdadeiro! És Deus triúno, excelso Criador! (HPD 125, 1)

O: Senhor, nós te louvamos e te glorificamos por teu Filho Jesus Cristo, que veio ao mundo a fim de salvar e unir todas as pessoas. Por isto foi odiado, perseguido e morto. Mas tu o ressuscitaste para que nós pudéssemos perceber a tua maravilhosa graça diante da fragilidade da vida. Por tudo isto nós te somos gratos e recordamos diante de ti a noite em que Jesus foi traído.....

C: ♫ Nosso Senhor, na noite em que foi traído
Partiu o pão, o pão que a todos dá vida.
Nosso Senhor, na noite em que foi traído
Tomou a taça, de vinho que nos dá vida.
Comam e bebam, os dons de minha memória
Comam e bebam, para andar em nova vida.


O: Envia, ó Deus, o Espírito de vida e de amor, de unidade e de comunhão, para que, partilhando o pão da vida e o cálice da salvação, nos tornemos, em Cristo, um só corpo que anuncia a esperança.

C.: ♫ Envia teu Espírito, Senhor, e renova a face da terra.

O: Lembra-te, Deus, dos teus fiéis de todos os tempos e que já partiram desta vida. Unidos a eles, proclamamos o teu louvor e anunciamos a tua Palavra.

C.: ♫ Por Cristo, com Cristo e em Cristo, seja a ti, Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda glória, agora e para sempre. Amém, amém, amém.

3. Pai Nosso

4. Gesto da paz
O mundo necessita paz. Nossa comunidade necessita paz.
Nem sempre vivemos a paz. Mas, na fragilidade se manifesta a graça de Deus.
Somos convidados a viver esta realidade em nosso meio.
Com o gesto da paz desejamo-nos mutuamente a paz de Jesus e nos colocamos em prontidão para construirmos a paz entre nós. Saudemo-nos mutuamente com o gesto da paz.

5. Fração: (ELEVANDO OS ELEMENTOS)
O.: O cálice da bênção pelo qual damos graças é a comunhão do sangue de Cristo. O pão que partimos é a comunhão do corpo de Cristo.
C.: Nós, embora muitos, em torno dessa mesa, somos um só corpo.

6. Agnus Dei

O.: Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo....

C.: ♫ Ó Jesus, Cordeiro,..... (HPD 49) Convite para participação da Ceia

7. Comunhão

8. Oração pós-comunhão.
Querido e amado Deus, agradecemos-te por este momento de comunhão onde de maneira tão especial tu vens a nós como força e alimento para a nossa caminhada. Permita que esta ceia renove em nós a esperança por dias melhores, a disposição para servir-te com nossos dons e testemunharmos tua vontade sem temor, anunciando a tua vinda e preparando a tua chegada em nosso meio. Acompanha-nos ao final deste culto fortalecendo em nós a certeza de que quando nos sentimos fracos, ali tu estás a nos cuidar. Por Jesus Cristo, teu Filho, nosso Senhor. Amém

LITURGIA DE SAÍDA

Avisos comunitários.

HPD 194 Como tu queres

Bênção.

Como o barro nas mãos do oleiro, assim estava eu nas mãos do Senhor.
Este é o convite que o Advento nos faz: em confiança e humildade colocarmos nossa vida, com todas as suas demandas, sob a bênção e os cuidados de Deus, na certeza de que Ele, em sua graça, transforma nossas falhas, nossas dores, nossas necessidades em motivos de esperança.
Por isso, coloquemo-nos de pé e, com as palmas das mãos voltadas para o alto, num gesto de quem recebe e de quem oferece, peçamos a bênção do Senhor.

Que o Senhor te abençoe e te guarde,
Que o Senhor faça resplandecer seu rosto sobre ti
E tenha misericórdia de ti,
Que o Senhor, sobre ti, levante a sua mão restauradora
E te conceda a paz.
Assim te abençoe o Deus Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Envio.

Na certeza da que Deus os acolhe e os fortalece na fragilidade, vão na paz do Senhor e o sirvam com alegria.


Essa Liturgia foi elaborada pela Obra Gustavo Adolfo da IECLB com a contribuição de:
- Miriam Diefenthäler (Pastora)
- Vera Regina Waskow (Pastora)
- Carmem Siegle Michel (Pastora)
- Eloir Enio Weber (Pastor)
- Tânia Cristina Weimer (Pastora)
- Rui Bernhard (Pastor)


Trata-se de um serviço que a Obra Gustavo Adolfo presta às Comunidades e Obreiros/as da IECLB, em gratidão pelo apoio que sempre recebeu.

A liturgia é uma proposta que pode ser usada em parte ou em seu todo, ficando a critério de cada um/uma as adaptações que se fizerem necessárias.

Desejamos que a luz e a esperança de Advento oriente a todos nós nos preparativos do culto.


Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia / Organismo: Obra Gustavo Adolfo - OGA
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 1º Domingo de Advento
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 11705
REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
Arrisco e coloco a minha confiança somente no único Deus, invisível e incompreensível, o que criou o céu e a terra.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br