Liturgia para o 1º Domingo de Advento

Obra Gustavo Adolfo

27/11/2011

LITURGIA PARA O PRIMEIRO DOMINGO DE ADVENTO 2011

OBSERVAÇÕES INICIAIS

- A presente liturgia é uma sugestão que a Obra Gustavo Adolfo põe à disposição das comunidades para a celebração do culto no 1º Domingo de Advento. Quer ser um subsídio que nós preparamos e que pode/deve ser adaptado à situação local da comunidade.

- Perpassam toda a liturgia certos momentos de silêncio meditativo. Esses espaços objetivam oportunizar que as pessoas possam ter um momento para refletir, contemplar, meditar sobre o símbolo, a palavra, o gesto que o antecede (em torno de 15 segundos).

- Sugerimos que seja confeccionada uma Coroa de Advento a ser colocada junto à mesa do altar, para que possa ser acesa, no início do culto, a primeira vela e novamente apagada, no final da celebração, como indicado na liturgia proposta.

- Sugerimos, também, onde for possível, providenciar pequenos ramos verdes de cipreste, de pinheiro ou de outro arbusto para ser distribuído no final do culto como símbolo da Coroa de Advento e como lembrança de preparação nesta época de Advento.

- Vale reforçar novamente: Esta é uma proposta que colocamos à sua disposição e que não precisa ser seguida rigidamente, mas que deve ser adaptada às condições locais.


LITURGIA DE ENTRADA

Oração silenciosa individual

Acolhida

L. É advento! Ano Novo na Igreja. Celebramos hoje um novo começo. Relembramos o nascimento de Cristo enquanto nos preparamos para sua nova vinda. Celebramos o Advento com calma e tranquilidade. Ainda não é Natal. A igreja/templo também está preparada para esta época: os paramentos roxos nos convidam para a reflexão, a coroa de Advento nos auxilia a caminhar com calma por estas quatro semanas que antecedem o Natal.
Neste culto teremos vários momentos de silêncio e contemplação.

Rito de acender a 1ª vela da Coroa de Advento

L. Acendamos a luz da 1ª vela da Coroa de Advento! (Pausa; acende a vela visivelmente para a comunidade). Em silêncio, contemplando a luz da vela, reflitamos sobre a luz de Cristo para a nossa vida!

Silêncio contemplativo

Encerrar o silêncio com o canto a seguir ou outro semelhante:

Que a luz de Cristo brilhe nos envolva em amor, e que o seu poder nos venha proteger. Que a luz de Cristo brilhe, nos envolva em amor e que o seu poder nos venha proteger, para sempre e sempre, e sempre, amém.

Voto Inicial

L. Reunimo-nos aqui, neste Primeiro Domingo de Advento, em nome de Deus, que cria e recria luz em meio à escuridão, em nome de Jesus Cristo, luz que mostra o caminho e que salva, e em nome do Espírito Santo, força que consola e orienta.

C. Amém.

Oração do dia

L. Deus de eterna bondade, tu que nos enviaste Cristo, a verdadeira luz, pedimos-te que essa luz brilhe sobre nós, libertando-nos do poder do pecado e da morte. Enche nossos dias de alegria enquanto nos preparamos para celebrar sua presença entre nós, pois ele vive e reina contigo e com o Espírito Santo, agora e para sempre. Amém.

Hino: HPD I, 11: Rejubila ou HPD II, 308: Tempo de preparação

LITURGIA DA PALAVRA

Leitura bíblica: Isaías 64.1-8(9) ou 1Coríntios 1.3-9

Silêncio meditativo

Leitura do Evangelho

L. Jesus Cristo diz: Eu sou a luz do mundo; quem me segue terá a luz da vida e nunca andará na escuridão. Aclamemos o Evangelho, cantando Aleluia!
C. Aleluia

L. Ouçamos o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo Marcos 13.24-37.

Pregação

Silêncio meditativo

Motivação para o recolhimento das ofertas (conforme folheto da OGA)

Hino e recolhimento das ofertas: HPD I, 2: Todo mundo louve a Deus

Oração geral da Igreja:

L. Esperando a completude da redenção, oremos pelo mundo, pela Igreja e por todas as pessoas, de acordo com suas necessidades.
Breve silêncio

Oramos por todas as pessoas cristãs, para que estejam alertas à presença de Cristo em seu meio e que, em seus atos e palavras, a luz de Cristo brilhe através delas.
Oramos pela Igreja, por suas lideranças e membros para que se mantenham firmes no compromisso profético de anunciar e celebrar o Advento de Cristo.
Oramos pelos governantes para que exerçam suas funções com honestidade e a serviço de todo o povo, especialmente em favor das pessoas empobrecidas em nosso mundo.
Oramos por todas as pessoas enlutadas, deprimidas, entristecidas e sós neste tempo de Advento. Que possam experimentar em meio às dores, raios de luz e de esperança.
Oramos por todas as pessoas doentes e aquelas em recuperação, especialmente por.... para que experimentem o amor confortador de Cristo.
Deus de misericórdia, ouve nossa oração e auxilia-nos a caminhar nos teus caminhos com fé, esperança e amor.
Amém.

LITURGIA DA CEIA

Preparo da mesa e Ofertório

L. Trazemos à mesa as ofertas recolhidas, o pão e o fruto da videira. Enquanto isso, cantemos:

Hino: HPD I, 141.1-3: Em gratidão nós chegamos a ti

Oração do ofertório:

L. Ó Deus, trazemos aqui as ofertas em dinheiro e em tuas mãos as colocamos. Pedimos-te: abençoa todo trabalho realizado nas comunidades, através do apoio da Obra Gustavo Adolfo. Graças a ti por este serviço.
Também colocamos em tuas mãos o pão e o fruto da videira na esperança de que tu abençoes estes produtos e os uses em nosso favor. Somos famintos e sedentos de ti e nos apresentamos diante desta mesa com nossas mãos abertas à espera do alimento que teu Filho nos oferece. Graças a ti, Deus, por teu Filho Jesus, pelo perdão que ele nos concede e pela salvação.
C. Amém.

(De pé)
Oração eucarística:

L. Deus de todo poder!
Tu, que guias o universo e a nossa vida, graças te damos, porque criaste céus e terra, plantas e animais, e, como o oleiro, fizeste a nós, obra das tuas mãos. Em tua sabedoria, ó Deus, guardas o mistério da vida e, somente em tuas mãos, o destino do mundo e da humanidade. Sabemos, ó Deus, que tu nos tens em grande amor e compaixão e isto nos basta. Em Jesus Cristo nos mostraste isto. Ele, que viveu servindo e nos ensinou a servir, entregou a sua vida por nós, morreu e foi sepultado, mas ressuscitou e está junto de ti. Enquanto aguardamos a segunda vinda do teu Filho para consumar a obra da salvação neste mundo, nos reunimos em torno desta mesa, pois o teu próprio Filho, Jesus Cristo, ordenou que assim o fizéssemos. O Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Por semelhante modo, depois de cear, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes do cálice, anunciais a morte do Senhor, até que ele venha. Suplicamos-te, ó Deus, envia o teu Espírito Santo e faze com que nos tornemos um só corpo que vive e anuncia a esperança no teu reino, pois em ti cremos e em ti esperamos. E nada neste mundo há de nos amedrontar, nem mesmo os sinais de catástrofes e destruições. Pedimos-te: acolhe, ó Deus, todas as pessoas que em ti creram, em todos os tempos e lugares. Reúne-nos com elas na mesa que o teu Filho nos preparou no teu reino eterno. Glória, honra e louvor sejam dados somente a ti, ó trino Deus!

C. Por Cristo, com Cristo e em Cristo...

C. Pai nosso...

Fração
L. O pão que partimos e repartimos é a comunhão no corpo de Cristo;
O cálice pelo qual demos graças, é a comunhão no sangue de Cristo.

C. Nós, embora muitos, somos um só corpo.

Comunhão

Oração pós-comunhão

L. Agradecemos-te, amado Deus, por nos receberes nesta mesa e fortaleceres a nossa confiança em ti. Gratos e gratas te somos por renovares em nós a esperança, aquela que neste Advento se reacende. Por Cristo, teu Filho amado, nosso Senhor.
C. Amém.

LITURGIA DE DESPEDIDA

Avisos

Hino: HPD I, 1: Como hei de receber-te

Bênção

Que Deus, a nossa esperança e a nossa luz, acompanhe você, a cada passo dado; que Deus renove a sua vida, a cada dia, e conduza você em pensamentos de fé, a cada semana. E que, assim, você possa se preparar, neste Advento, até celebrarmos, no Natal, a chegada da verdadeira e única luz, Jesus Cristo. Paz seja com você!

Rito de apagar a vela da coroa de advento
Em silêncio, acompanhemos o apagar da luz da primeira vela que anuncia a chegada do Advento.
(Em silêncio, e com calma, apaga a vela da coroa de advento. Do mesmo lugar, diz as palavras do envio)

Envio

Que a luz, ora apagada, esteja acesa em sua vida e ilumine seu serviço aos pequeninos de Deus. Levem o ramo verde, a ser entregue na saída, como símbolo da esperança no Cristo que vem.

Hino: HPD I, 5: Erguei os arcos triunfais

COMPLEMENTOS POSSÍVEIS PARA SEREM INTRODUZIDOS NA LITURGIA

Confissão de pecados

L. Na presença de Deus, confessemos nossos pecados.
Deus querido e misericordioso, reconhecemos e confessamos que somos criaturas tuas, que se distanciaram dos propósitos e desejos de seu criador. Necessitamos do teu perdão para nossas falhas, fraquezas e tentações. Assim como o Advento se mostra um tempo de espera, ajuda-nos a esperar com todas as nossas forças pelo teu perdão e encorajamento, pois a volta do teu Filho não é uma ameaça para nós, mas um impulso para transformar realidades duras e injustas. Assim como os ramos verdes da coroa de advento querem nos inspirar hoje, que Teu espírito nos inspire a confessar nossa indiferença e mudar nossas atitudes em relação a toda tua criação, desde a menor criatura até a imensidão do universo que não conhecemos. Por amor de Jesus Cristo, clamamos por perdão. Deus da graça, volta-te para nós. Dá-nos o teu perdão para que tenhamos novo ânimo para andar por estes caminhos do Advento.

Anúncio da graça

L. Em resposta à nossa confissão, Deus nos anuncia sua graça e seu perdão.
Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna. Por isso, alegrem-se neste início de Advento, ano novo da Igreja, pois lhes anuncio o perdão dos pecados, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém

Kyrie:

L. Libertadas pela graça de Deus que sempre nos alcança, sentindo-nos amadas por Deus, reunidas aqui em culto, somos novamente pessoas capazes de amar, ouvir, buscar e apoiar os que sofrem. Nossa fé nos enche de compaixão por este tempo e por este mundo. Por isso, como ramos verdes reunidos na coroa do advento, juntemos nossas vozes e cantemos:

C. Pelas dores deste mundo, ó Senhor

Gloria in excelsis

A- Glória a Ti Senhor,
B- Que sempre de novo nos congregas e nos convidas.
A- Nós te louvamos e exaltamos,
B- Por mais este tempo de Advento que anuncia esperança.
A- Movidos pela tua compaixão,
B- Queremos ser fiéis a ti e servir em teu nome.
A- Tua Palavra e Sacramentos
B- Sejam nossa fonte de nutrição;
A- Teu amor incondicional,
B- Nossa inspiração
A e B – Glória a ti Senhor, tu és um Deus fiel, que veio a nós em um menino, para mostrar o caminho da paz.
A- Nós bendizemos a tua graça que nos move,
B- E glorificamos teu santo nome.
A- Temos mil razões para te louvar e por isso,
B- Diante de ti nos colocamos em contemplação.


Liturgia elaborada por: Cat. Erli Mansk, Pa. Iára Müller, Pa. Marcia Blasi e P. Martin Volkmann

Obra Gustavo Adolfo -  www.luteranos.com.br/oga
 


Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia / Organismo: Obra Gustavo Adolfo - OGA
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 1º Domingo de Advento
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 11709
REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha.
Filipenses 2.5
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br