MÚSICA NA IGREJA

23/09/2013

Salmo 92.1-4: “Bom é render graças ao SENHOR e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo, anunciar de manhã a tua misericórdia e, durante as noites, a tua fidelidade, com instrumentos de dez cordas, com saltério e com a solenidade da harpa. Pois me alegraste, SENHOR, com os teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos.”

Bom é render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu santo nome. Pois me alegraste com teus feitos. Cantarei as obras de tuas mãos.
Muito tem se refletido sobre o canto e a música nas comunidades evangélicas de confissão luterana. Muitas mudanças também têm acontecido em diversas comunidades. Corais que lutam com fervor mantendo a tradição do canto à capela em vozes harmônicas. Grupos de música que reúnem pessoas que têm alguma experiência musical e passam a tocar hinos religiosos. Grupos que se formam a partir de projetos de alfabetização musical incluindo crianças e jovens na liturgia do culto. Enfim, pessoas que dispõe de seus dons musicais para o ministério da música na Igreja. Assim vão se somando experiências que refletem a teologia luterana da Reforma.

O reformador Martim Lutero dava uma importância muito grande à música e ao canto. Dizia ele: “Dou minha opinião bem franca e não hesito em afirmar que, depois da teologia, não existe arte que se possa igualar à música, porque somente ela, depois da teologia, é que consegue uma coisa que o mais só a teologia proporciona: um coração tranquilo.”

Nas comunidades luteranas, o canto tem importância fundamental. Esta foi a forma que o reformador Martim Lutero encontrou para envolver as pessoas no culto da comunidade. E até hoje é assim. O louvor é para toda comunidade participar. Os corais foram surgindo para momentos de louvor especial. Mesmo que seu objetivo na igreja seja ajudar a comunidade a entoar melhor seu louvor. E cantando num coro educa-se a voz para o canto comunitário. Os grupos de música vêm aprimorar o louvor com o uso de instrumentos musicais, como já transmitem muitos dos Salmos e outros textos bíblicos.

O Salmo 92 diz que é bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao seu nome. O salmista também afirma que o louvor  com instrumentos musicais é enaltecido. E por quê? Porque Deus nos deu alegria com tudo o que faz por nós. E nós respondemos a ele com louvor solene.

Nestes dias muitos grupos do Sínodo Uruguai estão se preparando para participar do MUSICANTO – Encontro Sinodal de Música e Canto. Este encontro se realizará no dia 29 de setembro na Comunidade Evangélica de Cunha Porã. É um dia de louvor a Deus e de partilha dos trabalhos de grupos de música, grupos de canto e corais das comunidades do Sínodo Uruguai.

Que também nós neste dia reconheçamos a obra das mãos de Deus em nossas vozes e habilidades musicais, dando-nos a graça alcançar um coração sábio e tranquilo.


Autor(a): Pastora Clarise Ilaine Wagner Holzschuh
Âmbito: IECLB / Sinodo: Uruguai
Área: Celebração / Nível: Celebração - Música
Testamento: Antigo / Livro: Salmos / Capitulo: 92 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 4
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 24831
REDE DE RECURSOS
+
A lei inteira se resume em um mandamento só: ame os outros como você ama a você mesmo.
Gálatas 5.14
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br