Liturgia para o Tema do Ano 2020

27/11/2019

 

Liturgia para o Tema do Ano 2020


Ambiente

Neste culto, é necessário que a pia batismal esteja em lugar de destaque, com um jarro de água ao lado e o círio pascal, inicialmente, apagado.

 

LITURGIA DE ENTRADA

Sino

Prelúdio

Acolhida e saudação

L. “Eu escolhi vocês para que deem fruto” (João 15.16).
É bom e agradável viverem unidas as pessoas que se sabem irmãs na fé em Jesus Cristo. Somos comunidade porque confessamos a fé num mesmo Deus e pelo batismo formamos uma só família. Como família cristã, aqui nos reunimos para nos encontrar com aquele que é a razão e fonte da nossa existência.  Trazemos conosco nossas alegrias, nosso louvor, nossas esperanças, nossas incertezas, nossas dores e nossas orações. Confiando na presença de Deus que nos acolhe em sua graça, celebremos este culto em nome do Trino Deus: Criador, Salvador e Consolador.

C. Amém.

Canto Nós estamos hoje aqui reunidos (LC, 17)

Kyrie

L. Como pessoas batizadas somos libertadas do pecado, do mal e da morte e livres para servir. E por causa do amor e da compaixão de Cristo, somos  movidos e movidas a trazer as dores do mundo e entregá-las aos cuidados de Deus. Quais são as dores e os clamores que vimos e ouvimos em nossos caminhos? Meditemos em silêncio!

L. Clamemos a Jesus por sua compaixão:

Canto Pelas dores deste mundo, ó Senhor (LC, 56)

Oração do dia

L. Deus de eterna compaixão, tu que pelo batismo nos tornaste teus filhos e tuas filhas e nos escolheste para produzir bons frutos: vem hoje a nós com o teu Santo Espírito e preenche-nos de ânimo, fé e dá-nos mentes renovadas. Concede-nos a tua Palavra que nos ilumina e motiva para o serviço de amor. Por Jesus, teu Filho, que contigo e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

Leituras bíblicas e meditação

L. Pelas Sagradas Escrituras, Deus revela seu propósito e sua vontade para conosco. Vamos nos preparar para ouvir a sua palavra.

Canto Como a palmeira (LC, 117)

Primeira leitura

L. A primeira leitura é conforme Efésios, capítulo 4, versículos 4-6.

Canto Como a palmeira (LC, 117 – só o estribilho)

Leitura do Evangelho

L. Evangelho segundo João, no capítulo 15, versículos 12-17.
Vamos receber esta palavra, de pé, cantando “Aleluia”:

Canto: Aleluia

L. (Versículo de aclamação) “Eu sou a videira, e vocês são os ramos. Quem está unido comigo e eu com ele, esse dá muito fruto porque sem mim vocês não podem fazer nada” (João 15.5). Aleluia!

Canto Aleluia
(Leitura)

L. Palavra do Senhor.

Canto Louvado sejas, Cristo.

Pregação
(Para a pregação, observar o texto-base e demais materiais do Caderno de Estudos)

Recordação do batismo

Acendimento do círio pascal
(O ministro/A ministra coloca-se junto à pia batismal e convida alguém da comunidade para acender o círio nas velas do altar)

L. Somos uma comunidade de pessoas batizadas. A maioria de nós recebeu o batismo quando ainda era criança. Você se lembra da comunidade onde recebeu o batismo? E a data do seu batismo? Alguém se recorda?

Em Tito 3.5, o apóstolo Paulo chama o batismo de “banho de novo nascimento”, pois pelo batismo a pessoa nasce novamente na graça e é renovada. Tão importante quanto festejarmos o nosso aniversário de nascimento é festejar o dia do batismo, agradecendo a Deus pelas dádivas da nova vida concedida no batismo. Segundo a explicação do reformador Martim Lutero, o batismo dura a vida toda e só é consumado na hora da morte. Por isso, no Catecismo Menor, Lutero explica que batismo significa exercício diário, é o morrer e ressuscitar diariamente de um novo ser humano.

Renúncia

Irmãos e irmãs, o batismo é realizado uma só vez na vida, mas como pessoas batizadas temos que fazer o exercício diário da renúncia e da transformação. Por isso, convido vocês a reiterarmos, em conjunto, a renúncia ao pecado e ao mal. A cada pergunta, respondam dizendo: Renunciamos, com a ajuda de Deus.
(Comunidade de pé)

L. Como pessoas batizadas, vocês renunciam à prática do mal, afim de viverem a liberdade dos filhos e das filhas de Deus? Se esta for a sua vontade, respondam: Renunciamos, com a ajuda de Deus.

C. Renunciamos, com a ajuda de Deus.

L. Como pessoas batizadas, vocês renunciam ao individualismo, à autossuficiência, à ganância, à avareza, à injustiça, à mentira e assumem o compromisso de viver como irmãos e irmãs, com respeito, diálogo, empatia, compaixão, solidariedade e cuidado?

C. Renunciamos, com a ajuda de Deus.

L. Como pessoas batizadas, vocês renunciam aos projetos e tentações que causam o mal, a divisão, a violência, a pobreza, a destruição do meio ambiente, o enriquecimento ilícito e assumem o compromisso de seguir os exemplos dados por Jesus Cristo, o misericordioso, amoroso, cuidador, curador e salvador?

C. Renunciamos, com a ajuda de Deus.

Canto Vaso Novo (LC, 33)

Confissão de fé

L. Então, confessemos a fé na qual fomos batizadas e batizados:

C. Creio em Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra.
(Derramar água do jarro na pia batismal)

Oração das águas

L. Deus, fonte da vida! Criaste a água que dá e preserva a vida. Fazes dela um sinal do teu amor. Salvaste teu povo Israel no mar Vermelho, saciaste a sua sede no deserto. Teu Filho Jesus foi batizado nas águas do rio Jordão. Dá que, ao tocarmos esta água, recordemos que somos pessoas batizadas e que diariamente morremos para o pecado e renascemos para uma nova vida de graça e verdade. Por Jesus, que contigo e o Espírito Santo vive e reina eternamente. Amém (+).

(A comunidade é convidada a chegar à pia batismal, tocar na água e seguir de volta. Enquanto isso o coral, ou o grupo de canto, ou a comunidade canta:)

Canto Fui em teu nome batizado (LC, 314)

Recolhimento das ofertas

L. Deus, em nosso batismo, nos presenteou com o dom do Espírito Santo, o mesmo que foi dado aos discípulos no dia de Pentecostes. O Espírito Santo nos inquieta, move-nos a agir e a viver o nosso batismo. Como estamos administrando os dons que Deus nos deu? Há muitas formas de manifestar os dons do Espírito: podemos, por exemplo, colocá-los a serviço de Deus em nossa comunidade, na família, na vizinhança, em projetos sociais, na convivência respeitosa, no cuidado com a natureza.

No culto, uma forma de prestar o nosso serviço às pessoas necessitadas ou realizar a ajuda mútua foi desenvolvida pela comunidade cristã através da doação de ofertas.

[Comunicação do destino das ofertas.]

Enquanto as ofertas são recolhidas, convido vocês a cantarem:

Canto

Oração geral da igreja

L. Deus benigno e misericordioso, porque nos reuniste para termos comunhão contigo e com as pessoas que aqui estão, recebe o nosso louvor e o nosso agradecimento. Louvamos-te porque nos acolhes como filhos e filhas. Como uma mãe bondosa, tu nos ouves quando sofremos angústia e tristeza. Tu envias pessoas que se preocupam conosco e cuidam de nós, que se põem ao nosso lado quando nos sentimos sós. Tu mesmo te fazes presente em nós com o teu Espírito Santo. Por tua bondade e tua proteção, agradecemos, cantando:

Canto Graças, Senhor

L. Ó Deus, a ti nos dirigimos com nossas súplicas e intercessões.
Olha para esta comunidade, guarda, fortalece e consola cada membro deste corpo.
Olha para a tua Igreja no mundo inteiro e faze com que as comunidades assumam de forma comprometida a tarefa da educação cristã e da diaconia.
Olha para o nosso país e para o seu povo. Levanta as pessoas caídas. Resgata as pessoas feridas em sua dignidade. Derrama o teu poder sobre as pessoas que governam para que elas sirvam com justiça e desempenhem seus cargos com responsabilidade e ética.
Livra-nos, ó Deus, da violência, da maldade, da mentira, da enganação, das distorções da realidade. Enche o mundo com a tua paz, a tua verdade, a tua justiça.

L. Deus de misericórdia, como membros de um mesmo corpo que sofre com as dores de outros membros, te suplicamos:
Olha para as pessoas doentes, as quais trazemos agora diante de ti (lembrar as pessoas doentes da comunidade). Consola as pessoas enlutadas (lembrar as pessoas enlutadas da comunidade); encoraja e sustenta as pessoas que sofrem violência; fortalece as pessoas que se desesperam diante da falta de perspectiva na vida. Por tua graça, ó Deus, tem misericórdia de nós.

Pai-Nosso

LITURGIA DE DESPEDIDA

Avisos

Bênção

L. Deus veio a nós neste culto, nos uniu na fé e na comunhão, nos alimentou com a sua palavra, ouviu as nossas orações, e agora nos dá a sua bênção para dizer que está conosco no dia a dia. Recebam a bênção de Deus: O Senhor te abençoe e te guarde...

Envio

L. Vão em paz e, como escolhidos e escolhidas para dar bons frutos, sirvam a Deus com alegria!

C. Amém.

Canto Queira a estrada conduzir-nos juntos (LC, 289)


Catequista Dra. Erli Mansk


Autor(a): Erli Mansk
Âmbito: IECLB
Área: Campanhas / Nível: Tema do Ano
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 54322
REDE DE RECURSOS
+
A Palavra bem pode existir sem a Igreja, mas a Igreja não existe sem a Palavra.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br