Lucas 11.1-13 - 7º Domingo após Pentecostes - 28/07/2019

Caderno de Celebrações 2019 - Sínodo da Amazônia

03/07/2019

28/07/2019 - 7º Domingo após Pentecostes
Prédica: Lc 11.1-13; Leituras: Gn 18.20-32, Salmo 138, Cl 2.6-19 P. Deolindo Feltz – Cuiabá - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia/tarde/noite! Assim nos diz um pastor chamado Mathias Jorrisen: “Deus é justo e bom. Ao que erra ele mostra o caminho a seguir, faz seu coração se inclinar para Ele e o acolhe em sua misericórdia. Ao que se encontra em momento de infelicidade, faz brilhar sua luz para que não se perca na caminhada. Ao que está fraco, e que nele busca socorro, dá o seu auxílio”.
É esse Deus que precisamos! É esse Deus que buscamos! É esse Deus que aqui encontramos. Recebam da parte deste Deus aquilo que cada um/a de vocês veio aqui buscar. Que bom que todos vocês vieram. Sejam bem vindos!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 05 – Livro de Canto – Aqui chegando, Senhor!

SAUDAÇÃO E INVOCAÇÃO TRINITÁRIA
Em Joel 2. 32 está escrito: “E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. É nesta esperança que invocamos a presença do Trino Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 03 – Livro de Canto – Deus Triúno!

CONFISSÃO DE PECADOS
Em provérbios 28. 13 está escrito: “Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona”.
Assim, os convido para confessarmos os nossos pecados a Deus, buscando sua misericórdia e seu perdão. Uma vez que Deus nos conhece e sabe o que aflige e pesa nosso coração, podemos colocar em silencio diante Dele tudo aquilo que tira nossa paz ...(Dar alguns segundos e depois siga proferindo estas palavras)

Deus! Ouça e atenda a confissão de pecados que cada pessoa aqui te fez em silêncio. Nós estamos aqui diante da tua face com as mãos cheias de tropeços e fragilidades, isto é, injustiça que cometemos em nossos relacionamentos contigo, com as pessoas e todo o meio que nos cerca. Senhor, pecamos em palavras, em ações, em pensamentos. Os pecados pesam sobre nós, causam a tua tristeza e o sofrimento em quem está à nossa volta. Confiamos em tua graça e misericórdia. Perdoa-nos, renova-nos e devolva a alegria de vivermos em paz contigo, com o próximo e conosco mesmos. Por Cristo. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Para quem confessa os seus pecados, se arrepende deles e está disposto a não mais cometê-los, ouve de Deus uma boa notícia. No livro dos Salmos, capítulo 32, está escrito: “Feliz é aquele cujas maldades Deus perdoa, e cujos pecados ele apaga! Enquanto não confessei o meu pecado, eu me cansava, chorando o dia inteiro. Então eu te confessei o meu pecado e não escondi a minha maldade. Resolvi confessar tudo a ti, e tu perdoaste todos os meus pecados”.

KYRIE
Nossa mente, nosso coração, nossas palavras, nossos pensamentos e nossos sentimentos devem estar voltados para além daquilo e daqueles que estão à nossa volta. O mundo distante também geme e sofre por causa de suas dores. Estando distantes, muitas dessas dores, nós, com nossas próprias mãos, não podemos aliviar... mas Deus pode. A nós cabe clamar a Deus para que Ele mesmo olhe por estas dores e as alivie. Assim, como comunidade cristã, clamamos a Deus cantando:

Nº 56 – Livro de Canto – Pelas dores deste mundo, ó Senhor!

GLÓRIA IN EXCELSIS
Mesmo diante de um mundo que passa por muitas dores não deixa de ser um mundo onde momentos, ações e situações boas também acontecem. Acima de tudo Deus é um Deus de amor, de compaixão, de ajuda. Por mais que às vezes O sentimos distante, Deus não se esqueceu deste mundo e continua mandando seus bons sinais na terra e na nossa vida. É bem por isso que podemos e devemos, além de clamar, dar glórias a Deus. Façamos isso cantando:

Nº 73 – Livro de Canto – Ontem, hoje e para sempre!

ORAÇÃO DO DIA
Deus do amor e da compaixão! Reunimo-nos na tua presença porque cremos que só tu podes dar um rumo à nossa vida, nos permitindo sempre de novo um recomeço. Somente tu és a nossa verdadeira luz que brilha e nos mostra o caminho certo. Reunimo-nos diante da tua face porque cremos que nos enxergas, nos carregas, nos perdoa, nos ilumina, enxuga as nossas lágrimas, e nos convida a sermos seus discípulos/as. Dá-nos o Espírito Santo, para acolhermos com fé e devoção a tua Palavra neste culto. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

1ª Leitura Bíblica: Gênesis 18. 20-32

2ª Leitura Bíblica: Salmo 138

3ª Leitura Bíblica: Colossenses 2. 6-19

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 165 – Livro de Canto – Estou pronto, Senhor!

PREGAÇÃO
Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos e todas vocês. Amém!
“E tudo aquilo que está em nossa mente e em nosso coração, e que aqui não lembramos ou mencionamos, e que ainda gostaríamos de manifestar, nós incluímos na oração que o teu Filho Jesus Cristo nos ensinou a orar...Pai nosso que estás no céu!”.
Quem de nós nunca ouviu essas palavras pronunciadas mais ao final do culto por um ministro ou por um líder de culto? Essas palavras são quase que uma introdução à oração mais conhecida do mundo, talvez a mais pronunciada do mundo, e que foi ensinada pelo próprio Jesus Cristo aos seus discípulos, à quase dois mil anos atrás. Momento este que é contado pelo Evangelho de Lucas 11. 1-13 (ler o texto).
Em resumo, após ter orado em um determinado lugar, um dos discípulos pede a Jesus para que os ensine a orar assim como João Batista havia ensinado aos seus seguidores. E, a partir desse pedido especial Jesus ensina a oração do Pai Nosso que todos nós conhecemos. Mas, além de ensinar, Jesus ainda garantiu nesse texto que os pedidos feitos naquela oração jamais passariam despercebidos pelos olhos, ouvidos e coração de Deus: quem pede recebe, quem procura acha, e a porta se abre para quem bate! E aquilo que Deus concede não é diferente daquilo que foi pedido.

Estimada comunidade!
Considerando que todos nós oramos em algum momento do dia, seja em silêncio ou em palavras ditas, seja em local aberto ou local fechado, seja pronunciando algo de modo mais livre, ou orando o Pai nosso, existem quatro dicas importantes que precisamos observar quando se trata de fazer uma oração.
1 – Você precisa acreditar fielmente que aquilo que você este pedindo será atendido. Em determinado domingo de manhã uma família inteira foi ao culto para pedir, especialmente, por chuvas. A seca estava destruindo as plantações e uma chuva era algo urgente. No caminho até a igreja o pai percebeu que um dos filhos, o menor deles, estava levando um guarda-chuvas. O pai questionou o filho e disse que não fazia sentido o que ele estava fazendo, já que o tempo era de seca e não havia uma nuvem sequer no céu. Foi quando o filho lhe respondeu: Estamos indo para a igreja para pedir por chuvas, e o Senhor não acredita no que vai pedir?
2 – Toda oração precisa ser feita com o coração. Numa pequena vila havia um menino que cuidava diariamente de algumas ovelhas. Aos domingos ele ouvia o sino bater e também via algumas pessoas passando e indo para a igreja. Ele também tinha vontade de ir, especialmente para aprender a orar. Mas, ele não podia porque tinha que cuidar das ovelhas. Num certo dia ele decidiu que iria também orar para Deus, mesmo sem nunca alguém ter-lhe ensinado como fazer. Ele se ajoelhou, olhou para o céu, e começou a dizer a, b, c, d, e, f, g...e continuou com o alfabeto. Naquele momento um senhor que ia para a igreja viu a cena e interrompeu o menino: O que você está fazendo? Eu estou orando, disse ele! Mas recitando o alfabeto? Perguntou aquele senhor. Sim! Disse o menino. Porque eu não sei fazer nenhuma oração, nunca aprendi antes, mas sei que preciso de Deus para me cuidar e cuidar da minha família. Então pensei que, falando para Deus o alfabeto ele colocaria as letras no lugar certo e entenderia o que eu quero dizer. Aquele senhor disse ao menino: Deus te abençoe meu filho! O que você faz está certo, porque a oração que chega até ao céu não é aquela que sai da boca, mas aquela que sai do coração.
3 – Orar precisa ser algo constante e requer persistência. Duas esposas de pastor estavam sentadas, uma ao lado da outra, remendando as calças de seus maridos. Uma delas falou à amiga: Meu marido está desanimado com o trabalho na igreja. Está pensando em sair. Tudo dá errado. A outra respondeu: Meu marido está muito feliz com a igreja e tudo está dando certo. Depois houve um silêncio e as duas continuaram a fazer os remendos na calça. Só que uma delas remendava a parte onde ficam os joelhos; a outra remendava a parte de traz da calça.
4 – Pessoas que oram constantemente conseguem manter-se firmes diante de qualquer situação. O segredo para um passarinho não cair de um fio de energia quando pousa tem a ver com os seus joelhos que, uma vez dobrados, não soltam o fio. Os dedos do passarinho só soltam quando ele se levanta para voar novamente. O joelho dobrado é que dá força para se segurar. Assim também dizia Pastor Louis Evans: O ser humano que se ajoelha diante de Deus, pode resistir de pé qualquer coisa.

Portanto, estimados irmãos e irmãs! Seja em silêncio ou em palavras pronunciadas, seja na forma de uma oração livre ou orando o Pai Nosso, seja sozinho ou em família, seja no quarto ou no trabalho, seja na igreja ou na escola, lembrem-se sempre: acreditem naquilo que estão pedindo, orem sempre com o coração, orem com persistência, e orem constantemente. O resultado será surpreendente!
Que assim seja!


HINO
Nº 206 - Livro de Canto – O pão nosso de cada dia!

CONFISSÃO DE FÉ

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Enquanto cantamos um hino, serão recolhidas as ofertas. Elas estão destinadas à/ao....... Que Deus abençoe as dádivas e também os doadores e doadoras, e que cada um e cada uma se sinta livre para ofertar.
Nº 477 – Livro de Canto – Obrigado Pai Celeste!

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Obs: Deixar as pessoas falarem de suas necessidades, de seus agradecimentos, enfim, dos motivos que elas querem mencionar na oração de intercessão. É importante isso ser feito em voz alta para que as pessoas saibam do que e de quem se trata. Entende-se que o fato de mencionarem isto em culto já é oração diante de Deus e uma forma de informar os demais membros sobre a situação que experimenta aquela pessoa ou família. Após falarem, disponha de 30 segundos de silêncio na perspectiva de que nesse tempo as pessoas coloquem diante de Deus aquilo que não foi mencionado. Depois deste tempo, segue com a oração:

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor nosso Deus! Em voz alta e também em silêncio ouviste de cada um/a de nós aqui presentes aquilo que está em nosso coração. Não temos dúvidas de que ouviste a cada um/a, pois Tu estás em tudo e em todos. Além disso, sabes da nossa vida, do que temos em nossa mente, em nosso coração, antes mesmo de falarmos. É isso que esperamos de ti ò Deus: olhe por cada situação que foi lembrada, falada, pensada, olhe para cada um de nós em nossa vida, olhe nossas famílias, nosso líderes, nossa Igreja, nosso país. Olhe não com olhar de julgo, mas de amor, de carinho, de atenção, de ajuda. Senhor! Toda a nossa vida está em suas mãos, aliás, tudo está em suas mãos. Use-nos para que nesta vida sejamos instrumentos de paz e amor. Ajude-nos a sempre nos lembrar da importância de falar contigo, de sempre acreditar que irás nos atender, de sempre pedir de coração, e ser sempre persistente e constante. Pai amado! Estamos chegando ao final deste encontro contigo. Da mesma forma que nos trouxe até aqui nos leve de volta para nossa casa. É o que está em nosso coração. Por fim, oremos como teu filho nos ensinou...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

 

 


LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor esteja à vossa frente para vos guiar;
Que o Senhor esteja atrás de vós para vos proteger;
Que o Senhor esteja ao vosso lado para caminhar convosco;
Que o Senhor esteja embaixo de vós para não vos deixar cair;
Que o Senhor esteja dentro de vós para vos consolar;
Que o Senhor esteja acima de vós para com tua poderosa mão vos abençoar.
Portanto, que o Senhor vos abençoe! Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Bênção

ENVIO
Que a paz de Deus que excede todo o nosso conhecimento e entendimento nos guarde para uma viva esperança. Ide na paz do Senhor.

CANTO FINAL
Nº 205 – Livro de Canto – Oração da Igreja!
 


Autor(a): P. Deolindo Feltz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 7º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 11 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 13
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 52424
REDE DE RECURSOS
+
Nós te damos graças, ó Deus. Anunciamos a tua grandeza e contamos as coisas maravilhosas que tens feito.
Salmo 75.1
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br