Lucas 18.1-8 - 19° Domingo Após Pentecostes - 20/10/2019

Caderno de Cultos 2019 - Sínodo Mato Grosso

20/10/2019

20/10/2019 – 19° Domingo Após Pentecostes
Pregação: Lc 18.1-8; Leituras: Sl 121; 2 Tm 3.14-4.5
Cledimar Becker – Gaúcha do Norte - MT


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Sejam todos bem-vindos! Deus que nos acolhe e nos permite estarmos em união!
Saúdo-os com a Palavra bíblica lema da semana: “Segundo o seu querer, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como que primícias das suas criaturas”. (Tiago 1.18)
Com essa Palavra somos lembrados que Deus nos criou e, como Criador deseja que possamos viver com Ele. Que assim seja o desejo e ação do nosso coração!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
328 – HPD 2 – Um só rebanho, um só Pastor

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Aqui estamos na certeza da presença de Deus. Ele que é Criador e mantenedor de todas as coisas, em Jesus que é Senhor e o Espírito Santo, consolador e a presença viva de Deus que acompanha os seus!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
318 – HPD 1 – Vem, Espírito de Deus

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Deus e amado Pai, nos achegamos a ti, na certeza da Tua presença em nosso meio! Te louvamos porque Tu primeiro nos amou e vem ao nosso encontro em Jesus Cristo!
Tu nos permite Senhor, analisar nossas vidas: sonda-nos Deus, toca-nos e mostra-nos onde falhamos, porque nem isso muitas vezes o sabemos, o pecado nos cega! Não podemos comprar nosso perdão, nem fazer uma troca contigo, pois Jesus Cristo já pagou pelos nossos pecados! Ele é Senhor! Dá-nos o entendimento e a importância em vivermos contigo. O pecado constantemente nos afasta, todo dia nos afasta. Por isso Senhor, concede-nos o coração humildade, que reconhece o quanto depende de Ti! Em nome de Jesus! Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
Quando nós confessamos ao Senhor nossos pecados, nós estamos dizendo que concordamos que falhamos e que precisamos o Senhor! O arrependimento acompanha a confissão, logo com o arrependimento, devemos buscar não cair nos mesmos erros. Por isso queridos, com a ajuda de Deus, com o fruto do Espírito, a oração, a meditação da Palavra, podemos ter nossa fé firmada no único Filho de Deus. Creia nisso e tema ao Senhor! Amém!

KYRIE
A presença de Deus nos constrange a ponto de reconhecermos quem somos: tão pequenos, fracos, falhos, carentes por um sentido da vida. Que assim, o amor de Deus e sua presença possa cuidar e amparar pessoas que sentem esse vazio, essa dor e essa tristeza, pois o real sentido de vida vamos encontrar Naquele é que o caminho, a verdade e a vida! (João 14.6)

GLÓRIA IN EXCELSIS
Glorificamos a Deus cantando:

346 – HPD 2 - Glória

ORAÇÃO DO DIA
Querido Pai, agradecemos pelo Teu grande amor! Obrigada por enviar Jesus ao mundo e nos enviar também o Espírito Santo consolar e orientar! Em gratidão estamos diante de Ti. Graças te damos pelo dom da vida, pelo pão de cada dia! Tu és a nossa alegria e esperança! Mostra-nos tua vontade neste momento e que possamos em obediência nos render a Ti! Por Jesus que oramos, amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Salmos 121

2ª Leitura Bíblica: 2 Timóteo 3.14-4.5


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
197 – HPD 1 – Buscai primeiro

PREGAÇÃO

Além de uma boa noite de descanso, começar o dia bem, implica começar o dia com oração! Você concorda com essa frase?
O texto do Evangelho de Lucas retrata uma questão de profunda importância para cada indivíduo cristão: a oração!
Deus cria a humanidade com o desejo de relacionar com ela! Deus é relacional, é acessível, é Deus conosco! Em relação as demais religiões, a mensagem do cristianismo se diferencia com a “Graça”, isto é, o favor imerecido, o amor que primeiro nos amou (1 Jo 4.19). Para o ser humano pode soar um pouco estranho, mas de fato, Deus ama, vem ao encontro da humanidade, a mesma que poderia continuar perdida e não encontrar nenhuma solução para seu pecado. Isso é Graça!
A graça de Deus se estende ao pecador, no sentido que esse possa ser confrontado com o pecado, encontre libertação em Cristo e viva uma ligação com o Senhor.
A Parábola de Jesus conta sobre uma viúva que perseverou em seu pedido por justiça. A viúva que Jesus destaca, lembra que na época se encontrava vulnerável e indefesa por não ter familiares para defender sua causa. Somente a justiça e a persistência dela a favoreciam. O foco de Jesus, creio que não é nos causar curiosidade sobre o que levou ela ao juiz, mas de sua persistência.
O juiz recusou ouvi-la, talvez esperava uma propina, mas como ela era pobre demais para pagá-lo, a persistência foi a forma honesta para buscar reverter a situação. Jesus deixa a mensagem levando em consideração que até o juiz que não honra as leis de Deus e dos homens pode ser tocado a ponto de exercer sua função. Deus pode reverter as situações, pois para Ele nada é impossível (Lucas 1.37). Em contra partida, Deus, que é justo, perfeito e soberano agirá em defesa dos seus. Certamente Deus não é um juiz injusto que precisa ser incomodado até nos responder. Ele é o nosso Pai amado que se preocupa conosco, e nos ouve quando clamamos. A oração regular e persistente nos aproxima dele.
Três questões podem ser destacadas:
Primeira: A oração sempre deve acompanhar a vida do cristão. Orar é falar com Deus diante daquilo que te aflige, entristece, te preocupa, dos teus medos, inseguranças, sobre conflitos que precisam ser resolvidos. A oração deve acompanhar o cristão como um estilo de vida, em todas as circunstancias. Como já disse teólogo americano Sproul: “Alguém pode orar e não ser cristão, mas alguém não pode ser um cristão e não orar”.
Segundo: A oração envolve perseverança, paciência e submissão a Deus. Perseverar é não desanimar na vida de oração; a paciência, na confiança que o Deus justo fará as coisas no tempo certo e submissão pela vontade de Deus, porque precisamos entender que Deus é que sabe de todas as coisas! Ele é Deus onisciente – sabe de todas as coisas e novamente como ouvimos acima, Deus é onipotente – pode todas as coisas!
Terceiro: Oremos na certeza que Deus em Sua justiça intervenha! Diante das injustiças que passamos pelo nome de Deus e a busca por Sua vontade, Deus que é justo sabe a intenção do nosso coração. Deus é justo, de nada adianta nossa barganha, troca ou negociação com Ele. Conforme Lucas 18.7-8: “Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Eu lhes digo: Ele lhes fará justiça, e depressa. Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra?”.
No momento que escrevo essa mensagem, lembro de forma bem especial que nessa semana, ao acordar, Deus trouxe ao meu coração novamente a grande importância da oração! Por isso a frase acima: Além de uma boa noite de descanso, começar o dia bem, implica começar o dia com oração!
A vida de oração precisa de disciplina, assim como a Leitura da Palavra. A busca pelo Senhor nos fortalece, nos anima, nos renova, nos faz entender que nos achegamos diante cansados ou desanimados, mas saímos abastecidos!
Querida comunidade, constantemente a Palavra de Deus nos lembra a importância da oração. Não sei qual é o momento que você tem passado, teu casamento, tua família, problema com filhos, problema no teu trabalho. A questão é, circunstancias adversas vamos enfrentar, e isso nos ensina que ainda mais precisamos nos firmar em Deus por meio do Seu filho Jesus. Confie, viva pela fé no Filho de Deus!
Para isso, a Palavra nos desafia:
Precisamos perseverar em oração! Não desanimar em uma vida com Deus!
O que você precisa levar a Deus em oração hoje? Não desanime pensando que Deus se esqueceu ou não se importa contigo! Ele o ama, e com Sua graça e bondade quer te ouvir! Deus quer se relacionar contigo, ter comunhão. Você crê nisso? Jesus te convida: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso”. (Mateus 11:28)

HINO
456 – HPD 2 – Deus é meu amparo

CONFISSÃO DE FÉ
Como corpo de Cristo queremos confessar nossa fé nas palavras do Credo Apostólico:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
286 – HPD 1 – Obrigado Pai Celeste


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Senhor, louvamos pela Palavra que ouvimos e pela ação do Santo Espírito. Pedimos por cada membro ou visitante da comunidade, ao aniversariantes, pelas crianças, jovens, casais, os idosos e por todas as famílias, que possas ser Tu o construtor e Senhor que Reina sobre elas! Que o amor e o perdão seja vivido, de Palavras e ação!
Colocamos nossa vida aos teus cuidados: enfermos, pessoas enlutadas, que sofrem depressão e tantos outros casos de sofrimento. Cremos Senhor que tu és poderoso, dá-nos perseverança em oração!
Queremos agradecer por nossas vidas e por sempre receber de ti o cuidado, proteção e o melhor, que tua graça que não foi de graça, nos concede: a oportunidade do perdão, vida nova e redenção em Cristo! Os demais pedimos ou agradecimentos queremos incluir com a oração de Jesus nos ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde. Que Ele seja o Senhor e Salvador de tua vida, que com sua boca e vida possas confessar tua fé Nele!

ENVIO
Vamos na paz de Cristo, amando e servindo a Ele com grande alegria e gratidão em nossos corações! Amém!

CANTO FINAL
452 – HPD2 – Senhor, eu quero amar-te
 


Autor(a): Missionária Cledimar Becker
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 19º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 18 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 8
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 53086
REDE DE RECURSOS
+
Não sei por quais caminhos Deus me conduz, mas conheço bem o meu guia.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br