Lucas 9.51-62 - 6º Domingo após Pentecostes - 30/06/2013

Caderno de Cultos 2013

30/06/2013

30/06/2013 – 6º Domingo após Pentecostes
1º Reis 19.15-16,19-21: Gl 5.1,13-25; Pregação: Lc. 9.51-62
P. Osmar Jorge Sliwinski – Mineiros – Goiás.

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Sejam todos bem vindos a este culto. Queremos celebrar com alegria e gratidão. Alegria por podermos estar aqui, porque Deus nos dá a vida e a mantém. Queremos louvar e bendizer a Deus, pois foi Ele que nos chamou para este momento.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 130 - Hinário HPD Senhor tu nos chamaste. Ou ______________________

SAUDAÇÃO
Estamos reunidos em comunidade para celebrar este culto em nome de nosso Deus que é Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 165 – Hinário HPD – Há sinais de paz

Ou: Nº __________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Somos humanos, somos pecadores e por isso cometemos pecados. Pecamos diariamente em pensamentos, palavras ações e omissões. Queremos confessar nossa culpa e diante de Ti queremos pedir perdão. Sabemos que Tu és misericordioso e por isso te agradecemos, pois não somos dignos de estar diante de ti. Tu és amoroso e mesmo quando erramos nos aceitas. Temos certeza de que nos perdoas quando sinceramente confessamos nossas falhas. Que este perdão nos traga paz e clareza para ficarmos longe do pecado. Em nome de Jesus. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Diante da nossa confissão, assim diz o nosso Senhor Jesus Cristo: “Eu afirmo a vocês que quem peca é escravo do pecado. O escravo não fica sempre com a família, mas o filho sempre faz parte da família. Se o filho os libertar vocês serão de fato livres.”.(João 8.34-36).

GLÓRIA IN EXCELSIS
Nº 248 do HPD

ORAÇÃO DO DIA
Eterno Deus. Dá-nos tua graça, para que estudemos bem cuidadosamente a sagrada Escritura, busquemos e encontremos nela Cristo, e por seu intermédio, alcancemos a vida eterna. Fortalece a nossa fé e nossas vidas. Em nome de Jesus isso pedimos. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: 1º Reis 19.15-16,19-21

2ª Leitura Bíblica Gl 5.1,13-25

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 148 do HPD – Cristo acolhe o pecador.

PREGAÇÃO
Texto da Pregação Lucas 9.51-62
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda
consolação.
Muitas vezes lemos textos da Bíblia e temos dificuldades de entender o que ele quer dizer
para nós hoje e mesmo para recontar a história com próprias também temos dificuldades.
Mas o texto de Lucas que lemos tem um roteiro e fala de um incidente entre Jesus e
os discípulos com uma aldeia de samaritanos. Os samaritanos seriam assim algo como primos dos judeus, mas eles não se davam muito bem e os judeus os desprezavam.
O destino de Jesus e os discípulos era Jerusalém. Mesmo que os discípulos não estavam entendendo bem esta decisão de Jesus. Alguns mensageiros vão na frente e na aldeia procuram um lugar para pernoitar numa pousada. Talvez pelo aspecto dos mensageiros e sabendo que eram acompanhantes de Jesus foi negado a hospedagem. Outros motivos também foram decisivos para recusar hospedagem.
No versículo 54 do texto vamos ver uma pergunta de dois discípulos: Senhor queres que mandemos descer fogo do céu para consumi-los? A atitude dos discípulos Tiago e João ainda hoje praticamos ou temos vontade de praticar. Podemos até entender a atitude agressiva dos discípulos. Já que se recusaram receber o mestre também podemos castigá-los. Vamos destruí-los para mostrar que atitude deles não era certa.
Num relato parecido da parábola do joio e do trigo vamos ver que também ali aparece a vontade de destruir o que se julgava ser o mal. Nesta história também não é permitido a destruição do mal. Assim como também no nosso texto não é permito a vingança. E Jesus responde categoricamente: No versículo 56 Jesus diz: Pois o Filho do homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-los.
Se alguém tiver a oportunidade de ouvir o depoimento de um ex-presidiário vai notar que a situação muitas vezes é parecida. Não destruir a pessoa com fogo do céu, mas com outras artimanhas que levam muitas vezes a pessoa a se perder.
Vejam o relato: Num momento de raiva e sem pensar nas consequências cometi um crime. Foi preso, julgado, condenado e paguei por longos quatro anos na prisão a pena imposta pelo júri. Fui libertado, preciso recomeçar a vida, mas as pessoas me matam todos os dias ao ver meus documentos. Ninguém me admite como empregado, diretamente não dizem isto, mas você é um presidiário e não tem lugar para ti.O desespero já tomou conta de mim. Os amigos me abandonaram, estou na pior e não sei mais o que fazer. Se eu roubar para matar a fome certamente vão dizer:. Eu sabia que ele não prestava mesmo. Nem as autoridades movem um dedo para me auxiliar.
Muitas vezes matamos por motivos muito mais simples e nem graves com nossa ânsia de transferir para alguém as culpas dos problemas da vida.
A inimizade ou desprezo entre judeus e samaritanos era de longa data atrás que nem mais sabiam porque se desprezavam ou eram inimigos.
Se houve culpa dos samaritanos no texto que lemos não cabe aos discípulos fazer justiça e muito menos Jesus permite, pois ele veio para salvar o pecador, e não destruí-lo. O que Deus quer e que todos tenham conhecimento da verdade e sejam salvos.
Aquela mão fechada estendida para agredir deve se abrir para abraçar aquele que falhou e chegue ao arrependimento que Deus certamente o está esperando de braços abertos demonstrando todo o amor que tem por todos nós. Amem

HINO
Nº 166 do HPD – Dá-nos olhos claros.

CONFISSÃO DE FÉ
Motivação para Confissão de fé.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 286 do HPD – Obrigado Pai celeste.


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
Senhor Deus! Ouvimos a tua palavra e o teu chamado. Envia-nos para o mundo, para a sociedade onde devemos ser testemunhas do teu amor. Dá-nos a tua benção da qual necessitamos e sem a qual não conseguimos viver e praticar o amor verdadeiro, Agradecemos pelo teu amor e tua salvação que nos é presenteada dia a dia. Que teu Santo Espírito nos abre os corações para entendermos e sabermos receber aquelas pessoas que para nós muitas vezes são desprezíveis.
Lembramos de todas as pessoas que foram lembradas para nossas intercessões. Obrigado por nos ouvires e nos atenderes segundo a tua vontade. Todos os outros pedidos nós colocamos em conjunto na oração que teu Filho nos ensinou:
PAI NOSSO
Pai nosso ...
LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde.
O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti.
Que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Amém.

ENVIO
Ide na paz do Senhor e servi a Ele com alegria.

CANTO FINAL
Nº 184 do HPD – Vamos nós trabalhar.
 


Autor(a): Osmar Jorge Sliwinski
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 6º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 9 / Versículo Inicial: 51 / Versículo Final: 62
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2013
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 19185
REDE DE RECURSOS
+
Muitos bens não nos consolam tanto quanto um coração alegre.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br