Liturgia para o 1º Domingo de Advento

Obra Gustavo Adolfo

29/11/2009

SUGESTÃO LITÚRGICA PARA O 1º DOMINGO DE ADVENTO (29/11/09)

PREPARO: Providenciar material para realizar uma das sugestões que seguem:

1ª sugestão: Montar uma Coroa de Advento com ramos secos e quatro velas; deixar em separado um ou mais galhos de cipreste ou hera para serem utilizados durante o momento do “Glória” pelo/a oficiante ou presbítero/a da Comunidade.
2ª sugestão: Montar uma Coroa de Advento com ramos secos e quatro velas; deixar em separado recortes de folhas de papel (papel desenho ou color set, por exemplo), imitando folhas de árvore, fixados num pedaço de arame bem fininho, e canetas para serem utilizados durante o momento do “Glória” pela comunidade reunida.
3ª sugestão: Montar uma Coroa de Advento com ramos secos e quatro velas; deixar em separado as “folhas verdes” (em papel, conforme mencionado acima) preparadas por grupos da Comunidade (OASE, JE, Crianças, Ensino Confirmatório, Grupos de Estudo Bíblico...) com motivos de esperança/gratidão/louvor a Deus para serem utilizadas durante o momento do “Glória”.

1.Acolhida: Sejam todos/as bem-vindos/as! (Situações locais...) Versículo de entrada: “Mostra-nos, Senhor, a tua misericórdia e concede-nos a tua salvação” (Salmo 85.7).

O culto de hoje, no primeiro domingo de Advento, oferece-nos uma oportunidade especial para praticarmos o amor de Deus em nossa vida através da solidariedade. A Obra Gustavo Adolfo conta com a nossa solidariedade através da oferta que vamos recolher neste culto, para que ela possa ajudar paróquias/comunidades a edificar estruturas que estarão a serviço do anúncio do Evangelho de Jesus Cristo. Ao completar 100 anos de solidariedade, a OGA deseja receber a nossa oferta como presente de aniversário. Ajudar faz bem!

Por ser hoje o primeiro domingo de Advento, temos a Coroa de Advento entre nós. Hoje, excepcionalmente, ela está montada apenas com ramos secos. Daqui a pouco nós vamos ajudar a transforma-la, para que ela se torne um sinal de esperança. Mas as quatro velas, indicando os quatro domingos de Advento, já estão aqui. Vamos acender a primeira vela da Coroa, cuja luz sinaliza a proximidade do Natal de Jesus! Enquanto isso cantamos:

2.Canto: HPD 308 (Tempo de preparação) ou “Advento chegou, venham todos ver” (CD As Crianças desta Terra)

3.Declaração trinitária/Invocação
Canto: Glória, glória ao Deus criador, ao Cristo que salva
e ao Consolador. Ao triúno Deus eterno louvor.


4.Oração preparatória / Confissão de culpa
Bondoso Deus, agradecemos-te porque nos convidaste para estarmos juntos, como irmãos e irmãs, em culto; agradecemos-te porque tu nos serves através de tua palavra e com a tua presença. Tu nos ofereces a oportunidade de confessarmos a nossa culpa, pedindo o teu perdão. Por isso dizemos: Perdão, Senhor, se caímos em desânimo diante de situações de injustiça, de violência, de conflito, da luta pela sobrevivência e não conseguimos mais enxergar os sinais de esperança em nosso meio. Perdão, Senhor, se nosso comprometimento com Jesus Cristo e com sua justiça é frágil. Perdão, Senhor, se não refletimos a luz do Advento que aponta para todos nós um caminho de esperança, presente na manjedoura do menino Jesus . Perdão, Senhor, se colocamos tantas coisas em primeiro lugar em nossa vida e não elegemos como prioridade a tua Palavra que é como broto em galho seco: anuncia a esperança e provoca vida nova! Renova-nos, por tua graça! Por isso cantamos:


Canto: HPD 408 (Tem misericórdia de mim) ou “Perdão, Senhor, perdão”

Anúncio da graça: “Porque Deus revelou a sua graça para dar a salvação a todos. Jesus Cristo se deu a si mesmo por nós, para nos livrar de toda maldade e fazer de nós um povo puro, que pertence somente a ele e que se dedica a fazer o bem” (Tito 1.11,14).

Gesto da paz: Advento é tempo de esperança e renovação da vida. Nesse sentido queremos também renovar nossas relações com Deus e com o próximo. Num gesto fraterno, externemos às pessoas mais próximas o desejo de paz que Cristo nos concede!

5.Intercessão pelas dores do mundo (Kyrie Eleison)
“Deus sente a dor da gente e de tanta gente que sente dor” – assim diz uma canção! Porque Deus é sensível ao que se passa conosco e está conosco para transformar situações que provocam sofrimento, exclusão e desamparo...
- Lembramos diante de Deus das pessoas vítimas de violência que, por medo, permanecem submissas e inertes e não encontram forças para buscar vida com dignidade. Por isso intercedemos pela piedade de Deus;
- Lembramos diante de Deus das crianças a quem não é concedido o direito de freqüentar a escola; das crianças que, juntamente com suas famílias, passam fome, não têm moradia digna, são marginalizadas e não vislumbram boas perspectivas para o futuro. Por isso intercedemos pela piedade de Deus;
- Lembramos diante de Deus das comunidades que tiveram seu espaço de celebração atingido por tornados, temporais ou enchentes durante este ano e carecem de recursos provenientes da solidariedade de pessoas e instituições como a OGA, para reconstruí-lo;
(Sugerimos arrolar mais motivos conforme a realidade local de cada comunidade e os acontecimentos da semana!)
Juntos cantamos:
“Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos piedade. Apressa-te com tua salvação...”

Canto: Kyrie Eleison (Rodolfo Gaede Neto) ou “Tem, Senhor, piedade

6.Glória
1ª Possibilidade: Deus está conosco! Ele nos permite enxergamos os sinais de esperança, de vida em nosso dia-a-dia! Nos últimos dias, grupos (ou um grupo específico) da Comunidade refletiram sobre os sinais de esperança em nosso meio e tomaram nota de alguns desses sinais. Eles serão trazidos, neste momento, sobre pequenas folhas verdes, e serão colocados entre os ramos secos da Coroa de Advento. Após ouvirmos o que cada grupo tem a dizer, nós louvamos a Deus cantando:
Canto: HPD 349 (Louvemos todos juntos o nome do Senhor)
(Além das folhas de papel é possível, ainda, preencher os ramos da Coroa de Advento com galhos de cipreste ou hera!)

2ª Possibilidade: Deus está conosco! Ele nos permite enxergamos os sinais de esperança, de vida em nosso dia-a-dia e por isso nós o louvamos:
- Louvamos a Deus pelo trabalho de amparo e solidariedade promovido pela Obra Gustavo Adolfo – a OGA – nestes cem anos de atuação (se este for o caso, citar a ação da OGA na comunidade local em algum momento de sua história);
- Louvamos a Deus pela liderança das comunidades que doam tempo, dinheiro e dons para que a vida comunitária seja dinâmica e através dela se possa experimentar a boa vontade de Deus para todos nós;
- Louvamos a Deus por todas as parcerias estabelecidas entre o poder público e as igrejas e por todo o trabalho ecumênico realizado que promovem o diálogo e ações conjuntas na divulgação da Boa Nova de Deus;
- (Pode-se, ainda, incluir motivos de “Glória” a partir da realidade local.)
Como sinal visível da esperança e da vida nova que nos é presenteada em Jesus cristo, enquanto cantamos, vamos cobrir os ramos secos da Coroa de Advento com estes ramos verdes (hera/cipreste)!
Canto: HPD 263 (Bendirei ao Senhor em todo o tempo)

7.Oração do dia: Querido e bondoso Deus! Tu que iniciaste um novo tempo no primeiro Natal, ao fazer morada entre nós, em Jesus Cristo, fortalece a nossa fé e anima-nos a vivermos conforme a tua vontade. Que sejamos fiéis seguidores e seguidoras do teu Evangelho no contexto em que vivemos, promovendo espaços de esperança, consolo, valorização, inclusão, cuidado e comunhão. Que o teu Santo Espírito preencha nossos corações e motive nossas ações para que a tua palavra não seja proclamada em vão, mas possa encontrar solo fértil e produzir muitos frutos de amor, esperança e paz entre nós. Por Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, nós oramos. Amém

8.Canto: HPD 310 (Da cepa brotou a rama)

9.Leitura(s) bíblica(s)
Canto preparatório às leituras: HPD 381 (Pela palavra de Deus – Sugerimos cantar somente o estribilho.)
1ª Leitura: Jeremias 33.14-16
2ª Leitura: Lucas 21.25-36 (texto da pregação)
Voto: “Jesus Cristo diz: O céu e a terra desaparecerão, mas as minhas palavras ficarão para sempre” (Lc 21.33). Aleluia!
Canto: Aleluia de Milanez

10.Pregação da Palavra

11.Confissão de Fé

12.Avisos comunitários
Motivação para oferta: Dia 16 de janeiro de 2010 a OGA estará completando 100 anos de solidariedade recebida e prestada no Brasil. São muitas as comunidades e paróquias que foram ajudadas pela OGA nestes 100 anos. A OGA agradece pelas ofertas recebidas ao longo de toda essa sua caminhada. No seu aniversário especial, a OGA convida você a doar com alegria através da oferta de gratidão. No culto deste primeiro domingo de Advento, temos a oportunidade de ajudar comunidades e paróquias que necessitam de ajuda financeira. Nossa oferta vai beneficiar comunidades e paróquias que encaminharam projetos de construção e reformas de: templos, casas pastorais, centros comunitários e salas para o trabalho com grupos de pessoas. Que o bondoso Deus abençoe as dádivas e também os/as doadores/as.

Canto durante o recolhimento das ofertas de gratidão: HPD 434 (Momento novo)

13.Oração geral da Igreja:
- Amado Deus, graças te damos pelas dádivas ofertadas neste culto e destinadas ao trabalho desenvolvido pela OGA. Permita que a OGA possa continuar sendo elo de esperança e de solidariedade entre comunidades e pessoas que podem ofertar recursos financeiros e aquelas que carecem de auxílio especial num determinado momento de sua caminhada.
- Senhor Deus, intercedemos pelas comunidades necessitadas, quer seja por carência de recursos financeiros de seus membros ou porque foram atingidas por catástrofes; que o teu Santo Espírito motive pessoas para a prática solidariedade, amenizando o desânimo destas comunidades através da ajuda material e humana. Intercedemos cantando:
Canto: /: Ouve nossa oração, e atende a nossa súplica. :/
- A humanidade está numa caminhada desenfreada/apressada e não se permite o tempo de preparar-se para celebrar tua morada entre nós desde o primeiro Natal. Mostra-nos sinais do teu novo tempo, de vigilância, oração, reflexão e ação solidária. Auxilia-nos a viver já agora, no horizonte do novo que virá. Que sinais do teu Reino mostrem a tua presença. Intercedemos cantando:
Canto: /: Ouve nossa oração, e atende a nossa súplica. :/
- Deus da vida, clamamos por pequenos feixes de luz e de esperança na vida de pessoas doentes e enlutadas. A cruz de Jesus é sinal de esperança para que a cristandade celebre a verdadeira luz do Natal em meio às enfermidades e a dor da perda. Enxugue as lágrimas das pessoas entristecidas e concede-nos coragem para buscarmos por planos de saúde mais solidários e mais justos. Intercedemos cantando:
Canto: /: Ouve nossa oração, e atende a nossa súplica. :/
- (Intercessões por situações locais.)

14.Pai Nosso

15.Canto: Canção do cuidado (Rodolfo Gaede Neto)

16.Bênção: Que o Senhor Deus te abençoe, concedendo-te um iluminado tempo de Advento. Que a criança Jesus de Nazaré, na sua humildade e bondade, te anime na busca por um mundo mais justo e fraterno. Que o agir do Espírito Santo faça brotar sinais do amor de Deus entre nós. Que assim nos abençoe Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

17.Envio: Vamos na paz do Senhor e sirvamos a Ele com alegria e dedicação, colocando sinais de um novo tempo de esperança na vida de nosso semelhante.


A elaboração desta Liturgia foi coordenada pela Obra Gustavo Adolfo, tendo sido elaborada pelos seguintes colegas:
P. Jair Dragon (Paróquia Evangélica de Conventos)
P. Valdeci Foester (Comunidade Evangélica de Lajeado)
Pa. Ms. Scheila dos Santos Dreher (Comunidade Evangélica de Lajeado)


Autor(a): P. Jair Dragon, P. Valdeci Foester e Pa. Scheila dos Santos Dreher
Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia / Organismo: Obra Gustavo Adolfo - OGA
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 1º Domingo de Advento
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 11707
REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
A vida cristã não consiste em sermos piedosos, mas em nos tornarmos piedosos. Não em sermos saudáveis, mas em sermos curados. Não importa o ser, mas o tornar-se. A vida cristã não é descanso, mas um constante exercitar-se.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br